Notícias

Podcasting e o rádio social

 

“Passada a fase inicial, heroica, o podcasting e o rádio social vêm sendo apropriados por grandes conglomerados de comunicação, cultura, informática e telecomunicações, que se apresentam como novos intermediários das indústrias da informação e do entretenimento. As indústrias midiáticas operam numa lógica da complementaridade, conciliando meios digitais e analógicos numaestratégia comercial de maximização de seu alcance, agenciando as mais diversas audiências". Marcelo Kischinhevsky, "Rádio social: mapeando novas práticas interacionais sonoras": http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/12323

 
Publicado: 2017-12-01 Mais...
 

Os Oito Odiados: uma análise semiótico-sistêmica-psicanalítica

 

O artigo do pesquisador Marcelo Moreira Santos (PUC-SP) tem como objetivo analisar a organização dos feixes semióticos ou rede de signos dispostos entre o plano e a mise-en-scène no recente filme do cineasta e roteirista Quentin Tarantino. O que se propõe é observar como tais nuances e gradações dos signos são manejados em fluxo e como isso dialoga com o espectador. Toma como base de análise a Semiótica de Charles S. Peirce em junção com as Teorias Sistêmicas de Edgar Morin, Jorge Vieira e Ilya Prigogine, e a Psicanálise de Jacques Lacan. Ao final é explicado como tais interações e intercâmbios entre os signos evoluem por atratores legaliformes que funcionam como parâmetros organizativos de sentido. Leia o artigo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/25171/15212

 

 
Publicado: 2017-12-01 Mais...
 

Recepção de TV: ativa e personalizada, um campo minado

 

O artigo de Neura Cézar apresenta um estudo sobre a recepção com o olhar voltado para a dimensão emocional, chamando a atenção para as dualidades e contradições que afetam o processo receptivo bem como para os mecanismos emocionais empregados pela TV. Os resultados indicam a necessidade de se criar uma consciência acerca da discussão do tema “recepção” relacionado à dimensão emocional, já que os efeitos da televisão (mídias), sua influência, intencional ou não, consciente ou inconsciente, exerce-se na esfera da emotividade. É desde a emoção que ela pode incidir sobre o inconsciente e daí influenciar nossas crenças, valores e o nosso comportamento. Leia em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24804

 

 
Publicado: 2017-11-01 Mais...
 

Os scans e seu entorno subcultural-colaborativo

 

O artigo se debruça sobre um fenômeno recente da Cibercultura, os scans, oferecendo pistas para que compreendamos as transformações deste novo espaço de interação/participação colaborativa. Ao propor uma discussão acerca dos scans, o artigo avança na percepção dos diferentes atores em nossa cultura hipertecnológica recente. A pesquisa sobre formas colaborativas através das redes é recente e, por isso, qualquer investigação oferece pistas valiosas sobre os rumos de nossa cultura e meios. O ineditismo é condição importante, mas, mais que isso, a profusão de ideias e os temas que suscitam é relevante.

Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24841

 

 
Publicado: 2017-10-27 Mais...
 

Teorias normativas do jornalismo na Rússia: estado de origem

 

Ao descrever as teorias normativas do jornalismo, as abordagens estereotipadas são comumente usadas. Geralmente, elas refletem as tradições da imprensa que surgiram na civilização ocidental. No entanto, a experiência nacional de outros países oferece soluções fundamentalmente diferentes, pelo conteúdo e metodologia de análise. Em particular, isso se relaciona com a Rússia. O artigo é uma tentativa de tornar a diversidade necessária no estudo deste assunto essencial. Leia em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24742

 
Publicado: 2017-10-24 Mais...
 

Representações cinematográficas do jornalismo investigativo em Todos os homens do presidente (1976) e Spotlight (2015)

 

O artigo dos pesquisadores Fernanda Lima Lopes, Maurício da Silva Duarte (UFRJ) e Itala Maduell Vieira (UERJ) avalia a construção dos sentidos mobilizados em relação à figura do jornalista investigativo em produções cinematográficas, com o propósito de entender estas representações e de que modos interagem com os processos de construção da identidade jornalística. São analisadas duas produções hollywoodianas, baseadas em casos reais: "Todos os homens do presidente", de 1976; e "Spotlight", de 2015. Os filmes mobilizam estereótipos duradouros (credibilidade, neutralidade, heroísmo) sobre os jornalistas investigativos e a um dadoreconhecimento de seu poder no espaço social. Além disso, essas narrativas apresentam-se, elas mesmas, como versões “neutras” e verídicas sobre os fatos que abordam, apagando os processos de seleção e edição – comuns ao jornalismo e ao cinema – e, no caso do segundo, o próprio contexto do jornalismo no século XXI. O referencial teórico-metodológico se apoia na análise de discurso textualmente orientada (Fairclough, 2001) e na semiologia dos discursos sociais (Pinto, 2002). Leia o texto completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/26904/15699

 
Publicado: 2017-10-23 Mais...
 

Representações cinematográficas do jornalismo investigativo em Todos os homens do presidente (1976) e Spotlight (2015)

 

O artigo dos pesquisadores Fernanda Lima Lopes, Maurício da Silva Duarte (UFRJ) e Itala Maduell Vieira (UERJ) avalia a construção dos sentidos mobilizados em relação à figura do jornalista investigativo em produções cinematográficas, com o propósito de entender estas representações e de que modos interagem com os processos de construção da identidade jornalística. São analisadas duas produções hollywoodianas, baseadas em casos reais: "Todos os homens do presidente", de 1976; e "Spotlight", de 2015. Os filmes mobilizam estereótipos duradouros (credibilidade, neutralidade, heroísmo) sobre os jornalistas investigativos e a um dadoreconhecimento de seu poder no espaço social. Além disso, essas narrativas apresentam-se, elas mesmas, como versões “neutras” e verídicas sobre os fatos que abordam, apagando os processos de seleção e edição – comuns ao jornalismo e ao cinema – e, no caso do segundo, o próprio contexto do jornalismo no século XXI. O referencial teórico-metodológico se apoia na análise de discurso textualmente orientada (Fairclough, 2001) e na semiologia dos discursos sociais (Pinto, 2002). Leia o texto completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/26904/15699

 
Publicado: 2017-10-23 Mais...
 

Representações cinematográficas do jornalismo investigativo em Todos os homens do presidente (1976) e Spotlight (2015)

 

O artigo dos pesquisadores Fernanda Lima Lopes, Maurício da Silva Duarte (UFRJ) e Itala Maduell Vieira (UERJ) avalia a construção dos sentidos mobilizados em relação à figura do jornalista investigativo em produções cinematográficas, com o propósito de entender estas representações e de que modos interagem com os processos de construção da identidade jornalística. São analisadas duas produções hollywoodianas, baseadas em casos reais: "Todos os homens do presidente", de 1976; e "Spotlight", de 2015. Os filmes mobilizam estereótipos duradouros (credibilidade, neutralidade, heroísmo) sobre os jornalistas investigativos e a um dadoreconhecimento de seu poder no espaço social. Além disso, essas narrativas apresentam-se, elas mesmas, como versões “neutras” e verídicas sobre os fatos que abordam, apagando os processos de seleção e edição – comuns ao jornalismo e ao cinema – e, no caso do segundo, o próprio contexto do jornalismo no século XXI. O referencial teórico-metodológico se apoia na análise de discurso textualmente orientada (Fairclough, 2001) e na semiologia dos discursos sociais (Pinto, 2002). Leia o texto completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/26904/15699

 
Publicado: 2017-10-23 Mais...
 

O controle do corpo feminino no programa Encontro com Fátima Bernardes: subjetividade, texto e contexto

 

Neste artigo, os pesquisadores Jussara Maia (URFB), Igor Sacramento (UFRJ) e Valéria Vilas Bôas (UFBA) analisam como o programa "Encontro com Fátima Bernardes", da TV Globo, constrói posições de sujeito para o feminino articuladas a um perfil dominante de feminilidade, estabelecendo ressonâncias e tensões com valores que são disputados e atualizados na sociedade contemporânea. Observam as estratégias da produção utilizadas para enfatizar características de um modelo dominante de subjetividade feminina no processo de definição do formato. Demonstram como a forma de conceber o feminino no programa reverbera uma disposição cultural dominante em relação ao lugar da mulher configurada por meio do discurso patriarcal. Leia o artigo completo no link abaixo. 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/27064/15702

 
Publicado: 2017-09-04 Mais...
 

Apresentação do Dossiê – Do contexto à contextualização: dinâmicas das historicidades dos processos comunicacionais

 

As diferentes aproximações e apropriações do contexto neste dossiê buscam configurar caminhos para apreendermos as complexidades e desafios que envolvem a contextualização. Os artigos nascem do trabalho conjunto dos pesquisadores que compõem a rede “Historicidades dos processos comunicacionais”, que é constituída por grupos de pesquisa de 7 diferentes Programas de Pós-Graduação em Comunicação do país: Fiocruz, UFBA, UFOP, UFMG, UFPI, UFRB e UFRJ. Desde abril de 2015, a Rede Historicidades promove dois encontros de trabalho anuais, todos com vistas a desenvolver abordagens teóricas e metodológicas que superem visadas eminentemente presentistas dos fenômenos comunicacionais.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/fadir/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/27779

 
Publicado: 2017-09-01 Mais...
 

A (não) cobertura dos riscos ambientais: debate sobre silenciamentos do jornalismo

 

O artigo dos pesquisadores Eloisa Loose (UNINTER), Ângela Camana e Roberto Belmonte (UFRGS) propõe um debate a respeito do papel do jornalismo no que tange dar visibilidade aos riscos ambientais. Após revisão de literatura e discussão a partir de casos de cobertura sobre riscos ambientais, verificou-se que há muitos silenciamentos no jornalismo. Dentre as considerações, constatou-se que os próprios valores que guiam a construção da notícia impedem a emergência de um jornalismo comprometido com a percepção dos riscos, fato este que – por sua vez – dificulta o enfrentamento dos mesmos. Logo, argumenta-se que as mudanças da sociedade devem implicar também em transformações das lógicas jornalísticas. Leia o artigo completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/26545/15688

 
Publicado: 2017-08-31 Mais...
 

Gesto autoral: fiador para experiências significativas no ensino de criação publicitária

 

O artigo dos pesquisadores Fábio Hansen (UFPR), Rodrigo Correa (UFPE) e Juliana Petermann (UFSM) traz uma reflexão sobre possíveis dimensões para experiências significativas no ensino de criação publicitária: narrativas de si, distanciamento das práticas mercadológicas em publicidade, formação de repertório, ludicidade e personalização. Partindo de uma concepção discursiva, de orientação pecheutiana, o estudo aborda conceitos de autoria e de lugar discursivo. Os pesquisadores defendem que a prática docente proporcione situações de aprendizagem para deslizamentos de sentidos e para a inserção do estudante no jogo discursivo, afiançando experiências significativas por meio do gesto autoral. Leia o texto completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/25999/15691

 
Publicado: 2017-08-30 Mais...
 

A sociologia interpretativa

 

“Em contraponto ao mito prometeico - a domesticação racional da natureza -, assistimos, segundo Maffesoli, a um retorno dos valores dionisíacos, os quais escondem uma lógica das paixões que ultrapassa o quadro das práticas sexuais. Essa exacerbação dos afetos se enraíza em uma centralidade subterrânea, característica da pós-modernidade, e cujas formas tribais de agregação, por exemplo, as juvenis, constituem um indício sociológico. (Patrick Tacussel). Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3163

 
Publicado: 2017-08-28 Mais...
 

Produção, audiência e tecnologia: quem comanda o espetáculo na TV?

 

“Hoje, mais maduro e mais impaciente, o telespectador desfruta de uma cesta simbólica variada que lhe anima e excita o espírito. A nova era, embora ande tonta em busca de um nome de batismo, pelo menos reafirma o que se sabia na origem: entre todos os fatores listados - autores, leitores, contextos e significados- a tecnologia retoma seu lugar de honra. A mediação massiva é tecnológica em essência, e seu papel no processo comunicacional mediado é decisivo.” (Jacques A. Wainberg). Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3190

 
Publicado: 2017-08-28 Mais...
 

Mundialização, cultura e diversidade

 

"Não há lugar, pois, para as culturas locais das quais se contesta sua capacidade de invenção. Estigmatizadas como tradicionais, elas são consideradas pela engenharia social como um obstáculo no curso da modernidade segundo o padrão euro-estadunidense." (Armand Mattelart)

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3387/2652

 
Publicado: 2017-08-28 Mais...
 

Da história das mulheres ao cinema brasileiro de autoria feminina

 

As mulheres têm feito menos filmes que os homens, embora cada vez produzam mais. Ainda assim, muitos de seus filmes foram ignorados ou receberam pouca atenção. Para compreender esse desequilíbrio, o artigo da pesquisadora Karla Holanda (UFJF) faz um painel sobre a secular discriminação da mulher na sociedade. Igualmente demonstra que sempre houve resistência das mulheres a essa subjugação. O texto reforça a razão de se destacar filmes feitos por mulheres e discute três filmes pouco conhecidos da história do cinema brasileiro, mesmo que tragam elementos estilísticos, históricos e temáticos contundentes – A entrevista (Helena Solberg, 1966), Os homens que eu tive (Tereza Trautman, 1973) e Feminino Plural (Vera de Figueiredo, 1976). Leia o artigo completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24361/15015

 
Publicado: 2017-08-24 Mais...
 

DJ Jesus Luz?! Controvérsias, capital subcultural e performance de gosto em uma cena de música eletrônica

 

O artigo das pesquisadoras Simone Pereira de Sá e Beatriz Polivanov (UFF) tem como ponto central discutir questões de gosto, valor, e disputas simbólicas (Bourdieu; 2008, Thornton;1996; Frith; 1996) de atores de uma cena de música eletrônica brasileira (Straw; 1991). Para tal, a análise está focada no caso do modelo Jesus Luz, que namorou Madonna e posteriormente se tornou DJ, suscitando uma série de polêmicas relacionadas à autenticidade de suas performances. O caso de Jesus Luz será tratado como uma controvérsia (Latour; 1994; 2005) que nos permite apreender a performance de gosto (Hennion, 2003; 2007) dos atores da cena eletrônica “em ação”.  Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/20971/13700

 
Publicado: 2017-08-18 Mais...
 

Entrevista com Néstor García-Canclini

 

"Creio que se está sofisticando muito mais a oferta televisiva do que a cinematográfica dos EUA. Existem muito poucos filmes estadunidenses que trabalham sobre a subjetividade, existem mais nos cinemas europeu, asiático ou latino-americano. Mas na televisão, sim. E se pode suspeitar que isto tenha a ver com a relação da televisão com o lar, com a família, com a casa, com as rotinas domésticas." (Néstor García-Canclini)

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3371/2636

 
Publicado: 2017-08-17 Mais...
 

Conversações fluidas na cibercultura

 

O artigo dos pesquisadores Alex Primo, Vanessa Valiati, Ludmila Lupinacci e Laura Barros (UFRGS) visa estudar como o amplo leque de serviços de comunicação online participa da criação e manutenção de relações interpessoais na contemporaneidade. O trabalho investiga como entrelaçamento entre os usos de diferentes plataformas digitais vem transformando as práticas de sociabilidade e as conversações no contexto da cibercultura, a partir da articulação de perspectivas teóricas e empíricas sobre tais temas. Atenção especial é conferida a como as pessoas se apropriam desses serviços, combinando-os para atingir variados fins relacionais com públicos diversos e em tempos e lugares distintos. A partir de uma pesquisa empírica com 810 pessoas — residentes nas regiões Sul e Sudeste, maiores de 16 anos e com pelo menos o Ensino Superior Incompleto —, este artigo define e discute o fenômeno que chama de “conversações fluidas”. Leia o texto completo no link abaixo. 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24597/15011

 
Publicado: 2017-08-14 Mais...
 

Design e transgressão

 

"(...) criar é desviar-se de certas regras, leis e convenções sociais e de seus símbolos mais representativos, em busca de novas configurações semióticas e novas possibilidades de significação. Só assim o novo, o inédito, pode aparecer e renovar uma vez mais o social" (Flávio Vinicius Cauduro).

Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3141/0

 
Publicado: 2017-08-14 Mais...
 

Entrevista com Michel Marie

 

“A burguesia francesa só admitiu o cinema por causa de sua função documental, porque a ficção era menosprezada por ser uma distração popular.” (Michel Marie, entrevistado por Eduardo Portanova).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3428


 
Publicado: 2017-07-14 Mais...
 

Homenagem a Baudrillard, o paroxista diferente

 

“Diante da questão, por que as pessoas veem o Big Brother?, Baudrillard sugeriu a hipótese da ‘democracia radical’. Numa democracia convencional, o preço da fama era o mérito. Big Brother instaura a ‘democracia radical’: todos podem ser famosos sem mérito algum, a não ser o de se tornar visível. Triunfo da mediocridade na era das celebridades descartáveis” (Juremir Machado da Silva).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3407

 
Publicado: 2017-07-14 Mais...
 

O poder das palavras e ideias: o caso do fundamentalismo islâmico

 

“Nas disputas ideológicas e ‘iteológicas’, certos tipos de pessoas creem antes de ver. Como ocorre no caso fundamentalista, predomina nestes ambientes a fé cega. No campo grave da emoção, reina em tal mente, condicionada fortemente pela tradição, a estereotipia que enquadra o novo nos padrões do velho, do conhecido e estimado, superestimado” (Jacques Wainberg).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3461

 
Publicado: 2017-07-08 Mais...
 

A inteligência possível do século XXI

 

“A principal função da quarta camada, que chamo inteligência possível, é endereçar os conceitos, as idéias ou as noções e, consequentemente, indexar os documentos pelos conteúdos, independentemente das línguas naturais nas quais estes documentos foram produzidos” (Pierre Lévy).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3429

 
 
Publicado: 2017-07-08 Mais...
 

De olhos abertos e fechados: estudo das narrativas de Schintzler e Kubrick

 

“Eyes Wide Shut mostra a destituição do ponto imaginário de sustentação do médico que se vê diante da morte. [...] Em seu nível mais fundamental, escreve Zizek, a fantasia diz de mim o que sou para os outros, o que o Outro vê em mim.” (José Luiz Aidar Prado) Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/fadir/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3168

 
Publicado: 2017-06-06 Mais...
 

Carla Giuliana Colona Guadalupe

 

Opinião:

Famecos es una revista académica que con toda seriedad y responsabilidad asume su tarea: la divulgación de la investigación en comunicación, tecnología y cultura con respeto por la diversidad de enfoques, metodologías, preguntas y problemas propuestos por los autores. Y no se queda allí. La revista Famecos  tiene en su estilo un toque de color y mucha energía, es un gran esfuerzo que los lectores saben apreciar. Os invito a leerla, pero sobre todo os invito a publicar en ella.  

 
Publicado: 2017-06-06 Mais...
 

Narrativas digitais e estruturas circulares

 

“A escrita criativa encontra na hipermídia e no hipertexto um espaço aberto à mescla de todas as formas poéticas, o que propicia uma verdadeira reinvenção da escrita e uma renovação das formas poéticas.” (Raquel Ritter Longhi) Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3103

 
Publicado: 2017-06-01 Mais...
 

Consumidores Pós-Modernos

 

"Nenhum anúncio publicitário, por mais sedutor que seja, convencerá os consumidores pós-modernos a abdicarem da liberdade de escolha que arduamente conquistaram. Aos demais, resta encontrar criatividade para fazer valer seus argumentos no concorrido mercado das ideias." (Gilles Lipovetsky). Em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3062

 
Publicado: 2017-05-29 Mais...
 

Raquel Ritter Longhi

 

“A escrita criativa encontra na hipermídia e no hipertexto um espaço aberto à mescla de todas as formas poéticas, o que propicia uma verdadeira reinvenção da escrita e uma renovação das formas poéticas.” Leia em: 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3103

 
Publicado: 2017-05-26 Mais...
 

"A gente se vê por aqui”: a realidade da TV numa perspectiva recepcional

 

"É da percepção de que o par real/irreal não é válido para a televisão que se questiona a sobrevivência daquela mídia mais antiga e a impertinência contemporânea de um conceito de 'ficcionalidade' Por outro lado, o desenvolvimento do conceito de 'fictício' como um terceiro não entre 'real' e 'irreal', mas entre realidades e uma capacidade humana criadora, o imaginário, acentua o papel ativo do sujeito receptor na construção de mundos nos processos de mediação." (Bruno Souza Leal, 2005). Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3335

 

 
Publicado: 2017-05-26 Mais...
 
1 a 30 de 75 itens 1 2 3 > >>