Notícias

DJ Jesus Luz?! Controvérsias, capital subcultural e performance de gosto em uma cena de música eletrônica

 

O artigo das pesquisadoras Simone Pereira de Sá e Beatriz Polivanov (UFF) tem como ponto central discutir questões de gosto, valor, e disputas simbólicas (Bourdieu; 2008, Thornton;1996; Frith; 1996) de atores de uma cena de música eletrônica brasileira (Straw; 1991). Para tal, a análise está focada no caso do modelo Jesus Luz, que namorou Madonna e posteriormente se tornou DJ, suscitando uma série de polêmicas relacionadas à autenticidade de suas performances. O caso de Jesus Luz será tratado como uma controvérsia (Latour; 1994; 2005) que nos permite apreender a performance de gosto (Hennion, 2003; 2007) dos atores da cena eletrônica “em ação”.  Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/20971/13700

 
Publicado: 2017-08-18 Mais...
 

Entrevista com Néstor García-Canclini

 

"Creio que se está sofisticando muito mais a oferta televisiva do que a cinematográfica dos EUA. Existem muito poucos filmes estadunidenses que trabalham sobre a subjetividade, existem mais nos cinemas europeu, asiático ou latino-americano. Mas na televisão, sim. E se pode suspeitar que isto tenha a ver com a relação da televisão com o lar, com a família, com a casa, com as rotinas domésticas." (Néstor García-Canclini)

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3371/2636

 
Publicado: 2017-08-17 Mais...
 

Conversações fluidas na cibercultura

 

O artigo dos pesquisadores Alex Primo, Vanessa Valiati, Ludmila Lupinacci e Laura Barros (UFRGS) visa estudar como o amplo leque de serviços de comunicação online participa da criação e manutenção de relações interpessoais na contemporaneidade. O trabalho investiga como entrelaçamento entre os usos de diferentes plataformas digitais vem transformando as práticas de sociabilidade e as conversações no contexto da cibercultura, a partir da articulação de perspectivas teóricas e empíricas sobre tais temas. Atenção especial é conferida a como as pessoas se apropriam desses serviços, combinando-os para atingir variados fins relacionais com públicos diversos e em tempos e lugares distintos. A partir de uma pesquisa empírica com 810 pessoas — residentes nas regiões Sul e Sudeste, maiores de 16 anos e com pelo menos o Ensino Superior Incompleto —, este artigo define e discute o fenômeno que chama de “conversações fluidas”. Leia o texto completo no link abaixo. 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/24597/15011

 
Publicado: 2017-08-14 Mais...
 

Design e transgressão

 

"(...) criar é desviar-se de certas regras, leis e convenções sociais e de seus símbolos mais representativos, em busca de novas configurações semióticas e novas possibilidades de significação. Só assim o novo, o inédito, pode aparecer e renovar uma vez mais o social" (Flávio Vinicius Cauduro).

Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3141/0

 
Publicado: 2017-08-14 Mais...
 

Entrevista com Michel Marie

 

“A burguesia francesa só admitiu o cinema por causa de sua função documental, porque a ficção era menosprezada por ser uma distração popular.” (Michel Marie, entrevistado por Eduardo Portanova).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3428


 
Publicado: 2017-07-14 Mais...
 

Homenagem a Baudrillard, o paroxista diferente

 

“Diante da questão, por que as pessoas veem o Big Brother?, Baudrillard sugeriu a hipótese da ‘democracia radical’. Numa democracia convencional, o preço da fama era o mérito. Big Brother instaura a ‘democracia radical’: todos podem ser famosos sem mérito algum, a não ser o de se tornar visível. Triunfo da mediocridade na era das celebridades descartáveis” (Juremir Machado da Silva).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3407

 
Publicado: 2017-07-14 Mais...
 

O poder das palavras e ideias: o caso do fundamentalismo islâmico

 

“Nas disputas ideológicas e ‘iteológicas’, certos tipos de pessoas creem antes de ver. Como ocorre no caso fundamentalista, predomina nestes ambientes a fé cega. No campo grave da emoção, reina em tal mente, condicionada fortemente pela tradição, a estereotipia que enquadra o novo nos padrões do velho, do conhecido e estimado, superestimado” (Jacques Wainberg).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3461

 
Publicado: 2017-07-08 Mais...
 

A inteligência possível do século XXI

 

“A principal função da quarta camada, que chamo inteligência possível, é endereçar os conceitos, as idéias ou as noções e, consequentemente, indexar os documentos pelos conteúdos, independentemente das línguas naturais nas quais estes documentos foram produzidos” (Pierre Lévy).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3429

 
 
Publicado: 2017-07-08 Mais...
 

De olhos abertos e fechados: estudo das narrativas de Schintzler e Kubrick

 

“Eyes Wide Shut mostra a destituição do ponto imaginário de sustentação do médico que se vê diante da morte. [...] Em seu nível mais fundamental, escreve Zizek, a fantasia diz de mim o que sou para os outros, o que o Outro vê em mim.” (José Luiz Aidar Prado) Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/fadir/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3168

 
Publicado: 2017-06-06 Mais...
 

Carla Giuliana Colona Guadalupe

 

Opinião:

Famecos es una revista académica que con toda seriedad y responsabilidad asume su tarea: la divulgación de la investigación en comunicación, tecnología y cultura con respeto por la diversidad de enfoques, metodologías, preguntas y problemas propuestos por los autores. Y no se queda allí. La revista Famecos  tiene en su estilo un toque de color y mucha energía, es un gran esfuerzo que los lectores saben apreciar. Os invito a leerla, pero sobre todo os invito a publicar en ella.  

 
Publicado: 2017-06-06 Mais...
 

Narrativas digitais e estruturas circulares

 

“A escrita criativa encontra na hipermídia e no hipertexto um espaço aberto à mescla de todas as formas poéticas, o que propicia uma verdadeira reinvenção da escrita e uma renovação das formas poéticas.” (Raquel Ritter Longhi) Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3103

 
Publicado: 2017-06-01 Mais...
 

Consumidores Pós-Modernos

 

"Nenhum anúncio publicitário, por mais sedutor que seja, convencerá os consumidores pós-modernos a abdicarem da liberdade de escolha que arduamente conquistaram. Aos demais, resta encontrar criatividade para fazer valer seus argumentos no concorrido mercado das ideias." (Gilles Lipovetsky). Em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3062

 
Publicado: 2017-05-29 Mais...
 

Raquel Ritter Longhi

 

“A escrita criativa encontra na hipermídia e no hipertexto um espaço aberto à mescla de todas as formas poéticas, o que propicia uma verdadeira reinvenção da escrita e uma renovação das formas poéticas.” Leia em: 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3103

 
Publicado: 2017-05-26 Mais...
 

"A gente se vê por aqui”: a realidade da TV numa perspectiva recepcional

 

"É da percepção de que o par real/irreal não é válido para a televisão que se questiona a sobrevivência daquela mídia mais antiga e a impertinência contemporânea de um conceito de 'ficcionalidade' Por outro lado, o desenvolvimento do conceito de 'fictício' como um terceiro não entre 'real' e 'irreal', mas entre realidades e uma capacidade humana criadora, o imaginário, acentua o papel ativo do sujeito receptor na construção de mundos nos processos de mediação." (Bruno Souza Leal, 2005). Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3335

 

 
Publicado: 2017-05-26 Mais...
 

Um estudo do capital social gerado a partir de redes sociais no Orkut e nos Weblogs

 

"A mera existência de um espaço coletivo, ou de uma rede social artificial (pessoas conectadas por um sistema que as mantêm juntas) não garante a existência de laços fortes e, muito menos, a criação de capital social e a sedimentação desse capital entre os envolvidos." (Raquel Recuero, 2005). Leia em: 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3340

 
Publicado: 2017-05-25 Mais...
 

Sherry Turkle

 

"As comunidades virtuais podem ser como bares, bistrôs, cafés. Não possuem a intimidade da família nem o anonimato da rua. Posicionam-se entre o público e o privado. Tais espaços tornaram-se raros no real […]". Leia em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3057

 
Publicado: 2017-05-19 Mais...
 

Alberto Pena-Rodríguez, Universidade de Vigo (Espanha)

 

A Revista Famecos é um espaço de debate acadêmico singular, de reflexão teórica e empírica, mas também de descoberta de novos olhares culturais desde a perspectiva interdisciplinar da comunicação no espaço ibero-americano. A excelente qualidade dos trabalhos até agora publicados, assinados por  autores de referência internacional como Jean Braudillard, convertem à Revista Famecos numa das publicações latinoamericanas mais relevantes e influeintes para o estudo dos diferentes fenômenos da comunicação panorama atual.

 
Publicado: 2017-05-16 Mais...
 

Michel Maffesoli

 

"É da árvore do conhecimento que o político tira a sua dignidade. Sem isso, termina na água suja do banho, a famosa política partidária, objeto de riso e de desprezo geral. Do mesmo modo, ele deve saber captar o “espírito-princípio”, a “ideia-força” de cada época histórica e que funciona como agente subterrâneo produzindo vida e movimento." Leia em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/13644 

 
Publicado: 2017-05-16 Mais...
 

Consumidores Pós-Modernos

 

"Nenhum anúncio publicitário, por mais sedutor que seja, convencerá os consumidores pós-modernos a abdicarem da liberdade de escolha que arduamente conquistaram. Aos demais, resta encontrar criatividade para fazer valer seus argumentos no concorrido mercado das ideias." (Gilles Lipovetsky). Em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3062

 
Publicado: 2017-05-09 Mais...
 

Design e transgressão

 

"(...) criar é desviar-se de certas regras, leis e convenções sociais e de seus símbolos mais representativos, em busca de novas configurações semióticas e novas possibilidades de significação. Só assim o novo, o inédito, pode aparecer e renovar uma vez mais o social" (Flávio Vinicius Cauduro).

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3141/0


 
Publicado: 2017-05-09 Mais...
 

Professor Tietzmann: Criador das capas da Revista Famecos

 

O  Prof. Roberto Tietzmann é o criador das capas de nossas edições. Faz parte do corpo permanente de professores e pesquisadores do Programa de Pós-graduação em Comunicação da FAMECOS (PUCRS). É coordenador do grupo de pesquisa ViDiCa – Cultura Audiovisual Digital e coordenador adjunto do DaVIs  - projeto de pesquisa interdisciplinar de mineração visual de dados.  É doutor em Comunicação Social pela PUCRS (2010), onde estudou efeitos visuais, montagem e narrativa cinematográfica através dos filmes de King Kong.  É Mestre em Comunicação Social também pela PUCRS (2005), tendo realizado uma pesquisa sobre comunicação visual e cinema através dos créditos de abertura de filmes. O professor Tietzmann é graduado em Publicidade e Propaganda pela UFRGS (1997), onde estudou interfaces homem-computador para produtos interativos de comunicação. 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2403852593758632

 
Publicado: 2017-05-09 Mais...
 

A era da informação: gênese de uma denominação descontrolada

 

(...) "o desafio maior do saber se tornou sua conversão em mercadoria e sua integração nas novas estratégias industriais e comerciais, militares e políticas. Um momento onde o critério de validação do saber que procura se impor é o da performance/performatividade, da eficiência mensurável em relação ao input/output, da linguagem da operatividade no sentido dos que decidem e do capital." (Armand Mattelart).

Leia em: 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/5399



 
Publicado: 2017-04-28 Mais...
 

A crítica de Nietzsche à cultura de massa

 

"(...) a crítica negativa e radical de Nietzsche à cultura de massa é valiosa e certamente encontraria um grande número de alvos hoje em dia. Mas eu defenderia contra Nietzsche uma ótica mais dialética, que vê no que eu chamo de cultura da mídia um terreno disputado, um local de lutas sociais, que contém aspectos reacionários e progressistas, afirmadores tanto quanto opressivos em relação à vida." (Douglas Kellner). Leia em:

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3078

 
Publicado: 2017-04-28 Mais...
 

A construção da Constituição de 1988 aos olhos da imprensa

 

O artigo da pesquisadoraCândida Emília Borges Lemos (UNA) analisa o desempenho jornalístico das revistas semanais brasileiras Istoé Veja no período da Assembleia Constituinte de 1987/88 no Brasil. A imprensa é concebida como integrante da cultura política e social de um país. Portanto, é geradora de opiniões e visões de mundo, porém, ao mesmo tempo, reflete a dinâmica social e política. É a síntese de um determinado tempo histórico e contribui para a formação desse mesmo momento, ao criar referenciais ideológicos e valorativos na opinião pública. No período em tela, as discussões travadas na Assembleia Nacional Constituinte refletiam as forças políticas que atuavam na trama social para se confeccionar um articulado constitucional. Neste contexto, cada votação refletia a disputa social para além dos partidos políticos, no jogo de interesses de grupos e  segmentos sociais e suas ideologias. Leia o artigo completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/21448/13669

 
Publicado: 2017-04-20 Mais...
 

Praças polifônicas: o som e a música popular como tecnologias de comunicação no espaço urbano

 

O artigo dos pesquisadores Luiz Henrique Assis Garcia e Pedro Silva Marra (UFMG) tem como objetivo compreender como, através do uso de som e da música popular, os habitantes da cidade delineiam diferentes práticas para partilhar, disputar e dividir o espaço em duas praças de Belo Horizonte (MG-BR). Para tanto, manipulam sons e seus parâmetros, tais como intensidade, freqüência e espacialidade, e mobilizam diferentes repertórios musicais. Tomando a paisagem sonora como uma técnica metodológica que permite acessar o som e a prática musical localizada no espaço em sua materialidade, foram analisados textos, imagens e sons para demonstrar como as pessoas dão forma a fronteiras e ambiências sonoras - móveis e transitórias, mas recorrentes -  “discotecando” a sonoridade do lugar através de tais tecnologias da comunicação. Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/21533/13672

 
Publicado: 2017-04-20 Mais...
 

Campanhas online e twitter: a interação entre campanhas e eleitores nas eleições presidenciais brasileiras de 2010

 

Desde 1996, pesquisadores se debruçam sobre especulações de ordem teórica e exames empíricos para refletir sobre quais os ganhos democráticos e estratégicos da interação direta, via tecnologias digitais entre candidatos e partidos com eleitores. O artigo do pesquisador Camilo de Oliveira Aggio (UFBA) pretende avaliar a frequência de uso de recursos interativos por candidatos à presidência do Brasil em 2010 no Twitter, além de propor e aplicar uma metodologia que permita aferir com precisão o quão efetivas foram tais interações e com quais finalidades políticas e estratégicas foram empregadas. Conclui-se que os três principais candidatos a presidente do Brasil em 2010 apresentaram índices significativos de interação. No entanto, a comunicação horizontal das campanhas não serviu majoritariamente à discussão de ideias, posicionamentos e projetos políticos. Leia o artigo completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/22088/13705
 
Publicado: 2017-04-17 Mais...
 

Big Brother: telemorfose e criação de poeira

 

"Big Brother tornou-se um conceito universal, uma síntese de parque humano de atrações, de gueto, de quarto fechado e de Anjo Exterminador. A reclusão voluntária como laboratório de uma convivência sintética, de uma socialidade telegeneticamente modificada." (Jean Baudrillard) 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3148/2419

 


 
Publicado: 2017-04-17 Mais...
 

Campanhas online e twitter: a interação entre campanhas e eleitores nas eleições presidenciais brasileiras de 2010

 

Desde 1996, pesquisadores se debruçam sobre especulações de ordem teórica e exames empíricos para refletir sobre quais os ganhos democráticos e estratégicos da interação direta, via tecnologias digitais entre candidatos e partidos com eleitores. O artigo do pesquisador Camilo de Oliveira Aggio (UFBA) pretende avaliar a frequência de uso de recursos interativos por candidatos à presidência do Brasil em 2010 no Twitter, além de propor e aplicar uma metodologia que permita aferir com precisão o quão efetivas foram tais interações e com quais finalidades políticas e estratégicas foram empregadas. Conclui-se que os três principais candidatos a presidente do Brasil em 2010 apresentaram índices significativos de interação. No entanto, a comunicação horizontal das campanhas não serviu majoritariamente à discussão de ideias, posicionamentos e projetos políticos. Leia o artigo completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/22088/13705
 
Publicado: 2017-04-06 Mais...
 

Big Brother: telemorfose e criação de poeira

 

"Big Brother tornou-se um conceito universal, uma síntese de parque humano de atrações, de gueto, de quarto fechado e de Anjo Exterminador. A reclusão voluntária como laboratório de uma convivência sintética, de uma socialidade telegeneticamente modificada." (Jean Baudrillard) 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3148/2419

 


 
Publicado: 2017-04-04 Mais...
 

DJ Jesus Luz?! Controvérsias, capital subcultural e performance de gosto em uma cena de música eletrônica

 

O artigo das pesquisadoras Simone Pereira de Sá e Beatriz Polivanov (UFF) tem como ponto central discutir questões de gosto, valor, e disputas simbólicas (Bourdieu; 2008, Thornton;1996; Frith; 1996) de atores de uma cena de música eletrônica brasileira (Straw; 1991). Para tal, a análise está focada no caso do modelo Jesus Luz, que namorou Madonna e posteriormente se tornou DJ, suscitando uma série de polêmicas relacionadas à autenticidade de suas performances. O caso de Jesus Luz será tratado como uma controvérsia (Latour; 1994; 2005) que nos permite apreender a performance de gosto (Hennion, 2003; 2007) dos atores da cena eletrônica “em ação”.  Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/20971/13700

 
Publicado: 2017-04-03 Mais...
 
1 a 30 de 59 itens 1 2 > >>