As mulheres em Godard: contrapontos à teoria feminista do cinema em Une Femme est une Femme (1961)

2016-09-30

O artigo “As mulheres em Godard: contrapontos à teoria feminista do cinema em Une Femme est une Femme” (1961), do pesquisador‏ Rodrigo Cássio Oliveira (UEG), propõe uma releitura das discussões de Laura Mulvey sobre o “olhar masculino” do cinema narrativo, baseada em certa interpretação da linguagem cinematográfica e na psicanálise freudiana. A contribuição dessa releitura para a área de conhecimento em comunicação/cinema diz respeito ao confronto de perspectivas metodológicas que estão presentes no texto: de um lado, a análise fílmica e suas possibilidades de sistematizar o conhecimento sobre os processos narrativos no cinema (defendida e praticada no artigo); de outro, a visada teórica de pretensão mais universalizante, que teoriza estes mesmos processos sem prender-se aos casos específicos. Em um panorama amplo, o paradigma dos “estudos feministas” do cinema está em constante revisão, e este trabalho inédito contribui para isto na medida que problematiza os métodos adotados historicamente pela pesquisa acadêmica da área. Leia o texto completo no link abaixo.

 http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/22912/14604