Michel Maffesoli

2017-05-16

"É da árvore do conhecimento que o político tira a sua dignidade. Sem isso, termina na água suja do banho, a famosa política partidária, objeto de riso e de desprezo geral. Do mesmo modo, ele deve saber captar o “espírito-princípio”, a “ideia-força” de cada época histórica e que funciona como agente subterrâneo produzindo vida e movimento." Leia em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/13644