A (não) cobertura dos riscos ambientais: debate sobre silenciamentos do jornalismo

2017-08-31

O artigo dos pesquisadores Eloisa Loose (UNINTER), Ângela Camana e Roberto Belmonte (UFRGS) propõe um debate a respeito do papel do jornalismo no que tange dar visibilidade aos riscos ambientais. Após revisão de literatura e discussão a partir de casos de cobertura sobre riscos ambientais, verificou-se que há muitos silenciamentos no jornalismo. Dentre as considerações, constatou-se que os próprios valores que guiam a construção da notícia impedem a emergência de um jornalismo comprometido com a percepção dos riscos, fato este que – por sua vez – dificulta o enfrentamento dos mesmos. Logo, argumenta-se que as mudanças da sociedade devem implicar também em transformações das lógicas jornalísticas. Leia o artigo completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/26545/15688