A sociologia interpretativa

2017-08-28

“Em contraponto ao mito prometeico - a domesticação racional da natureza -, assistimos, segundo Maffesoli, a um retorno dos valores dionisíacos, os quais escondem uma lógica das paixões que ultrapassa o quadro das práticas sexuais. Essa exacerbação dos afetos se enraíza em uma centralidade subterrânea, característica da pós-modernidade, e cujas formas tribais de agregação, por exemplo, as juvenis, constituem um indício sociológico. (Patrick Tacussel). Leia em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3163