Revista FAMECOS

Mídia, cultura e tecnologia

 

Notícias

 

Pandemia e biografia no jornalismo

 

O artigo “Pandemia e biografia no jornalismo: uma análise dos relatos pessoais da experiência com a Influenza H1N1 em O Dia”, dos pesquisadores Igor Sacramento e Kátia Lerner (UFRJ) analisa os relatos pessoais da experiência com a Influenza H1N1 publicados no jornal O Dia, entre maio e agosto de 2009. Sob dois formatos distintos – Viva Voz e Carta Aberta –, tais relatos se constituíram como uma forma de alargamento do discurso direto e da presença do “outro” dentro das reportagens sobre o assunto, ganhando um espaço específico e destacado para pequenas narrativas autobiográficas, ancoradas na experiência com a então nova doença. Nesses espaços autobiográficos, os autores identificam uma oscilação entre a vitimização, a vergonha, a culpa e a indignação. Concluem que essa maior abertura à subjetividade e à alteridade garantiram reforços do pacto de referencialidade e da autoridade, próprios à enunciação jornalística. Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/19552/13484

 
Publicado: 2016-11-30
 

Redes Sociais acadêmicas: as condições de existência na área das ciências da comunicação no Brasil

 

O artigo “Redes Sociais acadêmicas: as condições de existência na área das ciências da comunicação no Brasil”, do pesquisador Dalton Martins (UFG), apresenta um estudo sobre as condições de formação das redes sociais acadêmicas de colaboração aplicado à área das Ciências da Comunicação, procurando evidenciar a relação entre as práticas sociais, os regimes de verdade e o plano de imanência formado pelos relacionamentos sociais dessa área e os indicadores estruturais que permitem analisar de forma empírica a rede de coautoria dos pesquisadores. O estudo compara os resultados com redes sociais acadêmicas de outras áreas do conhecimento e permite evidenciar as especificidades da área da Comunicação e a relação desses fatores com o próprio histórico de formação da área da Comunicação no Brasil. A metodologia parte de uma revisão bibliográfica de estudos de análise de redes sociais de colaboração científica em várias áreas do conhecimento e utiliza da base de dados do portal de revistas da área de Comunicação Univerciencie.org para analisar mais de 9.800 artigos científicos numa série histórica de 42 anos de produção. Os resultados apontam para fortes características da área de Comunicação, tais como forte fragmentação, baixo índice de colaboração e dispersão entre vários grupos. Acesse o texto completo no link abaixo.

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/23391/14609

 
Publicado: 2016-11-21
 
Outras notícias...

v. 24, n. 1 (2017): Ahead of Print


Capa da revista

Janeiro, fevereiro, março e abril, 2017.

Capa por Roberto Tietzmann.