Anúncios

Arranjos contemporâneos de convivência

2023-10-04

Orgs: Diana Marre (UAB), Fernanda Rifiotis (EHESS-Marseille), Patrice Schuch (Ufrgs), Alessandra Rinaldi (UFRRJ)

Submissões abertas até 03 demarço de 2024

O campo de estudos sobre família e parentesco tem passado por grandes transformações desde os princípios da análise antropológica, aproveitando sobretudo os aportes e críticas advindas da pesquisa feminista, pós-colonialista, etc. Na esteira dessas transformações, a Antropologia tem se empenhado em demonstrar que as formas de parentesco são tão diversas como são também as sociedades e as culturas. Nas últimas décadas, em distintas partes do mundo, com diferentes configurações, estamos assistindo ao que se tem denominado de “novos arranjos de convivência” ou “novas famílias”, baseados em formas ora duradouras, ora momentâneas de relacionalidade.

Saiba mais sobre Arranjos contemporâneos de convivência

Edição Atual

Vol. 24 Núm. 1 (2024) Volume único - Fluxo contínuo
Ver Todas as Edições