A avaliação nas diferentes etapas da Educação Básica

  • Ana Cristina dos Santos Alves
  • Cintia Bueno Marques
  • Maria Rita Bertollo
  • Shirley Sheila Cardoso
Palavras-chave: Avaliação, Diagnóstico, Competência, Questões Contextualizadas

Resumo

A avaliação é prática pedagógica que tem como finalidade o diagnóstico e o acompanhamento contínuo e reflexivo do desenvolvimento do currículo e do processo de ensino e aprendizagem. A avaliação pressupõe sempre o constatar, o agir e o melhorar. O professor deve levar em conta que o trabalho é desenvolvido por áreas do conhecimento e, portanto, a avaliação também deve apresentar-se dessa forma. Os instrumentos avaliativos devem ser coerentes, diferenciados e adequados, de maneira a garantir a qualidade desse importante processo. Cada nível de ensino e cada ano tem suas especificidades e devem ser consideradas pelo professor, levando em conta os aspectos pertinentes à escolaridade e à faixa etária dos estudantes. Um bom instrumento avaliativo deve apresentar questões nos níveis básico, adequado e avançado, evidenciando o desenvolvimento das competências previstas para o período. A valorização das diferentes aprendizagens se faz necessária, percebendo o estudante como um todo, isto é, de acordo com suas potencialidades e nas diferentes áreas do conhecimento. A avaliação deve ser tanto das competências acadêmicas quanto das políticas, ético-estéticas e tecnológicas, contemplando as relações interpessoais, as atitudes que expressem os valores cristãos e a formação de hábitos saudáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina dos Santos Alves

Mestre em Letras. Assessora da Área de Linguagens da Gerência Educacional.

Cintia Bueno Marques

Doutora em Educação. Assessora Pedagógica da Gerência Educacional.

Maria Rita Bertollo

Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino. Supervisora pedagógica dos Anos Iniciais da Gerência Educacional.

Shirley Sheila Cardoso

Mestre em Educação. Supervisora pedagógica dos Anos Finais e EM da Gerência Educacional.

Referências

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 24 nov. 2014.

MACEDO, Lino de. Situação-problema: forma e recursos de avaliação, desenvolvimento de competências e aprendizagem escolar. In: PERRENOUD, Philippe, THURLER, Monica Gather. As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2002.

PERRENOUD, Philippe. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens: entre duas lógicas. Porto Alegre: Artmed, 1999.

SILVA, Janssen Felipe da; HOFFMANN, Jussara; ESTEBAN, Maria Teresa (Orgs.). Práticas avaliativas e aprendizagens significativas: em diferentes áreas do currículo. 8. ed. Porto Alegre: Mediação, 2010.

UNIÃO MARISTA DO BRASIL. Projeto Educativo do Brasil Marista: nosso jeito de conceber a educação básica. Brasília: UMBRASIL, 2010.

Tessituras do currículo Marista: matrizes curriculares de educação básica: área de linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília: UMBRASIL, 2014.

Tessituras do currículo Marista: matrizes curriculares de educação básica: área de ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: UMBRASIL, 2014.

Tessituras do currículo Marista: matrizes curriculares de educação básica: área de matemática e suas tecnologias e área de ciências da natureza e suas tecnologias. Brasília: UMBRASIL, 2014.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

ZABALA, Antoni; ARNAU, Laia. Como aprender e ensinar competências. Porto Alegre: Artmed, 2010.
Publicado
2020-11-19
Como Citar
dos Santos Alves, A. C., Bueno Marques, C., Bertollo, M. R., & Sheila Cardoso, S. (2020). A avaliação nas diferentes etapas da Educação Básica. Caderno Marista De Educação, 9(1), e39575. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/caderno-marista-de-educacao/article/view/39575
Edição
Seção
Artigos