Investigando modelos pedagógicos para educação a distância: desafios e aspectos emergentes

  • Maria Ivanice Vendruscolo Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Patrícia Alejandra Behar Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Modelo pedagógico. Educação a distância. Formação de professores.

Resumo

O estudo apresenta uma investigação qualitativa a respeito de modelos pedagógicos com ênfase na educação a distância, a fim de identificar seus aspectos emergentes. Os avanços sociais, econômicos, culturais e tecnológicos vêm provocando mudanças nas práticas pedagógicas. Consequentemente, provocam o surgimento de novos modelos pedagógicos. Para tal, os dados do estudo foram obtidos no Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, relativos ao período de 2001 a 2014, por pesquisa bibliográfica. E os resultados evidenciam que, de forma abrangente, os modelos pedagógicos da amostra atendem às características da geração emergente da EAD, com ênfase na aprendizagem centrada no estudante: o primado da flexibilidade, o primado da interação e o princípio da inclusão digital. Contudo, observou-se, adicionalmente, a não consolidação conceitual do termo modelo pedagógico pela comunidade científica, sendo empregado para designar, principalmente, estratégias e ferramentas pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ivanice Vendruscolo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutoranda em Informática na Educação pela UFRGS (2012). Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2007). MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC (2003). Extensão em Finanças pela UFRGS (1999) e em Educação à Distância pela PUCRS (2008). Bacharel em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica do RS (1985). Professora Assistente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais. Coordenadora e pesquisadora do Grupo de Estudos em Contabilidade Societária/UFRGS, atuando principalmente nos seguintes temas: Normas Brasileiras e Internacionais de Contabilidade (NBC/IFRS), controladoria, conversão para moeda estrangeira, teoria da contabilidade e Educação em Contabilidade. Pesquisadora dos Grupos de Trabalho Política Industrial e Internacionalização e Gestão Pública, Município e Federação do Centro de Governo CEGOV/UFRGS. Ex-Professora da Pontifícia da Universidade Católica do RS (2007/2010) e Ex-Professora da Faculdade Decision de Negócios (2008/2009). 
Patrícia Alejandra Behar, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora da Faculdade de Educação e dos Cursos de Pós Graduação em Educação (PPGEdu) e em Informática na Educação (PPGIE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

AMANTE, Lúcia. Formação de professores a distância: a experiência da Universidade Aberta de Portugal. Revista Percursos, Florianópolis, v. 12, n. 01, p. 09-26, jan./jun. 2011.

ANDERSON, Terry; DRON, Jon. Three generations of distance education pedagogy. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, v. 12, n. 3, p. 80-97, Mar. 2011.

AVENDAÑO-CASTRO, William Rodrigo. Un modelo pedagógico para la educación ambiental desde la perspectiva de la modificabilidad estructural cognitiva. Revista Luna Azul, Colômbia, n. 36, p. 110-133, jan./jun. 2013.

BECKER, Fernando. Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos. In: BECKER, Fernando (orgs.). Educação e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 2001.

BEHAR, Patricia Alejandra. Modelos pedagógicos em educação a distância. In: BEHAR, Patricia Alejandra (orgs.). Modelos pedagógicos em educação a distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

BORDENAVE, Juan Díaz; PEREIRA, Adair Martins. Estratégias de ensino-aprendizagem. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

CARVALHO, Marie Jane Soares; NEVADO Rosane Aragón de; MENEZES, Crediné Silva de. Arquiteturas pedagógicas para educação a distância. In: Aprendizagem em rede na educação a distância: estudos e recursos para formação de professores. Porto Alegre: Ricardo Lenz, 2007.

GALAGOVSKY, Lídia; ADÚRIZ-BRAVO, Agustín. Modelos y analogías en la enseñanza de las Ciencias Naturales: el concepto de modelo didáctico analógico. Enseñanza da las Ciencias, Barcelona, v. 19, n. 2, p. 231-242,

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed., 8ª reimpr. São Paulo: Atlas, 2007.

GOMES, Luiz Fernando. EAD no Brasil: perspectivas e desafios. Avaliação (Campinas) [on-line]. v. 18, n. 1, p. 13-22, 2013.

KEEGAN, Desmond. J. Theoretical principles of distance education. London: Routledge, p. 22-38, 1983.

LITTO, Fredric M. Aprendizagem a distância. São Paulo: Imprensa Oficial, 2010.

LOAIZA, Fernando Romero; RAMIREZ, Hernán Gil; LINDO, Marta Isabel obon. La universidad a distancia y la universiad virtual: el modelo pedagógico. Revista de Ciencias Humanas, Colombia, v. 28, p. 143-153, un. 2001, MAGALHÃES, Cleyton V. C.; SANTOS, Ronnie E. S.; SILVA, Fabio Q. B. da; GOMES, Alex Sandro Gomes. Caracterizando a pesquisa em informática na educação no Brasil: um mapeamento sistemático das publicações do SBIE. In: Congresso Brasileiro de Informática na Educação. 24, Anais ... CBIE, 2013.

MARTINS, Joberto S. B.; QUADROS, Teresinha. An integrated pedagogical approach for distance learning courses: curriculum, ICT and management. International Federation for Information Processing, v. 210, Education for the 21 Century – Impact of ICT and Digital Resources, eds. D. Kumar, and Turner J. (Boston: Springer), p. 363-367, 2006.

MOORE, Michael G.; KEARSLEY, Greg. Educação a distância: uma visão integrada. Tradução Roberto Galman. 1. ed., 2ª reimpr. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

MORAN, José Manuel. Aperfeiçoando os modelos de EAD existentes na formação de professores. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 3, p. 286-290, set./dez. 2009.

MOREIRA, José António Marques; BARROS, Rita Manuela; MONTEIRO, Angélica Maria. Autoconceito académico em ambientes virtuais de aprendizagem. Revista Brasileira de Informática na Educação [on-line], v. 22, n. 2, p. 31-46, 2014.

MORENO, Herroro. Modelos educativos y pedagógicos. In: Moreno, H. (org.). Modelos educativos pedagógicos y didácticos. Bogotá: Géminis, 2003. p. 11-95.

NEVADO, Rosane Aragón de; FAGUNDES Léa da Cruz; BASSO, Marcus Vinicius; DUTRA, Ítalo Modesto; PAIM, Marcos Flávio. Um recorte no estado da arte: o que está sendo produzido? O que está faltando segundo nosso sub-paradigma? (premiado). In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, Vitória, ES. Anais ... SBIE 2001, p. 61-68, nov. 2001.

OCAÑA, Alexander. L. Ortiz. Manual para elaborar el modelo pedagógico de la institución educativa. Colômbia: Editorial Antillas, 2009.

PEREIRA, Alda; MENDES, António Quintas; MORGADO, Lina; AMANTE, Lúcia; BIDARRA, José. Modelo pedagógico virtual da Universidade Aberta: para uma universidade do futuro. Lisboa: Universidade Aberta, 2007.

PETERS, Otto. A educação a distância em transição: tendências e desafios. Tradução de Leila Ferreira de Souza Mendes. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2009.

PINILLA-ROA, Análida Elizabeth. Modelos pedagógicos y formación de profesionales en el área de la salud. Acta Médica Colombiana, Colombia, v. 36, n. 4, p. 204-218, out./dez. 2011.

SILVA, Antônio C. R. da. Metodologia da pesquisa aplicada à contabilidade: orientações de estudos, projetos, relatórios, monografias, dissertações, teses. São Paulo: Atlas, 2003.

Publicado
2016-12-22
Como Citar
Vendruscolo, M. I., & Behar, P. A. (2016). Investigando modelos pedagógicos para educação a distância: desafios e aspectos emergentes. Educação, 39(3), 302-311. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2016.3.20666
Seção
Artigos