O estudo da água através de um ambiente virtual de aprendizagem com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental

  • Janaina Ramos Ziegler Centro Universitário Univates
  • Fernada Eloisa Schmitt Centro Universitário Univates
  • Márcia Jussara Hepp Rehfeldt Centro Universitário Univates
  • Miriam Inês Marchi Centro Universitário Univates
Palavras-chave: Ambiente virtual de aprendizagem. Água. Ensino Fundamental.

Resumo

O presente trabalho é fruto de uma prática realizada em uma escola do Vale do Taquari/RS, com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, a qual foi desenvolvida a partir da proposta exibida na disciplina de Ambientes Virtuais de Aprendizagem do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Exatas do Centro Universitário UNIVATES. Dessa forma, elaborou-se um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), utilizando-se algumas das ferramentas disponíveis neste ambiente, com o objetivo de apresentar aos alunos o tema “Água” na disciplina de Ciências. Por se tratar de um público jovem, também chamado de nativos digitais, desenvolveu-se um ambiente cuja caraterística principal foi o uso de imagens. Para isso, contou-se com o apoio da TV Univates, para a elaboração de um vídeo sobre as fases da água, sendo esse um dos materiais disponibilizados para o estudo do tema. Os resultados apontaram para a curiosidade e autonomia dos alunos ao se interessarem por determinado assunto e pesquisarem mais sobre ele. Um material didático muito apreciado pelos alunos foi o vídeo explicativo, o qual gerou muitos comentários positivos. Entre as dificuldades apresentadas, destacam-se as apresentadas nas questões de múltipla escolha, pois os alunos se confundiram com as alternativas e, também, os problemas com o login no ambiente, esquecendo a senha ou trocando caracteres do e-mail. Ao final das atividades, todos gostaram da experiência e questionaram se não poderiam ter mais aulas no ambiente virtual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais Ciências Naturais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Banco internacional de objetos educacionais. Brasília: MEC. Disponível em: http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/ - Acesso em: 12 jul. 2013.

LISBÔA, E. S.; JUNIOR, J. B. B.; COUTINHO, C. P. O contributo do vídeo na educação online. In: CONGRESSO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGUÊS DE PSICOPEDAGOGIA, X., 2009, Braga. Actas... Braga: Universidade do Minho, 2009. Disponível em: http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9593/1/ContributoVideo.pdf - Acesso em: 5 ago. 2013.

MORIN, Edgar. Os sete necessários à educação do futuro. Tradução de Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya. 2. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000.

MESSA, Wilmara Cruz. Utilização de ambientes virtuais de aprendizagem – AVAS: a busca por uma aprendizagem significativa. In: Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 9, 2010. Qualis – ISSN 1086-1362. Disponível em: http://www.abed.org.br/revistacientifica/Revista_PDF_Doc/2010/2010_2462010174147.pdf - Acesso em: 10 jul. 2013.

PRENSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants. In: On the Horizon. MCB University Press, v. 9, n. 5. Oct. 2001. Tradução de Roberta de Moraes Jesus de Souza. Disponível em: http://crisgorete.pbworks.com/w/file/fetch/58325978/Nativos.pdf - Acesso em: 30 jul. 2013.

RATIER, Rodrigo. O que é um Gêiser? In: RATIER, R. Mundo estranho. Editora Abril. Disponível em: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-e-um-geiser - Acesso em: 12 jul. 2013.

REFELDT, M. J. H. A aplicação de modelos matemáticos emsituações-problemas empresariais, com uso do software LINDO. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009. f. 206+anexos.

ROSA, Emiliana Faria; LUCHI, Marcos. Semiótica imagética: a importância na aprendizagem. In: ENCONTRO DO CELSUL, IX., out. 2010, Palhoça, SC. Anais ... Palhoça: Universidade do Sul de Santa Catarina, 2010.

Publicado
2014-10-13
Como Citar
Ziegler, J. R., Schmitt, F. E., Hepp Rehfeldt, M. J., & Marchi, M. I. (2014). O estudo da água através de um ambiente virtual de aprendizagem com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental. Educação Por Escrito, 5(2), 301-314. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2014.2.17106