Impressões e sentimentos das gestantes sobre a ultra-sonografia e suas implicações para a relação materno-fetal no contexto de anormalidade fetal

  • Aline Grill Gomes
  • Cesar Augusto Piccinini Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Resumo


O confronto entre o filho imaginário e o real assume uma dimensão muito maior, diante de um diagnóstico de anormalidade fetal e tende a repercutir intensamente no âmbito familiar. O presente estudo buscou investigar as impressões e os sentimentos das gestantes sobre a ultra- sonografia e suas implicações para a relação materno-fetal no contexto de anormalidade fetal. Participaram do estudo três gestantes primigestas cujos bebês apresentavam diagnóstico de anormalidade fetal. Elas tinham entre 21 e 30 anos, e a idade gestacional era de 28 a 35 semanas. As participantes foram entrevistadas três meses depois da notícia do diagnóstico de anormalidade. Análise de conteúdo qualitativa das entrevistas revelou que a ultra-sonografia foi vista com ambivalência pelas gestantes que reconheceram tanto aspectos positivos como negativos do exame. Após o diagnóstico, as mães revelaram uma visão bastante positiva em relação aos bebês, além de uma intensificação do vínculo com ele, o que sugere a necessidade da mãe de assegurar amor e admiração mesmo diante da anormalidade do bebê. Palavras-chave: relação mãe-feto; ultra-sonografia obstétrica; anormalidade fetal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Grill Gomes
Psicóloga (PUCRS), Psicoterapeuta com Formação em Psicoterapia Psicanalítica (Instituto de Ensino e Pesquisa em Psicoterapia – IEPP). Mestre e Doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento do Curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob orientação do Prof. Dr. Cesar Piccinini.
Cesar Augusto Piccinini, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Doutorado e pós-Doutorado na University College London (Inglaterra). Pesquisador do CNPq e Professor do Curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Publicado
2007-10-04
Como Citar
Gomes, A. G., & Piccinini, C. A. (2007). Impressões e sentimentos das gestantes sobre a ultra-sonografia e suas implicações para a relação materno-fetal no contexto de anormalidade fetal. Psico, 38(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/1925
Seção
Artigos