A Gestação do Segundo Filho: Sentimentos e Expectativas da Mãe

  • Carolina Marocco Esteves Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Joice Cadore Sonego Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Rita de Cássia Sobreira Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Cesar Augusto Piccinini Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Maternidade, Gestação, Segundo filho.

Resumo

O presente estudo investigou sentimentos e expectativas em mães grávidas do segundo filho. Participaram da pesquisa 21 mulheres que estavam no terceiro trimestre de gestação do segundo filho e que o primeiro filho estava em idade pré-escolar. Todas as participantes residiam na região metropolitana de Porto Alegre (RS), eram casadas e o marido era o pai de seus dois filhos. As mães foram entrevistadas individualmente e suas respostas foram examinadas através de uma análise de conteúdo qualitativa. Foi desenvolvida uma estrutura de categorias derivadas da literatura, assim como da leitura das entrevistas. Percebeu-se que há especificidades no que diz respeito aos sentimentos e às expectativas da mãe no contexto do nascimento de um segundo filho, especialmente em relação à vivência da gestação e ao envolvimento emocional da mãe com este bebê, devido ao fato de ela já ter um filho. Implicações clínicas dos achados também são discutidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Marocco Esteves, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Graduou-se em Psicologia, no ano de 2003, pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. É Mestre em Psicologia do Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Possui Residência em Psicologia Hospitalar pelo Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. Atualmente, é aluna do 2 ano de formação na Sociedade Brasileira de Psicanálise Winnicottiana. Pesquisadora da área de Psicologia Hospitalar e Psicologia do Desenvolvimento, com ênfase em Desenvolvimento Infantil, dos seguintes temas: desenvolvimento emocional, primeiros anos de vida, nascimento pré-termo e a experiência da maternidade no contexto da prematuridade. Além disso, tem experiência em psicologia clínica com crianças, adolescentes e adultos. Atua em consultorio particular.
Joice Cadore Sonego, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Maria (2004) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007). Atualmente é doutoranda em Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: psicanálise, psicologia do desenvolvimento, interdisciplinaridade.
Rita de Cássia Sobreira Lopes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Brasília (1982), graduação em Licenciatura Em Psicologia pela Universidade de Brasília (1981) e doutorado em Psicologia - University of London (1993). Atualmente é professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Está vinculada ao programa de pós-graduação em Psicologia, na área de Psicologia do Desenvolvimento, com ênfase em Desenvolvimento Emocional. Sua linha de pesquisa abarca, principalmente, os seguintes tópicos: desenvolvimento emocional primitivo, parentalidade, gestação, parto e puerpério.
Cesar Augusto Piccinini, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutor pela University of London (Inglaterra), com Pós-Doutorado na mesma Instituição; Mestre em Psicologia pela Universidade de Brasília; Psicólogo pela UFRGS. Professor na Graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado em Psicologia da UFRGS. Dedica-se à pesquisa sobre os aspectos subjetivos e comportamentais relacionados à interação pais-bebê/criança, com destaque para as relações familiares na infância, transição para a maternidade e paternidade; e, avaliação de intervenções precoces. As pesquisas e intervenções envolvem diferentes contextos de desenvolvimento infantil, tais como: anormalidade fetal, parto, prematuridade, depressão pós-parto, gravidez adolescente, malformação, doença crônica, HIV/Aids, problemas de comportamento, filho único, nascimento do segundo filho e famílias uniparentais.
Publicado
2014-02-11
Como Citar
Esteves, C. M., Sonego, J. C., Lopes, R. de C. S., & Piccinini, C. A. (2014). A Gestação do Segundo Filho: Sentimentos e Expectativas da Mãe. Psico, 44(4), 542-551. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/12284
Seção
Artigos