A lei dos irmãos

  • Michel Maffesoli Instituto Universitário da França
Palavras-chave: Tribalismo, hedonismo, socialidade

Resumo

Assistimos à volta de uma época sensualista, com os preconceitos próprios às contaminações que os “ídolos da tribo” suscitam, mas, igualmente, com os fervores fraternais que eles não deixam de impulsionar. Há idolatria no espírito do tempo e todos os domínios da vida social estão contaminados. Podemos considerar que o paradigma pós-moderno se enraíza em uma espécie de “razão prática” do affrèrement. O prazer de “ser” é coletivo. Está em sua estrutura proceder por contaminação. Epidemia que as redes de Internet trabalham para consolidar. Não há nada de individual nestas áreas. A excitação e a histeria são comunitárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Maffesoli, M. (2012). A lei dos irmãos. Revista FAMECOS, 19(1), 6-15. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2012.1.11337
Seção
Metodologias