Construindo o Estado de Conhecimento sobre a contação de histórias na Extensão Universitária

  • Carla Cassel Silva Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Estado de conhecimento. Contação de histórias. Extensão Universitária. Projeto de extensão. Formação de leitores. Banco de Teses/CAPES.

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de verificar a produção científica sobre a contação de histórias na extensão universitária, especificamente, com acadêmicos extensionista contadores de histórias, tendo o objetivo de esboçar o “estado de conhecimento” nesse campo de investigação. A seleção do material foi realizada através de leitura flutuante, no Banco de Teses da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, das dissertações e teses defendidas em 2011 e 2012, único período provisoriamente disponível. A metodologia adotada para a produção deste artigo foi a leitura flutuante, bibliografia anotada e, posteriormente, a análise de dados. O artigo apresenta um breve panorama sobre a importância da contação de história, da extensão universitária, o estado de conhecimento e as considerações finais, que buscam evidenciar as conclusões da pesquisadora. Observa-se que a produção científica na temática contação de histórias, embora em número cada vez maior, ainda é bastante tímida, se relacionada às estudadas neste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Cassel Silva, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Mestranda em Educação Programa de Pós-Graduação em Educação PUCRS

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1997.

ANDRADE, Aldanei Menegaz de. Quem conta um conto, aumenta um ponto: contadores de histórias no Distrito Federal (1991 a 2011). 2012. 144 f. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília, Brasília, 2012. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11641 - Acesso em: 24 abr. 2014.

ANDRÉ, Simone Ribeiro Barros. O que narram os contadores de histórias: memórias, histórias e práticas. 2012. 295f. (Mestrado Acadêmico em Educação) – Faculdade de Formação de Professores de São Gonçalo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em:

http://ppgedu.org/wp-content/uploads/2014/02/Dissertação-Simone-André.pdf - Acesso em: 27 abr. 2014.

BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise dos contos de fadas. 21. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, MEC, 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf - Acesso em: 19 maio 2014.

CAMARA, Maria das Dores da Silva Timoteo da. Corporeidade e humanescência: cenários ludopoiéticos na vida de professores contadores de história. 2012. 159f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. CAPES. Banco de Teses e Dissertações. Disponível em: http://www.capes.gov.br/servicos/banco-de-teses - Acesso em: 21 mar. 2014.

LLOSA, Mario Vargas. El hablador. Santiago: Siex Barral, 1987.

MOROSINI, Marília Costa (Org.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária. v. 2. Brasília, DF: Inep/MEC, 2006.

RAMOS, Ana Claudia. Contação de histórias: um caminho para a formação de leitores? 2011. 133p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Comunicação e Artes, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2011. Disponível em: http://www.uel.br/pos/mestredu/images/stories/downloads/dissertacoes/2011/2011_-_RAMOS_Ana_Claudia.pdf - Acesso em: 21 mar.

RIVOIRE, Luciene. Quem conta um conto: o amor como encontro na contação de histórias. 2012. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Artes Cênicas) – Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/61123/000864831.pdf?sequence=1 - Acesso em: 27 abr. 2014.

SCHNEID, Jucelma Terezinha Neves. A arte de contar histórias e a formação de novos leitores em múltiplos suportes. 2011. 96f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2011. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/61123/000864831.pdf?sequence=1 - Acesso em: 24 abr. 2014.

SOSA, Jesualdo. La literatura infantil. Ensayo sobre ética, estética y psicopedagogía de la literatura infantil. 7. ed. Buenos Aires: Losada, 1982.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Pró-Reitoria de Extensão. PROREXT. Disponível em: http://www.ufrgs.br/prorext/prorext-1 - Acesso em: 20 mar. 2014.

Publicado
2014-09-23
Como Citar
Silva, C. C. (2014). Construindo o Estado de Conhecimento sobre a contação de histórias na Extensão Universitária. Educação Por Escrito, 5(2), 165-177. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2014.2.17793