Enfrentamento da vulnerabilidade no consumo de álcool entre universitários: ponderações de acadêmicos do PET-Saúde

  • Lucimare Ferraz Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Fatima Ferretti Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Aline Tecchio Borsoi Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Vanise Dal Piva Universidade Comunitária da Região de Chapecó
  • Vivian Breglia Rosa Vieira Universidade Comunitária da Região de Chapecó
Palavras-chave: Consumo de bebidas alcoólicas. Estudantes. Educação superior.

Resumo

Este artigo relata uma vivência de educação em saúde que teve por objetivo trabalhar, de maneira inovadora, o tema consumo de bebidas alcoólicas entre universitários, com atores do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde), de uma universidade do oeste de Santa Catarina. Para fundamentar a intervenção, inicialmente realizouse uma revisão integrativa da literatura para identificar a prevalência do consumo de álcool entre universitários brasileiros. Na sequência, utilizou-se a estratégia da construção de painel com as opiniões dos sujeitos sobre a temática. A intervenção permitiu aos estudantes do PET-Saúde a aproximação com o contexto atual sobre o consumo de álcool entre universitários, resultando em propostas de enfrentamento dessa vulnerabilidade. Concluiu-se que essa foi uma experiência exitosa de formação em saúde, pois os petianos constituíram-se em agentes multiplicadores de conhecimentos entre seus pares na universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucimare Ferraz, Universidade Comunitária da Região de Chapecó
Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Professora do Programa de Mestrado em Ciências da Saúde da Unochapeco e do Curso de Enfermagem da UDESC.
Fatima Ferretti, Universidade Comunitária da Região de Chapecó
Doutora em Ciências da Saúde, docente do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ.
Aline Tecchio Borsoi, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Nutricionista. Mestranda do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ. 

Vanise Dal Piva, Universidade Comunitária da Região de Chapecó
Farmaceutica. Mestranda do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ.
Vivian Breglia Rosa Vieira, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Professora do Curso de Nutriição e Tutora do Pet-Saúde da Unochapeco. Mestranda do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ. 

Referências

AMORIM, Thiago Chaves et al. Avaliação da dependência alcoólica entre estudantes de medicina no nordeste brasileiro pelo teste de identificação de distúrbio de uso do álcool e a relação com o índice de massa corpórea e tabagismo. Rev. Soc. Bras. Clín. Méd., v. 10, n. 5, p. 398-401.

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargo; ALVES, Leonir Pessate. Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 6. ed. Joinvile: Univille, 2006.

ANDRADE, Arthur Guerra de et al. Use of alcohol and other drugs among Brazilian college students: effects of gender and age. Rev. Bras. Psiq., v. 34, n. 3, p. 294-305, 2012.

ANDRADE, Laura Helena Silveira Guerra de et al. Padrões de consumo de álcool entre universitários. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Brasília: Ministério da Saúde, 2010, 284 p.

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita et al. O conceito de vulnerabilidade e as práticas de saúde: novas perspectivas e desafios. In: CZERESNIA, Dina; FREITAS, Carlos Machado de. Promoção da saúde: conceitos, reflexões, tendências. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2003.

BARBOSA, Felipe Lacerda et al. Uso de álcool entre estudantes de Medicina da Universidade Federal do Maranhão. Rev. Bras. Educ. Méd., v. 37, n. 1, p. 89-95, 2013.

BRASIL. Lei nº 12.948, de 11 de maio de 2004. Proíbe a venda e o consumo de bebidas alcoólicas no ambiente físico das escolas públicas e privadas, nos estabelecimentos de ensino dos cursos fundamental, médio, superior, técnico e profissionalizante do Estado de Santa Catarina. Diário Oficial da União, 11 de maio de 2004.

______. Lei nº 11.705, de 19 de junho de 2008. Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que ‘institui o Código de Trânsito Brasileiro’, e a Lei nº 9.294, de 15 de julho de 1996, que dispõe sobre as restrições ao uso e à propaganda de produtos fumígeros, bebidas alcoólicas, medicamentos, terapias e defensivos agrícolas, nos termos do § 4º do art. 220 da Constituição Federal, para inibir o consumo de bebida alcoólica por condutor de veículo automotor, e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 2008a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11705.htm. Acesso em: 26 jun. 2014.

______. Portaria Interministerial n. 1.802, de 26 de agosto de 2008. Institui o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET Saúde. Diário Oficial da União. Brasília, 26 ago, 2008b.

______. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Brasília: Senad, 2010.

______. Ministério da Educação. Censo da Educação Superior 2012. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/censo-daeducacao-superior . Acesso em: 24 abr. 2014.

CARVALHO, Fábio Câmara Araújo de; IVANOFF, Gregório Bittar. Tecnologias que educam: ensinar e aprender com as novas tecnologias de informação e comunicação. São Paulo: Pearson, 2010.

CAVALCANTE, Danielle Borges et al. Uso de álcool entre acadêmicos de farmácia de uma universidade pública. Rev. Bras. Enferm., v. 20, n. 3, p. 312-316, 2012.

CRUZ, Kathleen Tereza da et al. PET-Saúde: micropolítica, formação e o trabalho em saúde. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 19, supl. 1, p. 721-730, 2015.

FALKENBERG, Mirian Benites et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro , v. 19, n. 3, p. 847-852, mar. 2014.

FERRAZ, Lucimare. O PET-Saúde e sua interlocução com o Pró-Saúde a partir da pesquisa: o relato dessa experiência. Rev. Bras. Educ. Méd., Rio de Janeiro, v. 36, n. 1, supl. 1, p. 166-171, mar., 2012.

GANONG, Lawrence H. Integrative reviews of nursing. Res. Nurs Health, v. 10, n. 1, p. 1-11, 1987. https:/doi.org/10.1002/nur.4770100103

HERMETO, Edyr Marcelo Costa; SAMPAIO, José Jackson Coelho; CARNEIRO, Cleide. Abandono do uso de drogas ilícitas por adolescente: importância do suporte familiar. Rev. Baiana de Saúde Pública, v. 34, n. 3, p. 639-652, 2010.

MACHADO, Maria de Fátima Antero Sousa et al. Integralidade, formação de saúde, educação em saúde e as propostas do SUS: uma revisão conceitual. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 335-342, abr. 2007.

MORIAS, Fátima Raquel Rosado et al. A importância do PETSaúde para a formação acadêmica do enfermeiro. Trab. Educ. Saúde, v. 10, n. 3, p. 541-551, 2012.

PAULINO, Janaina Aparecida; LOPES, Renata Ferrarez Fernandes. Relação entre percepção e comportamento de risco e níveis de habilidades cognitivas em um grupo de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Psicol. Ciênc. Prof., v. 30, n. 4, p. 752-765, 2010.

PEDROSA, Adriano Antonio da Silva et al. Consumo de álcool entre estudantes universitários. Cad. Saúde Pública, v. 27, n. 8, p. 1611-1621, 2011.

PENIDO, Anna et al. De jovem para jovem: educação entre pares. Unicef, 2008. Disponível em: http://www.unicef.org/brazil/pt/br_educacao_pares_vira.pdf. Acesso em: 26 jun. 2014.

PETROIANU, Andy et al. Prevalência do consumo de álcool, tabaco e entorpecentes por estudantes de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Rev. Assoc. Méd. Bras., v. 56, n. 5, p. 568-571, 2010.

PILLON, Sandra Cristina; O’BRIEN, Beverley; CHAVEZ, Ketty Aracely Piedra. The relationship between drug use and risk behaviors in Brazilian university students. Rev. Lat. Am. Enfermagem, v. 13, n. 2, p. 1169-1176, 2005.

RAMIS, Thiago Rozales et al. Tabagismo e consumo de álcool em estudantes universitários: prevalência e fatores associados. Rev. Bras. Epidem., v. 15, n. 2, p. 376-385, 2012.

ROCHA, Leandro Augusto et al. Consumo de álcool entre estudantes de faculdades de Medicina de Minas Gerais, Brasil. Rev. Bras. Educ Méd., v. 35, n. 3, p. 369-375, 2011.

SORDI, Mara Regina Lemes De et al. O potencial da avaliação formativa nos processos de mudança da formação dos profissionais da saúde. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 19, supl. 1, p. 731-742, 2015.

STAMM, Mariestela; BRESSAN, Liamari. Consumo de álcool entre estudantes do curso de Enfermagem de um município do oeste catarinense. Ciênc. Cuid. Saúde, v. 6, n. 3, p. 319-324, 2007.

VASCONCELOS, Eymard Mourão. Educação popular: de uma prática alternativa a uma estratégia de gestão participativa das políticas de saúde. Physis, Rio de Janeiro , v. 14, n. 1, p. 67-83, jun. 2004.

VASCONCELOS, E. M. Educação popular e a atenção à saúde da família. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

VIEIRA, Valéria Cristina Ribeiro et al. Perfil socioeconômico, nutricional e de saúde de adolescentes recém-ingressos em uma universidade pública brasileira. Rev. Nutr., v, 15, n. 3, p. 273-282, 2002.

WAGNER, Gabriela Arantes; ANDRADE, Arthur Guerra de. Uso de álcool, tabaco e outras drogas entre estudantes universitários brasileiros. Rev. Psiq. Clín., v. 35, n. 1, p. 48-54

Publicado
2016-12-22
Como Citar
Ferraz, L., Ferretti, F., Borsoi, A. T., Dal Piva, V., & Vieira, V. B. R. (2016). Enfrentamento da vulnerabilidade no consumo de álcool entre universitários: ponderações de acadêmicos do PET-Saúde. Educação, 39(3), 283-290. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2016.3.20071
Seção
Outros Temas