Contextos organizacionais: a cultura como constituintes de identidade e imaginário

  • Caroline Delevati Colpo Universidade Feevale
Palavras-chave: Comunicação organizacional, Identidade, Imaginário

Resumo

Este trabalho constitui-se numa reflexão que busca discutir os contextos organizacionais e como suas culturas simbólicas interferem ou não na constituição da identidade e imaginários dos sujeitos que a integram. Com uma construção transdisciplinar, tem-se como opção de Método, o Paradigma da Complexidade, principalmente na tentativa de apreender/entender/compreender a cultura simbólica presente na identidade e imaginários de sujeitos organizacionais. Nesta configuração espera-se trazer maior clareza para a explicação sobre os fenômenos dos contextos organizacionais na qual parte-se à compreensão que a cultura compartilhada tem a possibilidade de (re)construção constante e por sua vez alteram, interferem e (re)criam as identidades e os imaginários dos sujeitos organizacionais de forma recursiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Delevati Colpo, Universidade Feevale
Caroline Delevati Colpo, professora dos Cursos de Comunicação Social da Universidade Feevale – Novo Hamburgo/RS. Doutora em Comunicação, PUC/RS.

Referências

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus, 1994.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

______. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

CASTORIADIS, Cornelius. A Instituição imaginada da sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1982.

ENRIQUEZ, Eugène. A organização em análise. Petrópolis: Vozes, 1997.

FREITAS, Maria Ester. Cultura organizacional. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2000.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 1991.

______. O método II: a vida da vida. Porto Alegre: Sulina, 2002.

______. O Método III: o conhecimento do conhecimento. Porto Alegre: Sulina, 2008a.

MORIN, Edgar. O Método IV: as ideias. Porto Alegre: Sulina, 2008b.

______. O Método V: a humanidade da humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2007.

______. O Método VI: ética. Porto Alegre: Sulina, 2005.

SCROFERNEKER, Cleusa M. A. Comunicação e cultura organizacional: a complexidade dos diálogos ‘(in)visíveis’. Porto Alegre: Edipucrs, 2009.

SILVA, Juremir Machado da. As tecnologias do imaginário. Porto Alegre: Sulina, 2003.

SROUR, Robert Henry. Poder, cultura e ética nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

Publicado
2014-06-02
Como Citar
Colpo, C. D. (2014). Contextos organizacionais: a cultura como constituintes de identidade e imaginário. Revista FAMECOS, 21(1), 251-267. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2014.1.13659
Seção
Comunicação Organizacional