Cariocas não gostam de dias nublados: comunicação, consumo e lifestyle no discurso da FARM

  • Cláudia Pereira PUC-Rio
  • Carla Barros UFF
Palavras-chave: Comunicação, consumo, carioca

Resumo

O Rio de Janeiro “está na moda”. E é a partir deste espaço simbólico construído na nossa cultura, a moda, que o presente artigo busca compreender de que maneira se configura um dado “jeito de ser” carioca. Da perspectiva da antropologia do consumo, a marca feminina FARM é tomada como um estudo de caso no sentido de revelar as associações que concorrem para a construção de sua imagem como um símbolo do Rio de Janeiro e de um lifestyle típico da cidade. Mais ainda, a FARM é produtora de um discurso que reforça valores simbólicos locais, dotando de uma “carioquidade” um determinado perfil de jovens consumidoras – as “meninas da FARM”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1974.

______. La distinction. Paris: Minuit, 1979.

DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2004.

FRY, Peter. Feijoada e soul food: Notas sobre a manipulação de símbolos étnicos e nacionais. In: Ensaios de Opinião, v. 2, n. 2, p. 44-47, 1976.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GIDDENS, Anthony. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2002.

GOLDENBERG, Mirian (org.). Nu & Vestido: dez antropólogos revelam a cultura do corpo carioca. Rio de Janeiro: Record, 2002.

LÉVI-STRAUSS, Claude. O pensamento selvagem. São Paulo: Cen/Edusp, 1970.

MAUSS, Marcel. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac Naify, 2003.

MCCRACKEN, Grant. Cultura e consumo. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

SANTOS, Elizete; VELOSO, Letícia. Consumo e sociabilidade na construção do imaginário carioca. In: BARBOSA, Lívia; PORTILHO, Fátima; VELOSO, Letícia. (Orgs.). Consumo: cosmologias e sociabilidades. Rio de Janeiro: Mauad, 2009.

SCHWARCZ, Lilia. Complexo de Zé Carioca: notas sobre uma identidade mestiça e malandra. In: XXVIII Encontro da ANPOCS, 1994, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPOCS, 1994. Disponível em: http://www.anpocs.org.br/portal/publicacoes/rbcs_00_29/rbcs29_03.htm Acesso em: 27 jun. 2012.

ROCHA, Everardo. Magia e capitalismo: um estudo antropológico da publicidade. Rio de Janeiro: Brasiliense, 2010.

SAHLINS, Marshall. Cultura e razão prática. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1979.

VEBLEN, Thorstein. A teoria da classe ociosa. São Paulo: Pioneira, 1965.

VIANNA, Hermano. O mistério do samba. Rio de Janeiro: UFRJ/Jorge Zahar Ed., 1995.

Como Citar
Pereira, C., & Barros, C. (2013). Cariocas não gostam de dias nublados: comunicação, consumo e lifestyle no discurso da FARM. Revista FAMECOS, 19(3), 839-854. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2012.3.12904
Seção
Publicidade e Propaganda