Processos formativos litúrgico-musicais durante a pandemia da COVID-19

Uma pesquisa com comunidades

Palavras-chave: Música litúrgica, Formação, Pesquisa, Hinário

Resumo

A música é parte integrante da ação litúrgica (SC, 112). A partir deste pressuposto, a questão formativa também é relevante, pois, para que haja adesão à fé, ao compromisso e à participação, é necessário pensar no processo formativo. Neste artigo é apresentado um relato de experiência sobre o processo de continuidade em meio à pandemia pelo COVID-19 do Setor de Música Litúrgica da Comissão de Liturgia da Arquidiocese de Porto Alegre. São apresentados dados sobre uma pesquisa realizada com as comunidades através de questionário online. A pesquisa foi feita como parte do processo de renovação do repertório litúrgico, na construção de um novo hinário. O delineamento de estratégias e a comunicação mais próxima com os músicos litúrgicos possibilitam a construção de uma identidade litúrgico musical na Arquidiocese de Porto Alegre, respeitando a sua história e apontando novos caminhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle A. Girardi Lorenzetti, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Doutora e mestra em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil; especialista em Música Ritual na Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP), em Campo Limpo Paulista, SP, Brasil. Pós-doutoranda em Música na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

CENTRO NACIONAL DE PASTORAL LITÚRGICA. A Arte de Celebrar. Guia pastoral. Brasília: Ediçõ es CNBB, 2015.

CNBB. A música litúrgica no Brasil. São Paulo: Paulus, 1998. (Estudos da CNBB, n. 79)

FERREIRA, Eurivaldo S.; RAMON, Telles. Canto e Música Litúrgica: como cultivar uma espiritualidade unificadora em meio aos desafios da pandemia? Revista Teopraxis, Passo Fundo, v. 37, n. 129, p. 143-156, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.52451/teopraxis.v37i129.14. Acesso em: 5. mar. 2021.

FOLEY, Edward. La música ritual judeocristiana: una aproximación bibliográfica. Boletin de aedom, [S. l.], ano 6, n. 2, p. 7-70, jul./dez. 1999. Disponível em: digital.csic.es/bitstream/10261/3227/1/Foley-Musica-Ritual.pdf. Acesso em: 9 jan. 2017.

LEAVER, R. What is liturgical music? In: LEAVER, R; ZIMMERMAN, J. A. Liturgy and music: lifetime learning. Collegeville: The Liturgical Press, 1998. p. 211-219.

LORENZETTI, Michelle Arype Girardi. Aprender e ensinar música na Igreja Católica: um estudo de caso em Porto Alegre/RS. 2015. 167 f. Dissertação (Mestrado em Música) – Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduaçã o em Música, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

LORENZETTI, Michelle Arype Girardi. Formar-se e ser formador: rotas formativas musicais de religiosos no contexto católico brasileiro na perspectiva da sociologia da educação musical e da vida cotidiana. 2019. 236 f. Tese (Doutorado em Música) – Programa de Pós-Graduaçã o em Música, Instituto de Artes. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/193128. Acesso em: 28 maio 2021.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II, 1962-1965, Cidade do Vaticano. Sacrosanctum Concilium. In: COSTA, Lourenço (org.). Documentos do Concílio Vaticano II. 10. ed. São Paulo: Paulinas, 2010.

UNIVERSA LAUS I. (1980) Traduçã o: Vinícius Mariano de Carvalho. In: FONSECA, Joaquim. Quem canta? O que cantar na liturgia? São Paulo: Paulus, 2008. (Coleçã o Liturgia e Música).

Publicado
2021-12-30