Apresentação

  • Carlos Gerbase Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comunicação, Epistemologia, Jornalismo

Resumo

Os grandes discursos do século XX enfrentaram uma profunda crise e, segundo os apóstolos da pós-modernidade, já não governam o mundo. O marxismo travestiu-se de neo-marxismo e perdeu seu charme revolucionário. O estruturalismo teve que ceder espaço a análises menos laboratoriais e mais pragmáticas. A psicanálise, atacada pela neurociência e pelas drogas da felicidade artificial, talvez ainda seja uma interessante ferramenta de diagnóstico, mas parece frágil enquanto atividade terapêutica. O darwinismo, mesmo que anuncie a superação da eterna disputa natureza × cultura, em nome de uma síntese salomônica, ainda não firmou-se como uma chave majoritária para a compreensão do homem e da sociedade. De todos os discursos da modernidade, talvez o que ainda conserve maior força política e acadêmica é o feminismo. As razões estão apontadas na entrevista com Aimée Vega Montiel, que abre esta Revista Famecos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Gerbase, Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul
Professor da Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul
Como Citar
Gerbase, C. (2014). Apresentação. Revista FAMECOS, 20(3), 565-566. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2013.3.16374
Seção
Apresentação