Juventudes, participação e políticas públicas

Palavras-chave: Apresentação

Resumo

---

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Rossi Koerich, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS.

Mestra em Ciências Sociais pelo PPG em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil, doutoranda em Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande
do Sul (Ufrgs), Porto Alegre, RS.

Fernanda Bittencourt Ribeiro, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS.

Doutora em Antropologia Social pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), Paris, França, professora da faculdade de Ciências Sociais e do PPG em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS.

Ane Briscke Prates, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS.

Mestra em Ciências Sociais pelo PPG em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

Ariés, Philippe. 1981. A vida escolástica. In: Ariés, Philippe. História social da criança e da família, 107-129. Rio de Janeiro: LTC Editora.

Goffman, Erving. 1961. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva.

Groppo, Luis Antonio. 2017. Juventudes e políticas públicas: comentários sobre as concepções sociológicas de juventude. Revista Desidades, Rio de Janeiro, v. 14, p. 9-17.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 2011. Censo demográfico 2010: Sinopse. Rio de Janeiro: IBGE, 2011.

Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). 2004. Políticas públicas de/para/com juventudes. Brasília: Unesco.

Publicado
2020-07-23
Como Citar
Koerich, B. R., Ribeiro, F. B., & Prates, A. B. (2020). Juventudes, participação e políticas públicas. Conversas & Controvérsias, 7(1), e37998. https://doi.org/10.15448/178-5694.2020.1.37998
Seção
Apresentação