Corpo/matéria, gestos/material: para pensar uma estética dos esportes

Michelle Carreirão Gonçalves, Alexandre Fernandez Vaz

Resumo


Ao se pensar em uma estética dos esportes a partir da análise de material oriundo de pesquisa empírica realizada com uma equipe de rúgbi feminino sediada na cidade de Florianópolis (SC), trabalhou-se com a perspectiva de que o cotidiano de treinamento e o momento de jogo materializado nas disputas são tempos singulares de construção do que se denomina aqui obra esportiva. Esta, tomada como artefato estético em analogia à obra de arte, parece se aproximar desta no que concerne a seus elementos constituintes, como matéria, material e forma. Volta-se o olhar especialmente para os dois primeiros, encontrando, por um lado, o corpo como matéria, materialidade que permite o modelamento e a modificação; e, por outro, os gestos técnicos, o vocabulário específico de cada modalidade, configurando-se como o material da obra esportiva.


Palavras-chave


Esporte. Estética. Educação do corpo. Rúgbi. Arte

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor Wiesegrund. Ästhetische Theorie. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1997a. (Gesammelte Schriften – Adorno, 7).

______. Veblens Angriff auf die Kultur. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1997b. (Gesammelte Schriften – Adorno, 10. Tomo 1).

______. Über Fetischcharakter in der Musik und die Regression des Hörens. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1997c. (Gesammelte Schriften – Adorno, 14).

BOURDIEU, Pierre. El conocimiento por cuerpos. In: ______. Meditaciones Pascalianas. Barcelona: Anagrama, 1999. p. 169-214.

CLAUSSEN, Detlev. Sobre a estupidez no futebol. Análise Social, Lisboa, v. XLI, n. 179, p. 583-592, 2º trimestre 2006.

ELIAS, Norbert; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa: Difel, 1992.

FREITAS, Verlaine. Adorno e a arte contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

GAGNEBIN, Jean Marie. Do conceito de mimesis no pensamento de Adorno e Benjamin. In: ______. Sete aulas sobre linguagem, memória e história. Rio de Janeiro: Imago, 2005. p. 79-104.

GEBAUER, Gunter. Ästhetische Erfahrung der Praxis: das Mimetische im Sport. In: KÖNIG, E.; LUTZ, R. (Org.). Bewegungskulturen: Ansätze zu einer kritischen Anthropologie des Körpers. Sankt Augustin: Academia Verlag, 1995. p. 189-198.

GEBAUER, Gunter; WULF, Christoph. Mimese na cultura: agir social, rituais e jogos, produções estéticas. São Paulo: Annablume, 2004.

GONÇALVES, Michelle Carreirão; VAZ, Alexandre Fernandez. Mimesis e estética da presença: o esporte como artefato estético, a partir de Theodor W. Adorno e Hans Ulrich Gumbrecht. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, Porto, v. 12 (supl.), p. 9-99, 2012.

GONÇALVES, Michelle Carreirão; TURELLI, Fabiana Cristina; VAZ, Alexandre Fernandez. Corpos, dores, subjetivações: notas de pesquisa no esporte, na luta, no balé. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 141-158, jul.-set. 2012.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. A forma da violência: em louvor da beleza atlética. Folha de São Paulo, mar. 2001. Caderno “Mais!”, p. 4-7.

______. Elogio da beleza atlética. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

HORKHEMER; Max; ADORNO, Theodor Wiesegrund. Dialektik der Aufklärung: Philosophische Fragmente. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1997. (Gesammelte Schriften – Adorno, 3).

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PASOLINI, Pier Paolo. O gol fatal. Folha de São Paulo, mar. 2005. Caderno “Mais!”, p. 4-5.

SABINO, Cesar. Musculação: expansão e manutenção da masculinidade. In: GOLDENBERG, M. (Org.). Os novos desejos: das academias de musculação às agências de encontros. Rio de Janeiro: Record, 2000, p. 61-103.

SILVA, Eliana Rodrigues. Dança e pós-modernidade. Salvador: Edufba, 2005.

VAZ, Alexandre Fernandez. Sport und Sportkritik in der Kultur- und Zivilisationsprozess: Analysen nach Adorno und Horkheimer, Elias und DaMatta. Frankfurt am Main: Afra, 2004a. 161 p.

______. Corpo e indústria cultural: notas para pensar a educação na sociedade contemporânea. In: ZUIN, A. S.; PUCCI, B.; DE OLIVEIRA, N. R. (Org.). Ensaios frankfurtianos. São Paulo: Cortez, 2004b. p. 117-135.

WACQUANT, Löic. Corpo e alma: notas etnográficas de um aprendiz de boxe. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

WELSCH, Wolfgang. Esporte – visto esteticamente e mesmo como arte? In: ROSENFIELD, D. L. (Org.). Ética e estética. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001. p. 142-165.

WISNIK, José Miguel. Veneno remédio: o futebol e o Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2017.1.22600

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS