Corpo, educação, experiência: modernidade e técnica em Walter Benjamin

  • Jaison José Bassani universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Cristina Richter Programa de Pós-graduação em Educação da UFPR
  • Alexandre Fernandez Vaz Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Walter Benjamin, técnica, corpo, subjetividade, experiência

Resumo

No presente trabalho analisamos um conjunto de textos de Walter Benjamin, escritos, em sua maioria, em meados dos anos de 1930, buscando mostrar como o tema da técnica, em sua relação como o do corpo e com a educação dos sentidos, constitui chave de leitura importante para a compreensão da análise que o filósofo berlinense empreende da modernidade. Nesses textos transparecem as tentativas de entender as ambíguas transformações que preparam a alvorada do século XX, tendo como palco privilegiado as grandes metrópoles, com seus desafios e ritmos cada vez mais acelerados. A análise que Benjamin empreende dos processos de tecnificação dos gestos e dos sentidos, produzidos pelo ritmo da produção industrial, pelo avanço da tecnologia e pela complexificação urbana das grandes cidades, está diretamente relacionada com o impacto que tais processos têm sobre a estruturação de uma nova forma social de percepção e sensibilidade, vale dizer, sobre a produção de uma subjetividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaison José Bassani, universidade Federal de Santa Catarina
Loutor em Educação pela UFSC. Professor do Departamento de Educação Física e do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa Educação e Sociedade Contemporânea (UFSC-UFPR/CNPq).
Ana Cristina Richter, Programa de Pós-graduação em Educação da UFPR
Possui Licenciatura em Educação Física; Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005) e atualmente é Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Paraná, na linha de Pesquisa Cultura, Escola e Ensino. Atua como pesquisadora-estudante do Núcleo de Estudos e Pesquisa Educação e Sociedade Contemporânea (UFSC) e do Laboratório de investigações sobre corpo, gênero e subjetividade na educação (UFPR). Tem experiência em ensino e pesquisa na área de Educação, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: educação da pequena infância; educação fìsica e infância; fundamentos da educação (sociologia e filosofia); formação de professores; práticas corporais, corpo, educação e sociedade.
Alexandre Fernandez Vaz, Universidade Federal de Santa Catarina
Alexandre Fernandez Vaz é Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC, 1995) e doutor em Ciências Humanas e Sociais (Dr. Phil.) pela Leibniz Universität Hannover, Alemanha, onde estudou com Andreas Trebels, Detlev Claussen, Regina Becker-Schmidt e Oskar Negt. Freqüentou ainda os cusos de Psicologia (UFSC, IMES) e de Sociologia, Filosofia e Psicologia (Universidade de Hannover). É professor do Centro de Ciências da Educação da UFSC desde 1998, onde trabalha com os cursos de Pedagogia e Educação Física, assim como no programa de Pós-graduação em Educação (mestrado e doutorado) e Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas. Tem atuado como Professor Visitante na Universidad Nacional de La Plata, Argentina, na Universidad de Antioquia, na Colômbia, e na Unversidad de La Republica, Uruguai. Foi professor visitante na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Com a Universidade de Paris 8 realiza uma co-tutela de tese de doutorado. Na UFSC, é coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea e pesquisador-bolsista do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) na área de Fundamentos da Educação. As pesquisas do Núcleo têm sido financiadas pelo CNPq e pela FAPESC. Atua como coordenador da Comissão do CED/UFSC de avaliação e acompanhamento do programa PIBIC/UFSC/CNPq desde 2006, além de compor comissões de pesquisa na UFSC e ou na FAPESC desde 2002. Tem avaliado o programa PIBIC/CNPq em diversas universidades brasileiras e colaborado com instituições de pesquisa como o CSIC (Comisión Sectorial de Investigación Científica Uruguay) e a Secretaria de Ciencia y Tecnica (UNLP Argentina) e com pareceres para CNPq, CAPES, FAPESC e outras fundações estaduais de pesquisa. . É editor da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (Qualis Educação/Educação Física) e dos Cadernos de Formação RBCE (nova publicação destinada à formação de professores), revisor e membro do conselho editorial de vários periódicos no Brasil e no exterior. Tem desenvolvido trabalhos de pesquisa e ensino em algumas universidades brasileiras, além da UFSC, e em instituições da Europa e da América Latina. Suas principais publicações se referem à Teoria Social Contemporânea, Sociologia da Cultura e do Esporte e Processos de Escolarização, com ênfase nas experiências corporais.
Publicado
2013-02-15
Como Citar
Bassani, J. J., Richter, A. C., & Vaz, A. F. (2013). Corpo, educação, experiência: modernidade e técnica em Walter Benjamin. Educação, 36(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/11736