Miséria ética na educação inclusiva: por uma inclusão política mais do que social

Rinaldo Voltolini

Resumo


A política da educação inclusiva aparece como empenho reparador de desigualdades em uma sociedade que persegue o aperfeiçoamento das instituições democráticas. A distância entre as leis criadas para garantir essa política e a efetiva implementação delas na realidade cotidiana sugere o termo miséria ética. Neste artigo, ao contrário da tese mais comum que explora a má gerência de fatores administrativos na implementação da política inclusiva, levanta-se a hipótese de que na essência essa crise ética se deve ao predomínio da ideologia individualista neoliberal que sustenta a política inclusiva. Com base na psicanálise, explora-se o campo da palavra como fundamento para uma inclusão mais baseada no participar (inclusão política) do que no fazer parte (inclusão social).


Palavras-chave


Ética. Educação inclusiva. Psicanálise. Individualismo

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Christiane. Rhétorique et pratique de TEACCH L’impératif brutal: “Communiquez!”. In: MILLER, Jacques Alain (Org.). L’anti livre noir de la psychanalyse. Paris: éditions du Seuil, 2006. p.111-114.

ARENDT, Hannah. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999.

FREUD, Sigmund. Psicologia de grupo e análise do ego. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, v. XVIII. Rio de Janeiro: Imago, (1921/1996). p. 77-154.

FREUD, Sigmund (1930). Mal-estar na civilização. In: FREUD, Sigmund. Obras Completas. v. XXI. Rio de Janeiro: Imago, 1996. p. 65-148.

FREUD, Sigmund (1913). Totem e Tabu. In: FREUD, Sigmund. Obras completas, v. XIII. Rio de Janeiro: Imago, 1996. p. 11-162.

GARDOU, Charles. La société inclusive, parlons-en! Il n’y a pas de vie minuscule. Toulouse: Éditions Érès, 2012.

GOMEZ, Jean-François. Handicap, éthique et institution. Paris: Dunod, 2005.

KEHL, Maria Rita. Sobre ética e psicanálise. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

LACAN, Jacques. O Seminário, livro 7: a ética da psicanálise. Rio de Janeiro: JZE, 1988.

LACAN, Jacques. Du discours psychanalytique. Paris: Éditions du Seuil, 1972.

PLAISANCE, Éric. Autrement capables école, emploi, société: pour l’inclusion des personnes handicapées. Paris: Mutations, 2009.

VOLTOLINI, Rinaldo. A inclusão é não toda. In: COLLI, Fernando; KUPFER, Maria Cristina Machado (Org.). Travessias inclusão escolar: a experiência do grupo pré-escola terapêutica Lugar de Vida. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2015.2.20048

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS