A estética do celibato como expressão de seus fundamentos

Considerações a partir da Encíclica Sacerdotalis Caelibatus

Palavras-chave: Amor, Celibato, Sacerdócio, Sacerdotalis Caelibatus, Vocação

Resumo

No pós-Concílio Ecumênico Vaticano II o papa Paulo VI respondeu as objeções acerca do celibato com a encíclica Sacerdotalis Caelibatus em 1967. Para tal apresentou as razões do celibato apoiando-se na cristologia, eclesiologia e escatologia. Tais fundamentos permitem ao candidato ao celibato apreender o sentido último do dom recebido e vivido como expressão da profundidade do amor humano como participação no mistério da encarnação de Jesus Cristo que culmina em sua Paixão, Morte e Ressurreição. Em tal participação, chamado a amizade com o Redentor, o ministro ordenado expressa a estética do celibato em seus movimentos de configuração, disponibilidade e esperança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago De Moliner Eufrásio, Seminário Teológico Bom Pastor, Florianópolis, SC, Brasil.

Doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil; Reitor do Seminário Teológico Bom Pastor, em Florianópolis, SC, Brasil.

Referências

BUBER, Martin. Eu e Tu. São Paulo: Centauro, 2012.

CASSIANO, João. Conferências 1 a 7. Juiz de fora: Subiaco, 2011. v. 1.

CENCINI, Amedeo. Virgindade e celibato hoje: para uma sexualidade pascal. São Paulo: Paulinas, 2018.

CIFUENTES, Rafael Llano. Não temais...não vos preocupeis... Deus é vosso Pai. São Paulo: Paulinas, 2001.

ESCRIVÁ, Josémaria. Caminho. São Paulo: Quadrante, 2016.

KELLY, Matthew. Os sete níveis da intimidade: a arte de amar e a alegria de ser amado. Rio de Janeiro: Sextante, 2007.

LEWIS, Clive Staples. Cartas de um diabo ao seu aprendiz. Rio de Janeiro: Thomas Nelson, 2017.

MISSAL ROMANO. Restaurado por decreto do Sagrado Concílio Ecumênico Vaticano Segundo e promulgado pela autoridade do Papa Paulo VI. Trad. Portuguesa da 2. ed. Típica para o Brasil realizada e publicada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil com acrésc. aprov. pela Sé Apostólica. São Paulo: Paulus, 1992.

PAULO VI, Papa. Carta encíclica Sacerdotalis Caelibatus. Roma, 1967. Disponível em: https://www.vatican.va/content/paul-vi/pt/encyclicals/documents/hf_p-vi_enc_2406196 7_sacerdo talis.html. Acesso em: 18 ago. 2021.

RADCLIFFE, Timolthy. Por quê ser cristão? São Paulo: Paulinas, 2011.

SÍNODO PAN-AMAZONICO (06 a 27 de outubro de 2019). Relatório do Círculo Menor Grupo B–Português. Roma, 16 out. 2019. Disponível em: http://www.synod.va/content/sinodoamazonico/pt/noticias/relatorio-do-circulo-menor---grupo-b.html. Acesso em: 18 ago. 2021.

TOMÁS DE AQUINO. Suma Teológica. São Paulo: Loyola, 2005.

Publicado
2021-10-07