O leigo cristão em uma sociedade plural: o percurso etimológico como instrumento para a compreensão da vocação laical

  • José Gabriel Perissé Madureira PUCRS
Palavras-chave: Etimologia. Leigo. Teologia do laicato. Sociedade plural. Igreja. Concílio Vaticano II.

Resumo

A pesquisa etimológica em torno da palavra “leigo” abre várias possibilidades de reflexão para analisarmos a compreensão que se tem do papel do cristão dentro da Igreja e dos esforços realizadosnas últimas décadas para se criar uma teologia do laicato. A palavra “leigo”, ao longo da história,dentro e fora do ambiente cristão, demonstra uma rica ambiguidade. O auxílio da etimologia soma-se à constatação de que o leigo cristão encontra na sociedade plural o lugar adequado para a realização de sua vocação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Gabriel Perissé Madureira, PUCRS

Gabriel Perissé 

Mestre em Teologia pela PUCRS, Doutor em Filosofia da Educação pela USP e Pós-doutor em História e Filosofia da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). E-mail: <[email protected]>.

Referências

ALMEIDA, Antônio José de. Leigos em quê?: uma abordagem histórica. São Paulo: Paulinas, 2006. BERGAMELLI Ferdinando; ZOCCA Elena; BIANCO M. Grazia. Laici e laicità nei primi secoli della chiesa. Milano: Paoline, 1995.

CERRO CHAVES, Francisco. Carta Pastoral del Obispo de Coria Cáceres: Id también vosotros a mi viña (los fieles laicos cristianos, ese gigante dormido que hay que despertar), em:

http://www.diocesiscoriacaceres.es/Obispo/CartasPastorales/20111019-Id-tambien-vosotros-a-mi-vina.pdf. Acesso em: 20 jun. 2017.

CNBB. Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade. Brasília: CNBB, 2017.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituição Dogmática Lumen gentium sobre a Igreja (21.11.1964). São Paulo: Paulus, 1997.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Decreto Apostolicam actuositatem sobre o apostolado dos leigos (18.11.1965). São Paulo: Paulus, 1997.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituição Pastoral Gaudium et spes sobre a Igreja no mundo de hoje (6.12.1965). São Paulo: Paulus, 1997.

CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO. 22. ed. Tradução oficial da CNBB. São Paulo: Loyola, 2013.

CONGAR, Yves. Jalons pour une théologie du laïcat. Paris: Les Éditions du Cerf, 1953.

CONGAR, Yves; VARILLON, F. Sacerdoce et laïcat dans l’Église. Paris: Ed. du Vitrail, 1947.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico Nova Fronteira da língua portuguesa. 2. ed., 9a impressão. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

FORTE, Bruno. A missão dos leigos. 2.ed. Trad.: Pe. Ângelo Lucas Caravina. São Paulo: Paulinas, 1987.

FRANCISCO, Exortação Apostólica Gaudete et exsultate sobre o chamado à santidade no mundo atual (19.03.2018). São Paulo: Paulinas, 2018.

GARCÍA EXTREMEÑO, Claudio. Eclesiología: comunión de vida y misión al mundo. Madrid: Edibesa, 1999.

GOETHE, Johann Wolfgang von. As afinidades eletivas. Tradução Tercio Redondo. São Paulo: Cia. das Letras, 2014.

HACKMANN, Geraldo L. Borges. A amada Igreja de Jesus Cristo: manual de eclesiologia como comunhão orgânica. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013.

JOÃO PAULO II, Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christifideles laici (30.12.1988). São Paulo: Paulinas, 1989.

KASPER, Walter. A Igreja católica: essência, realidade, missão. Tradução Nélio Schneider. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2012.

MIRANDA, Mario de França. Existência cristã hoje. São Paulo: Loyola, 2005.

POTTERIE, Ignace de la. “L’origine et le sens primitif du mot laïc”. Nouvelle Revue Théologique, v. 80, p. 840-853, 1959.

SAN ISIDORO DE SEVILLA. Etimologías. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos (BAC), 2004.

SCHILLEBEECKX, Edward. A definição tipológica do leigo cristão, conforme o Vaticano II. In: BARAÚNA, G. (Org.). A Igreja do Concílio Vaticano II. Petrópolis (RJ): Vozes, 1965.

Publicado
2018-12-27
Seção
Dossiê: Laicato na Igreja e no mundo