Cronotopologia das imagens inteligentes

Palavras-chave: Câmera inteligente. Gilbert Simondon. Teoria da imagem.

Resumo

O presente artigo retoma algumas noções fundamentais da filosofia de Gilbert Simondon para indagar acerca dos regimes cronotopológicos agenciados pelas imagens produzidas por câmeras inteligentes. Câmeras inteligentes são sistemas de visão nos quais um algoritmo opera em paralelo à produção de imagem, analisando-a. Recentemente a ideia de “imagem embutida” vem sendo utilizada para descrever a arquitetura de tais dispositivos. Nosso objetivo é cartografar as transformações nas relações espaciais e temporais instauradas por tais imagens, assim como especular acerca de possíveis consequências políticas associadas a esta reordenação cronotopológica. A contiguidade dessas imagens ao mundo e a sua agência inscrita no tempo presente, à diferença do modelo clássico da perspectiva renascentista, permite-nos reivindicar uma inflexão performativa neste regime de visualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Icaro Ferraz Vidal Junior, PUC de São Paulo
Graduado em Estudos de Mídia pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e em "Crossways in European Humanities" pelas Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Santiago de Compostela e University of Sheffield, doutor em "Cultural Studies in Literary Interzones" pelas Université de Perpignan Via Domitia e Università degli studi di Bergamo e em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é bolsista de pós-doutorado PNPD-Capes no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná e pesquisador do MediaLab UFRJ.

Referências

AUSTIN, J. L. How to do things with words: The William James Lectures delivered at Harvard University in 1955. Londres: Oxford University Press, 1962.

https://doi.org/10.1111/j.1468-0149.1963.tb00768.x

BRUNO, Fernanda. “Contramanual para câmeras inteligentes: vigilância, tecnologia e percepção”. Galáxia, São Paulo, n. 24, p. 47-63, dez. 2012.

Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/galaxia/article/view/9807/9426.

Acesso em: 2 jun. 2018.

https://doi.org/10.1590/1982-25542014206

BERGSON, Henri. Matéria e memória: ensaio sobre a relaçã o do corpo com o espírito. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

BRAMBERGER, Michael et al. “Distributed Embedded Smart Cameras for Surveillance Applications”. Computer, Washington DC, v. 39, n. 2, p. 68-75, 2006.

https://doi.org/10.1109/mc.2006.55

CASTELL S, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura, volume 1. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CRARY, Jonathan. Techniques of the observer: on vision and modernity in the nineteenth century. Cambridge: MIT Press, 1992.

CYRULNIK, Boris. Le murmure des fantômes. Paris: Éditions Odile Jacob, 2003.

DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Félix. L’anti-Oedipe: capitalisme et schizophrénie 1. Paris: Les Éditions de Minuit, 1972.

DIDI-HUBERMAN, G. L’image survivante: Histoire de l’art et temps des fantômes selon Aby Warburg. Paris: Les Éditions de Minuit, 2002.

EYE-MACHINE. Direção e Roteiro: Harun Farocki com Matthias Rajmann, Ingo Kratisch, Rosa Mercede. Produção: Harun Farocki. Edição: Max Reimann. Karlsruhe: 2000. Video-BetaSp, (23 min, loop), son., color., versão monocanal.

FAROCKI, Harun. “Phantom Images”. Public, Toronto, n. 29, p. 12-24, 2004.

GIL, José. A imagem nua e as pequenas percepções: estética e metafenomenologia. Lisboa: Relógio d’Água, 2005.

GUNNING, T. Tracing the individual body: photography, detectives, and early cinema In: CHARNEY, L; SCHWARTZ, V. R. (org.) Cinema and the invention of modern life. Berkeley, Los Angeles, Londres: University of California Press, 1995.

https://doi.org/10.1086/ahr/103.3.855

LEVIN, Thomas Y. O terremoto da representação: composição digital e a estética tensa da imagem heterocrônica. In: FATORELL I, Antonio; BRUNO, Fernanda (org.). Limiares da imagem: tecnologia e estética na cultura contemporânea. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.

https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.36305

NEW ‘SMART NEEDLE’ to make brain surgery safer. The University of Adelaide: News & Events. 20 de janeiro de 2017.

Disponível em: https://www.adelaide.edu.au/news/news90173.html. Acesso em: 2 jun. 2018.

SIMONDON, G. Du mode d’existence des objets techniques. Paris: Aubier, 1989.

SIMONDON, G. L’individuation à la lumière des notions de forme et d’information. Grenoble: Millon, 2013.

https://doi.org/10.5380/dp.v12i1.38702

SIMONDON, G. L’individu et sa genèse physico-biologique. Paris: Presses Universitaires de France, 1964.

SOUSA, António de. Smart cameras as embedded systems. In: THE FOURTH INTERNATIONAL CONFERENCE ON CONTROL AND AUTOMATION, Montreal, Canadá, 2013. Anais […].

Disponível em: http://brahms.di.uminho.pt/discip/MInf/ac0203/ICCA03/41640_SmartCams.pdf. Acesso em: 2 jun. 2018.

VIRILIO, Paul. O espaço crítico. São Paulo: Editora 34, 1993.

WOLF, Wayne e outros. Smart cameras as embedded systems. Computer, Washington DC, v. 35, n. 9, p. 28-53, 2002.

Publicado
2019-08-21
Como Citar
Ferraz Vidal Junior, I. (2019). Cronotopologia das imagens inteligentes. Revista FAMECOS, 26(1), e30966. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2019.1.30966
Seção
Cibercultura