A Amway e o capitalismo carismático: um modelo totalitário?

  • Denise Martins Bittencourt Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comunicação, Capitalismo, Amway

Resumo

O  objetivo  deste  artigo é analisar alguns aspectos de uma empresa de origem norte-americana denominada AMWAY CORPORATION  que  está  presente  em  dezenas  de  países  do mundo,  inclusive  no  Brasil. A especificidade da  empresa reside no fato de constituir-se numa das mais importantes organizações de  Network Marketing do mundo, sendo, inclusive, considerada uma das pioneiras  no  ramo. Este artigo aborda, sobretudo,  as  formas  de  recrutamento  e  as  estratégias  utilizadas  pela  empresa  para  manter  as  pessoas  motivadas no negócio.  Argumenta-se no  texto  que  a  Amway  constitui-se numa  empresa  capitalista  não  convencional,  ou  seja, carismática,  cuja  estrutura  e  formas  de  mobilização  dos  seus membros  participantes  permitem  aproximá-la  das  organizações    partidárias  ou  religiosas  de  tipo  totalitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Martins Bittencourt, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutoranda em ciência política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Referências

AMWAY DO BRASIL, Manual de Negócios, 1996.

BIGGART, Nicole Woolsey. Charismatic Capitalism. Direct Selling Organizations in America. Chicago, The Univesity of Chicago Press, 1989.

BREMNER, John. Como ficar rico com Network Marketing. 2a. ed., São Paulo, Ed. Record, 1995.

BIGGART, Nicole Woolsey. Charismatic Capitalism. Direct Selling Organizations in America. Chicago: The Univesity of Chicago Press, 1989.

BREMNER, John. Como ficar rico com Network Marketing. São Paulo: Record, 1995.

CORTEN, André. Os pobres e o Espírito Santo; o pentecostalismo no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1996.

EAGLETON, Terry. Ideologia. São Paulo: Unesp/Boitempo, 1997.

FREUND, Julien. Sociologie de Max Weber. Paris: Puf, 1983.

NEVEU, Erik.Sociologie des mouvements sociaux. Paris: La découverte, 1996.

RIVIERE, Claude. Os ritos profanos. Petrópolis: Vozes, 1997.

RUDIGER, Francisco. Literatura de Auto-ajuda e Individualismo. Porto Alegre: Universidade, 1996.

Publicado
2008-04-10
Como Citar
Martins Bittencourt, D. (2008). A Amway e o capitalismo carismático: um modelo totalitário?. Revista FAMECOS, 6(11), 92-107. https://doi.org/10.15448/1980-3729.1999.11.3055
Seção
Globalização