Identidades de gênero nos estudos de recepção de telenovela: um olhar sobre a produção stricto sensu da última década

Palavras-chave: Estudos de recepção, Telenovela, Gênero

Resumo

Este artigo discute o panorama das pesquisas de recepção tendo como materiais de análise as teses e dissertações desenvolvidas nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação na última década, aproveitando o corpus já estudado por Jacks et al (2014). Analisou-se especificamente os estudos de recepção da telenovela desenvolvidos a partir da perspectiva das relações e identidades de gênero, aspecto pouco enfatizado nas pesquisas desenvolvidas na última década sobre a mais importante narrativa de ficção seriada brasileira. De um universo de 209 pesquisas analisadas, 24 se dedicaram à recepção da telenovela, das quais apenas quatro sob a perspectiva de gênero, embora as mulheres sigam sendo as informantes  mais enfocadas na problematização da recepção desse conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lourdes Ana Pereira SILVA, Universidade de Santo Amaro
Doutora em Comunicação e Informação pelo PPGCOM/UFRGS. Professora do Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade de Santo Amaro e dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da mesma IES.
Valquíria Michela John, Universidade do Vale do Itajaí
Doutora em Comunicação e Informação pelo PPGCOM/UFRGS. Professora do curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Pesquisadora do grupo Monitor de Mídia.
Felipe da Costa, Universidade do Vale do Itajaí
Bacharel em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade do Vale do Itajaí – Univali. Mestrando em Jornalismo no Posjor/UFSC. Pesquisador do grupo Monitor de Mídia.

Referências

ESCOSTEGUY, Ana Carolina (Org). Comunicação e gênero: a aventura da pesquisa. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008.

______. Notas para um estado da arte sobre os estudos brasileiros de recepção nos anos 90. In: MACHADO, Juremir; LEMOS, André; SÁ, Simone Pereira de (Orgs.) Mídia.Br. Porto Alegre: Sulina, 2004.

JACKS, Nilda; MENEZES, Daiane; PIEDRAS, Elisa. Meios e audiências: a emergência dos estudos de recepção no Brasil. Porto Alegre: Sulina, 2008.

JACKS, Nilda et al. Meios e audiências II: a consolidação dos estudos de recepção no Brasil. Porto Alegre: Sulina, 2014.

JOHN, Valquiria Michela; COSTA, Felipe da. Mulheres, identidade de gênero e sexualidade: problemáticas e desafios a partir do recorte por sexo. In: JACKS, Nilda et al. Meios e audiências II: a consolidação dos estudos de recepção no Brasil. Porto Alegre: Sulina, 2014.

MARQUES DE MELO, José. A esfinge midiática. São Paulo: Paulus, 2004.

SILVA, Lourdes Ana Pereira. Recepção de telenovela: a identidade em questão. In: JACKS, Nilda et al. Meios e audiências II: a consolidação dos estudos de recepção no Brasil. Porto Alegre: Sulina, 2014.

Teses e dissertações que serviram como base para a análise realizada:

BARROS JÚNIOR, Rui Coelho. Temáticas sociais em telenovelas e cultura popular cuiabana: Uma questão de negociação de sentidos. 2001. 225 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2001.

BARBOSA, Luciene Cecília. Louca Paixão: Questões raciais na telenovela sob o olhar receptor. 2002. 164 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2002.

______. As representações das relações raciais na telenovela brasileira – Brasil e Angola: Caminhos que se cruzam pelas narrativas da ficção. 2008. 192 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2008.

BONIN, Jiani Adriana. Identidade étnica, cotidiano familiar e telenovela. 2001. 221 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2001.

BUDAG, Fernanda Elouise. Comunicação, recepção e consumo: Suas inter-relações em Rebelde-RBD. 2008. 274 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo) - Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), São Paulo, 2008.

FOGOLARI, É. M. Fazenda Esperança: Estudo sobre as mediações culturais e a recepção da telenovela Terra Nostra. 2001. 297 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes (ECA), USP, São Paulo, 2001.

GOMIDE, Sílvia Del Valle. Representações das identidades lésbicas na telenovela Senhora do Destino. 2006. 210 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade Comunicação, UNB, Brasília, 2006.

GONÇALVES, Cláudia Siqueira Caetano. Laços televisivos, laços identitários, laços de família. 2002. 155 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, UFMG, Belo Horizonte, 2002.

HARTMANN, Attílio Ignácio. Religiosidade e mídia eletrônica: A mediação sociocultural, religiosa e a produção de sentido na recepção de televisão. 2000. 352 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2000.

LORETO, Maria Mariz. Televisão e nordestinos: Identidade regional e leitura diferenciada. 2003. 209 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Escola de Comunicação, UFRJ, Rio de Janeiro, 2003.

MARQUES, Jane Aparecida. Vozes da cidade: Os sentidos da telenovela na metrópole paulista. 2008. 235 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2008.

MOGADOURO, Cláudia de Almeida. Do pátio à sala de aula: Possibilidades de discussão da telenovela. 2005. 183 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2005.

OLIVEIRA, Pedro Pinto. Terra Nostra: Recepção da telenovela em uma comunidade rural do Pantanal do Mato Grosso. 2000. 138 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2000.

OLIVEIRA, Maria Helena Castro de. Estrelas refletidas nas noites globais: Estudo de representações de idosos nas telenovelas da Rede Globo de Televisão. 2008. 324 f. Tese (Doutorado em Comunicação), Faculdade de Comunicação Social, PUC-RS, Porto Alegre, 2008.

SIMÕES, Paula Guimarães. Mulheres Apaixonadas e outras histórias: Amor, telenovela e vida social. 2004. 232 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, UFMG, Belo Horizonte, 2004.

STROHSCHOEN, Ana Maria. Mídia e memórias coletivas. 2003. 211 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola da Indústria Criativa, UNISINOS, São Leopoldo, 2003.

SIFUENTES, Lirian. Telenovela e mediações culturais na conformação da identidade feminina de jovens de classe popular. 2009. 245 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação Social, UFSM, Santa Maria, 2009.

SILVA, Lourdes Ana Pereira. Páginas da Vida, a família brasileira sob a ótica da recepção da telenovela. São Leopoldo: UNISINOS, 2008. 172 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação- Escola da Indústria Criativa, UNISINOS, São Leopoldo, 2008.

SOUZA, Joseleide Terto de. Contextos contemporâneos: Homossexuais, cultura e mídia. 2009. 160 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicações e Artes, USP, São Paulo, 2009.

TONIAZZO, Gladis. A influência da televisão no imaginário dos índios Terena em Campo Grande. 2000. 110 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação, UMESP, São Bernardo do Campo, 2000.

TONON, Joseana Burguez. Recepção de telenovelas – identidade e representação da homossexualidade: Um estudo de caso da novela Mulheres Apaixonadas. 2005. 193 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, UNESP, Bauru, 2005.

Publicado
2016-03-21
Como Citar
SILVA, L. A. P., John, V. M., & da Costa, F. (2016). Identidades de gênero nos estudos de recepção de telenovela: um olhar sobre a produção stricto sensu da última década. Revista FAMECOS, 23(2), ID21180. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2016.2.21180
Seção
Metodologia