Com os pés um pouco fora do chão: uma leitura de Andarilho, de Cao Guimarães

  • Rafael de Almeida Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Documentário, Cao Guimarães, Andarilho

Resumo

Andarilho (Cao Guimarães, 2007) configura-se como objeto de análise desse ensaio, no qual ponderamos, em especial, acerca da relação documentária e o tempo necessário para que esta seja construída. A temporalidade dilatada revela existências ordinárias que se ficcionalizam e nos impulsionam a reconhecer as potências do falso como passagem obrigatória no mundo em que vivemos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael de Almeida, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (2013). Realizou Estágio de Doutorado (bolsa PDSE, Capes) na Faculdade de Ciências da Informação da Universidad Complutense de Madrid (2012-2013). Como realizador audiovisual dirigiu alguns curtas, entre os quais destaca "Carrossel", "A saudade é um filme sem fim" e "Impej".

Referências

AGAMBEN, Giorgio. The face. In: Means without end: notes on politics. Minneapolis: Universityof Minnesota Press, 2000. p. 91-100.

AUMONT, Jacques. O olho interminável: cinema e pintura. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.

BARROS, Manoel de. Livro de pré-coisas: roteiro para uma excursão poética no Pantanal. Rio de Janeiro: Record, 1997.

______. Livro sobre nada. Rio de Janeiro: Record, 2004.

BRASIL, André. Quando as palavras cantam, as imagens deliram. Revista Cinética: cinema e crítica, Rio de

Janeiro, jan. 2008. Disponível em: http://www.revistacinetica.com.br/aboioandarilho.htm. Acesso em: 16

mar. 2009.

COMOLLI, Jean-Louis. Os homens ordinários, a ficção documentária. In: SEDLMAYER, Sabrina; GUIMARÃES, César; OTTE, Georg (Org.). O comum e a experiência da linguagem. Belo Horizonte: UFMG, 2007.

______. Ver e poder: a inocência perdida – cinema, televisão, ficção, documentário. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

DELEUZE, Gilles. A imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 2007a.

______. Michel Tournier e o mundo sem outrem. In: Lógica do sentido. São Paulo: Perspectiva, 2007b.

______; GUATTARI, Félix. Ano zero: rostidade. In: Mil platôs – capitalismo e esquizofrenia. v. 3. Rio de Janeiro: 34, 1996.

GUIMARÃES, Cao. 27ª Bienal de São Paulo: Como viver junto. São Paulo, out. 2006. Disponível em: http://

www.caoguimaraes.com/page2/artigos/ent_04.pdf. Acesso em: 16 mar. 2009. Entrevista concedida à Bienal de São Paulo.

______. Documentário e subjetividade: uma rua de mão dupla. In: Sobre fazer documentários. São Paulo, Itaú Cultural, 2007.

______. O documentário e a trilogia da solidão. Terra Magazine, set. 2008. Disponível em: http://repique.blog.terra.com.br/2008/09/16/o-documentario-e-a-trilogia-da-solidao/. Acesso em: 30 nov. 2010. Entrevista concedida à Ana d‘Angelo.

GUIMARÃES, César. A singularidade como figura lógica e estética no documentário. Alceu (PUC-RJ), Rio de Janeiro, v. 7, n. 13, p. 38-48, 2006.

______. Comum, ordinário, popular: figuras da alteridade no documentário brasileiro contemporâneo. In: MIGLIORIN, Cezar (Org.). Ensaios no real. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2010.

______. O devir todo mundo do documentário. In: SEDLMAYER, Sabrina; GUIMARÃES, César; OTTE, Georg (Org.). O comum e a experiência da linguagem. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2007.

MIGLIORIN, Cezar. Mundo desgarrado. Revista Cinética: cinema e crítica, Rio de Janeiro, jul. 2007. Disponível em: http://www.revistacinetica.com.br/andarilhocezar.htm. Acesso em: 16 mar. 2009.

PASOLINI, Píer Paolo. O cinema de poesia. In: Empirismo herege. Lisboa: Assírio & Alvim, 1982.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: 34, 2005.

TEIXEIRA, Francisco Elinaldo. Eu é outro: documentário e narrativa indireta livre. In: Documentário no Brasil: tradição e transformação. São Paulo: Summus, 2004.

Publicado
2015-02-04
Como Citar
Almeida, R. de. (2015). Com os pés um pouco fora do chão: uma leitura de Andarilho, de Cao Guimarães. Revista FAMECOS, 21(3), 1122-1139. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2014.3.19278
Seção
Cinema