More About the 80th Anniversary of Social Services: social rights in times of democratic breakdown / Ainda sobre os 80 anos do Serviço Social: direitos sociais em tempos de ruptura democrática

  • Beatriz Augusto de Paiva Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jaime Hillesheim UFSC
Palavras-chave: Democratic Breakdown. Social Rights. Social Services.

Resumo

This article focuses on the current process that is reshaping the cycle of democratic breakdown in Brazil, triggered by the reactionary/conservative forces of August 2016.  The working classes are experiencing the harsh consequences of the global economic crisis combined with the political dispute arising from illegitimate governance:  massive unemployment, wage restraint, loss of historic labor rights and recently gained social guarantees; in short, worsening poverty against a historic backdrop of overexploitation and dependency. Based on these vectors of analysis, this article reflects on the contradictions that govern social rights and social policy on the periphery of capitalism, centering on variations in social rights within neodevelopmentalist framework and its breakdown, as well as the contemporary dilemmas faced by social services in the complex affirmation/regression of social rights.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Augusto de Paiva, Universidade Federal de Santa Catarina
Doctorate in Social Services from the Federal University of Santa Catarina (UFSC), professor on the Undergraduate Course in Social Services at the Federal University of Santa Catarina (UFSC), Head of Department, researcher affiliated with the Center for Studies and Research: Labor, Social Issue and Latin America.
Jaime Hillesheim, UFSC
Doctorate in Social Services from the Federal University of Santa Catarina (UFSC), professor on the Undergraduate Course in Social Services at the Federal University of Santa Catarina (UFSC), Head of Department, researcher affiliated with the Center for Studies and Research: Labor, Social Issue and Latin America.

Referências

BRAZ, Marcelo. Capitalismo, crise e lutas de classes contemporâneas: questões polêmicas. Revista Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 111, p. 468-492, jul./set. 2012.

COUTINHO, Carlos Nelson. Democracia e socialismo. São Paulo: Cortez, 1992.

FERNANDES, Florestan. A revolução burguesa no Brasil. 5. ed. São Paulo: Globo, 2006.

FILGUEIRAS, Luiz. Padrão de desenvolvimento, desenvolvimentismo e dependência no Brasil. Jornal dos Economistas, n. 290, p. 13-14, set. 2013. Rio de Janeiro: Corecon/Sindecon, 2013. Disponível em: http://www.corecon-rj.org.br/documents/11827/13953/Setembro+-+2013+%28n%C2%BA290%29/5378069f-5807-472d-948c-cc870df66512?version=1.1. Acesso em: 15 mar. 2015.

FRANK, Andre Gunder. Latinoamérica: subdesarrollo capitalista o revolución socialista. Pensamiento Crítico, Habana, n. 13, pp. 3-41 1968. Disponível em: http://www.filosofia.org/rev/pch/1968/pdf/n13p003.pdf. Acesso em: 9 jan. 2016.

GONÇALVES, Reinaldo. Redução da desigualdade da renda no governo Lula: análise comparativa. In: SALVADOR, Evilásio et al (Org.). Financeirização, fundo público e política social, São Paulo: Cortez, 2012.

HILLESHEIM, Jaime. Conciliação trabalhista: ofensiva sobre os direitos dos trabalhadores na periferia do capitalismo. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2016.

LEHER, Roberto. Ideologia do desenvolvimento, pobreza e hegemonia. In: MOTA, A. E. (Org.) Desenvolvimento e construção de hegemonia: crescimento econômico e reprodução da desigualdade. São Paulo: Cortez, 2012.

MARINI, Ruy Mauro. Dialética da dependência no Brasil. In: ______. Subdesenvolvimento e Revolução. Coleção Pátria Grande. Florianópolis: Insular, 2012, p.73/162.

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. Ferreira de; CASTRO, F. A. de. O topo da distribuição de renda no Brasil: primeiras estimativas com dados tributários e comparação com pesquisas domiciliares (2006-2012). Dados [online]. 2015, v. 58, n. 1, pp. 7-36. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52582015000100007&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 5 maio 2016.

MÉSZÁROS, István. Filosofia, ideologia e ciência social: ensaios de negação e afirmação. São Paulo: Ensaio, 1993.

______. A crise estrutural do capital. São Paulo: Boitempo, 2011.

MOTA, Ana Elizabete; AMARAL, Ângela Santana de. Reestruturação do capital, fragmentação do trabalho e serviço social. In: MOTA, Ana Elizabete (Org.). A nova fábrica de consensos. São Paulo: Cortez, 1998.

NETTO, José Paulo. Ditadura e serviço social: uma análise do serviço social pós-64. São Paulo: Cortez, 1991.

PAIVA, Beatriz; ROCHA, Mirela; CARRARO, Dilceane. Política social na América Latina: ensaio de interpretação a partir da teoria marxista. SER Social, Brasília, v. 12, n. 26, p. 147-175, jan./jun. 2010.

______. Cartografia teórico-metodológica no estudo da proteção socioassistencial básica no SUAS. In: PAIVA, Beatriz (Org.) Sistema Único de Assistência Social em perspectiva: direitos, política pública e superexploração. São Paulo: Veras, 2014.

PFEIFER, Mariana. Bresser-Pereira e o pacto neodesenvolvimentista. Revista Temporalis, Brasília (DF), ano 13, n. 26, p. 11-36, jul./dez. 2013.

SILVA, Marcos Fernandes G. da. "Raiva de pobre": um brevíssimo ensaio de economia política do desenvolvimento. Disponível em: http://politica.estadao.com.br/blogs/gestao-politica-e-sociedade/raiva-de-pobre-um-brevissimo-ensaio-de-economia-politica-do-desenvolvimento/. Acesso em: 6 maio 2016.

WOOD, Ellen. M. Democracia contra o capitalismo. São Paulo: Boitempo, 2003.

Publicado
2016-12-19
Como Citar
Paiva, B. A. de, & Hillesheim, J. (2016). More About the 80th Anniversary of Social Services: social rights in times of democratic breakdown / Ainda sobre os 80 anos do Serviço Social: direitos sociais em tempos de ruptura democrática. Textos & Contextos (Porto Alegre), 15(2), 250 - 263. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2016.2.25312
Seção
Serviço Social e Teoria Marxista