A reforma Francisco Campos e a modernização nacionalizada do ensino secundário

  • Norberto Dallabrida
Palavras-chave: Reforma Francisco Campos, ensino secundário, modernização.

Resumo

O presente trabalho defende que a chamada “Reforma Francisco Campos” (1931) estabeleceu, em nível nacional, a modernização do ensino secundário brasileiro. Ela imprimiu organicidade ao ensino secundário por meio de várias estratégias escolares, como a seriação do currículo, a freqüência obrigatória dos alunos, a imposição de um detalhado e regular sistema de avaliação discente e a reestruturação do sistema de inspeção federal. Desta forma, a cultura escolar definida pela reforma de 1931 procurava produzir um habitus burguês nos estudantes secundaristas, a partir da educação integral e de práticas de disciplinamento e de autogoverno.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Dallabrida, N. (2009). A reforma Francisco Campos e a modernização nacionalizada do ensino secundário. Educação, 32(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/5520
Seção
Artigos