Ações afirmativas, relações raciais e política de cotas nas universidades: Uma comparação entre os Estados Unidos e o Brasil

  • Arabela Campos Oliven

Resumo


O debate sobre ação afirmativa é relativamente recente no Brasil e possui características peculiares. O artigo, a partir de um enfoque histórico, compara as sociedades brasileira e norte-americana no que diz respeito a relações raciais e formação da elite. Apresenta os argumentos a favor e contra cotas na seleção para universidades nos dois países. Mostra, também, que o debate sobre cotas raciais está relacionado com a definição de um projeto nacional de sociedade.
Descritores – Políticas de ação afirmativa; cotas raciais; universidade; Estados Unidos e Brasil.
ABSTRACT
The debate about affirmative action in Brazil is relatively new and has its own peculiarities. This article develops a historical approach and compares the North American society with the Brazilian one in aspects as racial relations and affirmative action in higher education. It focuses mainly on the establishment of racial quotas in the selection of university students in both countries. It also shows that the debate on racial quotas is relate to the definition of a national project of society.
Key words – Affirmative action; racial quotas; university; United States and Brazil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-06-19
Como Citar
Oliven, A. C. (2007). Ações afirmativas, relações raciais e política de cotas nas universidades: Uma comparação entre os Estados Unidos e o Brasil. Educação, 30(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/539
Seção
Outros Temas