Formação Continuada de Professores: Tendências Emergentes na Década de 1990

  • Clarissa Martins de Araújo Universidade Federal de Pernambuco
  • Everson Melquiades Araújo Silva Universidade federal de Pernambuco
Palavras-chave: Formação continuada, Tendências na formação continuada, Formação crítico-reflexiva, formação liberal-conservadora.

Resumo

Realizamos uma pesquisa bibliográfica, onde foram selecionados estudos que buscaram problematizar a formação continuada de professores na perspectiva do estado do conhecimento e suas diferentes tendências e modalidades. Identificamos duas grandes tendências que surgiram na década de 1990: (1) Liberal-conservadora e (2) Crítico-reflexivo. Nossa compreensão é a de que para elevar a qualidade da atuação dos professores, é imprescindível mobilizar ações capazes de viabilizar melhorias nas condições de trabalho, carreira e salário, mas principalmente impulsionar a renovação dos sistemas de formação continuada, a partir da tendência crítico-reflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarissa Martins de Araújo, Universidade Federal de Pernambuco
Doutora em Educação pela Université de Toulouse - Le Mirail - França; Profª Adjunta do Departamento de Psicologia e Orientação Educacionais do Centro de Educação e do Núcleo de Formação de Professores e Prática Pedagógica, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Federal de Pernambuco.
Everson Melquiades Araújo Silva, Universidade federal de Pernambuco
Mestre em Educação, Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação, Prof. Substituto do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino do Centro de Educação, da Universidade Federal de Pernambuco.
Publicado
2009-09-10
Como Citar
Araújo, C. M. de, & Silva, E. M. A. (2009). Formação Continuada de Professores: Tendências Emergentes na Década de 1990. Educação, 32(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/4694
Seção
Outros Temas