Aula, autoria e reconhecimento: implicações para a pesquisa sobre os currículos da escola básica no Brasil

  • Luciano Mendes de Faria Filho Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Autoria. Escola básica. Pesquisa em educação. Professores. Pesquisadores.

Resumo

Este artigo aborda as relações entre pesquisadores e escola básica, problematizando o reconhecimento da autoria, questão vinculada ao amplo tema da integridade na pesquisa científica. Para isso, introduzem-se, inicialmente, aspectos da pesquisa acadêmica em educação e da escola básica no Brasil, e se apresentam contribuições para pensar a aula em sua dimensão autoral, assim como as implicações disso para as pesquisas sobre currículos. Através deste trabalho, busca-se dar visibilidade às possibilidades de pensar a aula como texto, indicando potencialidades e limites dessa perspectiva. Finalmente, apontam-se alguns dos desafios que se apresentam para os pesquisadores do currículo e para os professores em geral a partir do trabalho com esse ponto de vista.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Mendes de Faria Filho, Universidade Federal de Minas Gerais
Professor Titular da Faculdade de Educação da UFMG, Coordenador do Projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil - 1822/2022.

Referências

AREND T, Hannah. Entre o presente e o passado. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.

BARTHES, Roland. A aula. São Paulo: Cutrix, s/d. GUMBRECHT, Hans U. Graciosidade e estagnação. Rio de Janeiro: Contraponto; Ed. PUC-Rio, 2012.

MATTOS, Ilmar R. Mas não somente assim! Leitores, autores, aulas como texto e o ensino-aprendizagem de história. Tempo, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 5-16, jul./dez. 2006.

PENIN, Sonia T. de Sousa. A aula: espaço de conhecimento, lugar de cultura. Campinas: Papirus, 1994.

TILL Y, Charles. Contentious performances. New York: Cambridge University Press, 2008.

Publicado
2017-08-30
Como Citar
Faria Filho, L. M. de. (2017). Aula, autoria e reconhecimento: implicações para a pesquisa sobre os currículos da escola básica no Brasil. Educação, 40(2), 203-208. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2017.2.27026
Seção
Dossiê: Regulação da Ética na Pesquisa