Agenciamento cartografia-garimpagem: um modo de produzir pesquisa em educação

  • Angelica Neuscharank Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS
  • Alice Copetti Dalmaso Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS
  • Marilda Oliveira de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS
Palavras-chave: Cartografia-garimpagem. Agenciamento. Pesquisa em educação.

Resumo

Este texto apresenta o processo de elaboração de uma pesquisa em educação concluída em 2015, onde se discute o método agenciamento-cartografia-garimpagem. Trata-se de uma problematização sobre a performance da cartografia, a partir do pensamento de Gilles Deleuze e Félix Guattari (1995), e de Passos et al. (2015), que também se apropriaram deste conceito enquanto método. Busca-se, neste artigo, mostrar o processo de produzir uma pesquisa, não para ser aplicada, mas experimentada, pois o agenciamento cartógrafo-garimpeiro diz respeito a uma prática que fez do ínfimo a possibilidade de pensar e escrever, de compor uma pesquisa com os heterogêneos recolhidos a partir dos mais diversos lugares: da docência e da discência, nos encontros que temos com pessoas, coisas e leituras. Trata-se, afinal, de um percurso investigativo que acolheu os dados, ao invés de escolhê-los, de um guardar e agrupar impurezas encontradas no percurso cartógrafo-garimpeiro de pesquisar: uma seleção aos avessos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angelica Neuscharank, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) Linha de Pesquisa LP4 - Educação e Artes; Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) na Linha de Pesquisa LP4 - Educação e Artes (2015); Especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação Aplicadas à Educação (2013); Graduada em Artes Visuais - Licenciatura Plena em Desenho e Plástica (2011). Ambos pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é professora Assistente A, do Departamento de Metodologia do Ensino, do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Maria, atuando nos cursos de Artes Visuais, Pedagogia e Educação Especial. Vem desenvolvendo estudos nas áreas de Artes Visuais, Educação e Cultura, atualmente com ênfase nas Filosofias da Diferença. É membro pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC), vinculado ao CNPq.

Alice Copetti Dalmaso, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS
Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre e Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), também pela UFSM. Atualmente é Professora Adjunta I do Departamento de Metodologia do Ensino, do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Maria, atuando nos cursos de Pedagogia e Educação Especial, com enfoque no ensino de ciências e suas relações com a cultura. Desenvolve estudos na temática de Formação e sua interface nas Filosofias da Diferença. É membro pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC) vinculado ao CNPq.
Marilda Oliveira de Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Licenciada em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Santa Maria (1987). Bacharel em Desenho e Plástica (Cerâmica) pela Universidade Federal de Santa Maria (1987). Mestre em Antropologia Social pela Universidad de Barcelona (1990) e Doutora em História, Geografia e História da Arte pela Universidad de Barcelona (1995). Atualmente é Professora Associada II do Departamento de Metodologia do Ensino, do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Maria, atua na Graduação nos Cursos de Licenciatura em Pedagogia, Educação Especial e Artes Visuais. Membro da International Society for Education through Art InSEA. Professora credenciada no Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado e Doutorado (PPGE/CE/UFSM), na Linha de Pesquisa: Educação e Artes. Coordenadora do GEPAEC – Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura da UFSM. Editora da Revista Digital do LAV. Desenvolve pesquisa na área de Educação e Artes Visuais, com ênfase em Educação, nas temáticas: Cultura da imagem em processos pedagógicos e socioculturais; Educação e cultura visual em processos formativos.

 

 

Referências

DELEUZE, Gilles. O Abecedário de Gilles Deleuze [1988-1989]. Entrevistadora: Claire Parnet. Paris: Éditions Montparnasse. Realização de Pierre André Boutang.

DELEUZE, Gilles. Proust e os signos. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. São Paulo: Escuta, 1998.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. 1. ed. São Paulo: Editora, 1995. 1 v.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 1997. 2 v.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Entre sonho e vigília: quem sou eu? In: PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: no caminho de Swann. Posfácio. São Paulo: Globo, 2006. 1 v.

HER. Direção: Spike Jonze. Los Angeles: Annapurna Pictures, 2013. Produção: Megan Ellison, Spike Jonze e Vincent Landay (126 min), son., color.

KASTRUP, Virgínia. Aprendizagem, arte e invenção. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 6, n. 1, p. 17-27, jan./jun. 2001.

https://doi.org/10.1590/S1413-73722001000100003

KASTRUP, Virgínia.. O funcionamento da atenção no trabalho do cartógrafo. In: PASSOS, Eduardo; KASTRUP, Virgínia; ESCÓSSIA, Liliana (org.). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. 4. ed. Porto Alegre: Sulina, 2015.

OLIVEIRA, Marilda Oliveira de. Como “produzir clarões” nas pesquisas em educação? Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 24, n. 56, p. 443-454, maio/ago. 2015.

PASSOS, Eduardo; KASTRUP, Virgínia; ESCÓSSIA, Liliana. Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. 4. ed., Porto Alegre: Sulina, 2015.

PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: no caminho de Swann. 3. ed. São Paulo: Globo, 2006a. 1 v.

PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: à sombra das raparigas em flor. 3. ed. São Paulo: Globo, 2006b. 2 v.

PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: Somoda e Gomorra. 3. ed. São Paulo: Globo, 2008.4 v.

PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: a prisioneira. 3. ed. São Paulo: Globo, 2011. 5 v.

PROUST, Marcel. Em busca do tempo perdido: o tempo redescoberto. 3.ed. São Paulo: Globo, 2013. 7 v.

SILVA, Selma Gonzaga. Extração do ouro: uso do mercúrio e impactos ambientais, 2010.

Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=20999. Acesso em: 24 maio 2015.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A filosofia de Deleuze e o currículo. Goiânia: Faculdade de Artes Visuais, 2004.

TÓTORA, Silvana. Devires minoritários: um incômodo. Verve, São Paulo, n. 6, p. 229- 246, jul./dez. 2004.

Publicado
2019-05-06
Como Citar
Neuscharank, A., Dalmaso, A. C., & Oliveira, M. O. de. (2019). Agenciamento cartografia-garimpagem: um modo de produzir pesquisa em educação. Educação, 42(1), 3-11. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2019.1.26673
Seção
Outros Temas