Apresentação

  • Carla Karnoppi Vasques UFRGS
  • Simone Zanon Moschen
  • Roselene Gurski

Resumo

A inclusão, compreendida a partir do movimento que defende a universalização dos direitos humanos, desponta como perspectiva norteadora das políticas públicas, das propostas de atendimento e de formação profissional em diferentes áreas do conhecimento e setores sociais, configurando um dos principais desafios da educação contemporânea. Sublinhamos que uma significativa parte desta discussão refere-se ao campo da educação especial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Karnoppi Vasques, UFRGS
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Luterana do Brasil (1992), mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Desenvolve estudos nas áreas da Educação Especial e Psicologia, com ênfase na psicanálise. Atua principalmente nos seguintes temas: inclusão escolar; sujeitos da educação especial; educação e processos de subjetivação; formação de professores; autismo e psicoses infantis; alteridade.

Referências

ARROYO, Miguel. Políticas educacionais e desigualdades: à procura de novos significados. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n.113, p. 1381-1416, out./dez. 2010.

BAPTISTA, Claudio Roberto; CAIADO, Katia; JESUS, Denise. Educação especial: diálogo e pluralidade. Porto Alegre: Mediação, 2008.

FRANKLIN, Barry. Interpretación de la discapacidad. Teoria e historia da educación especial. Barcelona: pomares, 1996.

LACAN, Jacques. A ciência e a verdade. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. p. 869-892.

Publicado
2015-11-12
Como Citar
Vasques, C. K., Zanon Moschen, S., & Gurski, R. (2015). Apresentação. Educação, 38(2), 175-176. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2015.2.21395
Seção
Dossiê - Educação Especial e Psicanálise