De jogos, profanações e gambiarras – por uma educação especial subversiva

  • Simone Zanon Moschen Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Roselene Gurski Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Carla Karnoppi Vasques Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Educação especial. Psicanálise. Sujeito. Brincar.

Resumo

Partindo da concepção de linguagem que embasa o pensamento de Freud e Lacan, o artigo aborda o sujeito da educação especial e a artesania implicada no fazer pedagógico. São articuladores de suas proposições: o a posteriori como temporalidade psíquica; o brincar como paradigma da criação; a torsão que conjuga as separações entre o eu e o outro e entre a realidade e a linguagem; a profanação dos dispositivos educacionais como tarefa política emergente. O trabalho com os operadores citados permite valorar o que aqui se propõe como “gambiarra pedagógica”, a saber, a tentativa de fazer passar, por caminhos não instituídos, o patrimônio cultural acumulado ao longo das gerações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Zanon Moschen, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Psicanalista, membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre, RS. Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FACED/UFRGS). Professora da Pós-Graduação da FACED/UFRGS.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007. BARROS, Manuel. Memórias inventadas – a infância. São Paulo: Planeta, 2003.

CABASSU, Gabriela. Palavras em torno do berço. In. WANDERLEY, Daniela Britto (Org.). Palavras em torno do berço: intervenções precoces bebê e família. Salvador: Ágalma, 2007.

FREUD, Sigmund (1895). Projeto para uma psicologia científica In: FREUD, Sigmund. Obras completas. v. I. Rio de Janeiro: Imago, 1972.

FREUD, Sigmund (1905). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade In: FREUD, Sigmund. Obras completas. v. VI. Rio de Janeiro: Imago, 1972.

FREUD, Sigmund (1910). A significação antitética das palavras In: FREUD, Sigmund. Obras completas. v. XI. Rio de Janeiro: Imago, 1972.

FREUD, Sigmund (1920). Além do princípio do prazer In: FREUD, Sigmund. Obras completas. v. II. Rio de Janeiro: Imago, 2006.

PEREIRA, Lucia Serrano. O conto Machadiano: uma experiência de vertigem. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 2008.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 2004.

Publicado
2015-11-10
Como Citar
Moschen, S. Z., Gurski, R., & Vasques, C. K. (2015). De jogos, profanações e gambiarras – por uma educação especial subversiva. Educação, 38(2), 203-211. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2015.2.20046
Seção
Dossiê - Educação Especial e Psicanálise