Formação e autonomia docente: reflexões sobre a experiência cinematográfica nos ensinos de História e Geografia

  • Humberto Perinelli Neto Universidade Estadual Paulista
  • Rodrigo Ribeiro Pazini Universidade Estadual Paulista
  • Solange Vera Nunes Lima D'água Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Rafael Cardoso de Mello Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Ensino de História e de Geografia. Formação docente. Cinema.

Resumo

A importância alcançada pelas narrativas cinematográficas guarda relação com a transformação do olhar humano na modernidade. A capacidade de provocar encantamento e de intervir na construção da visão de mundo gerou o desenvolvimento de várias experiências em torno do emprego de filmes na educação. O projeto de pesquisa “Tempo e espaço em evidência: a produção de curtas metragens envolvendo aspectos da cidade de São José do Rio Preto como prática do ensino de História e de Geografia” faz parte do contexto de valorização do cinema nas pesquisas e práticas relacionadas ao campo da educação. Tal projeto teve como objetivo a vivência de um processo formativo baseado na produção de vídeos relacionados aos mencionados conhecimentos escolares e vinculados à realidade empírica da cidade em questão, assim como de um processo formativo que permitiu a constituição de um ethos pedagógico alicerçado na autonomia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Humberto Perinelli Neto, Universidade Estadual Paulista
Doutor em História pela UNESP/Franca. Professor Assistente Doutor do Departamento de Educação do IBILCE/UNESP, Campus de São José do Rio Preto-SP. Atua como membro pesquisador dos grupos “Centro Interdisciplinar de Estudos Regionais” (IBILCE/UNESP/São José do Rio Preto) e “As tecnologias de informação e comunicação, práticas pedagógicas e a formação docente” (IBILCE/UNESP/São José do Rio Preto)
Rodrigo Ribeiro Pazini, Universidade Estadual Paulista
Doutor em História pela Unesp/Franca. Professor Adjunto de Historia da Universidade Estadual do Oeste de Paraná (Unioeste), Campus de Marechal Cândido Rondon. Membro dos Grupos de Pesquisa "Centro Interdisciplinar de Estudos Regionais" (UNESP), “História Cultural” (UFU) e “Historia Social do Trabalho e da Cidade” (Unioeste).
Solange Vera Nunes Lima D'água, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
outora em Educação e Currículo pela PUC/SP. Professora Assistente Doutor pela Unesp, Campus de São José do Rio Preto. Coordenadora do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (PARFOR/CAPES) no IBILCE/UNESP. Líder de Grupo de Pesquisa “Formação Docente e Práticas Educativas” (UNESP) e Pesquisadora do Grupo de Pesquisa “Formação de Professores e Cotidiano Escolar” (PUC/SP).
Rafael Cardoso de Mello, Universidade Estadual Paulista
Mestre em História e Cultura Política pela UNESP/Franca. Docente da UNESP/São José do Rio Preto, no curso de Pedagogia/PARFOR e do Centro Universitário Barão de Mauá/Ribeirão Preto. É pesquisador em diversos grupos de pesquisas localizados em Instituições de Ensino Superior diferentes; a saber: Grupo ELO–USP, CIER–UNESP e GEPALLE–USP.

Referências

ALMEIDA, M. J. Cinema: arte da memória. Campinas: Autores Associados, 2009.

ANDRÉ, M. E. D. A. A pesquisa no cotidiano escolar. In: FAZENDA, I. C. A. Metodologia da Pesquisa Educacional. São Paulo: Cortez, 1989. p. 36-45.

ANDRÉ, M. E; LUDKE, M. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília: Líber livro, 2005.

BARRETO, R. G. Formação de professores, tecnologias e linguagens: mapeando velhos e novos (des)encontros. São Paulo: Loyola, 2002.

BAYÃO, L. G. Escrevendo curtas: uma introdução à linguagem cinematográfica do curta-metragem. Niterói: Nitpress, 2002.

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros Curriculares Nacionais: Geografia e História. Brasília, 1998.

BUARQUE, V. (org.). Curtas em Mariana e Ouro Preto: identidades através do ensino de História. Ouro Preto: Editora UFOP, 2010.

CABRERA, J. O cinema pensa – uma introdução à filosofia através dos filmes. Trad. Ryta Vinagre. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

CAMPOS, F. Roteiro de cinema e televisão – a arte e a técnica de imaginar, perceber e narrar uma estória. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

CARRIÈRE, J-C; BONITZER, P. Prática do roteiro cinematográfico. São Paulo: JSN Editora, 1996.

CATELI, R. E. Dos “naturais” ao documentário: o cinema educativo e a educação do cinema, entre os anos 1920 e 1930.

Tese (Doutorado em Multimeios) – IA/Unicamp, Campinas, 2007.

CRARY, J. Moderning vision. In: FOSTER, H. (org.). Vision and visualy. Seattle: Bay Press, 1988.

CRARY, J. Techniques of the observer: on vision and modernity in the modernity in the nineteenth century. Cambridge, Massachussets: MIT Press, 1995.

DE LUCA, L. G. A. A hora do cinema digital: democratização e globalização do audiovisual. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009.

DONATO, L.; LIMA, M. O uso de tecnologias no ensino de Geografia: recursos audiovisuais. In: XVI Encontro Nacional dos Geógrafos, 2010, Porto Alegre. v. 1, p. 1-6.

DUARTE, R. Cinema & educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

FISCHER, R. M. B. Docência, cinema e televisão: questões sobre formação ética e estética. Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 40, p. 93-102, jan./abr. 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782009000100008.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática docente. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

GAMBOA, S. S. (org). Pesquisa educacional: quantidadequalidade. São Paulo: Cortez, 1997.

MESQUITA, C.; LINS, C. Filmar o real – sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

MINAYO, M. C. S. (org). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2000.

MOLETTA, A. Criação de curta-metragem em vídeo digital – uma proposta para produções de baixo custo. São Paulo: Summus, 2009.

MONTEIRO, A. N. O cinema educativo como invocação pedagógica na escola primária paulista (1933-1944). Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

NOVAES, A. (org.). O olhar. São Paulo. Companhia da Letras, 1997.

PERINELLI NETO, H. Tempo, espaço e cinema: uma proposta de prática de ensino de História e Geografia. In: GRANVILLE, M. A. (org.). Currículos, sistemas de avaliação e práticas educativas: da escola básica à universidade. Campinas: Papirus, 2011. p. 119-134.

PIMENTA, S. G. A didática como mediação na construção da identidade do professor: uma experiência de ensino e pesquisa na licenciatura In: ANDRÉ, M. E. & OLIVEIRA, M. R. N. (orgs.). Alternativas no ensino de didática. Campinas: Papirus, 2006, p. 37-69.

RICARTE, D. B.; CARVALHO, A. B. G. As novas tecnologias da informação e comunicação na perspectiva do ensino de Geografia. In: SOUSA, R. P.; MOITA, F. M. C. S. C; CARVALHO, A. B. G. (orgs.). Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011. p. 259-273.

SCHWARTZ, V.; CHARNEY, L. O cinema e a invenção da vida moderna. São Paulo, Cosac-Naify, 2001.

SETTON, M. G. J. (org.). A cultura da mídia na escola – ensaios sobre cinema e educação. São Paulo: Annablume, 2004.

SIMONINI, G. C. S.; NUNES, S. C. A formação de futuros docentes para o ensino de História nos anos iniciais do ensino fundamental nos cursos de licenciatura em Pedagogia e Normal Superior. In: TAMBONI, E.; FONSECA, S. G. (orgs.). Espaços de formação do professor de História. Campinas: Papirus, 2008. p. 163-184.

SZYMANSKI, H. (org.). A entrevista na pesquisa em educação: a prática reflexiva. Brasília: Líber livro, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2012.

TARDIF, M.; LESSARD, C. (org.). O ofício de professor, história, perspectivas e desafios internacionais. Petrópolis: Vozes, 2008.

TRIVINÕS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais – a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1992.

VARGAS, A.; ROCHA, H. V.; FREIRE, F. M. P. Promídia: produção de vídeos digitais no contexto educacional. CINTEDUFRGS Novas Tecnologias na Educação, v. 5, n. 2, dez. 2007.

VIANNA, H. M. Pesquisa em educação: a observação. Brasília: Plano, 2003.

Publicado
2016-09-08
Como Citar
Neto, H. P., Pazini, R. R., Lima D’água, S. V. N., & Mello, R. C. de. (2016). Formação e autonomia docente: reflexões sobre a experiência cinematográfica nos ensinos de História e Geografia. Educação, 39(2), 211-219. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2016.2.20027
Seção
Artigos