Professoras dos anos iniciais da educação básica: aproximações e afastamentos em relação à Matemática

  • Andréa Silva Gino Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Maria Laura Magalhães Gomes Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Formação continuada de professores. Educação matemática. História oral.

Resumo

Este artigo apresenta alguns resultados de uma pesquisa de doutorado norteada pela seguinte questão: Como os professores que ensinam Matemática no 2º ciclo de formação da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte que cursaram a especialização em Educação Matemática do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Docência na Educação Básica – LASEB percebem e narram as contribuições do curso? As contribuições do curso foram investigadas em narrativas de dez professoras, recolhidas em entrevistas, com o uso da metodologia da história oral. O foco do artigo está em um dos aspectos mais evidenciados nas narrativas, a saber, as aproximações e afastamentos das docentes em relação à matemática. Embora reconheçam que o LASEB tenha trazido aportes para a sua formação, as professoras, ao avaliarem seus próprios conhecimentos, consideraram os resultados do curso frágeis no sentido de sustentar seu papel de ensinar matemática nos anos iniciais do ensino fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Silva Gino, Universidade do Estado de Minas Gerais

Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino

Faculdade de Educação

Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG

Maria Laura Magalhães Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais

Departamento de Matemática e Programa de Pós-graduação em Educação 

Universidade Federal de Minas Gerais -UFMG

Referências

CURI, E. Análise das propostas presentes no material de Matemática do PEC-Universitário, à luz de resultados de investigações e teorias sobre formação de professores. In: NACARATO, A. M.; PAIVA, M. A. V. (Org.). A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 61-76.

DALBEN, A. I. L. F. Formação continuada de professores em nível de especialização: um investimento público que vale à pena? In: DALBEN, A. I. L. F.; GOMES, M. F. C. (Org.). Formação continuada de docentes da Educação Básica: construindo parcerias (LASEB). Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 315-329.

DALBEN, A. I. L. F; GOMES, M. F. C. (Org.). Formação continuada de docentes da Educação Básica: construindo parcerias (LASEB). Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

DINIZ-PEREIRA, J. E. A pesquisa dos educadores como estratégia para construção de modelos críticos de formação docente. In: DINIZ-PEREIRA, J. E.; ZEICHNER, K. M. (Org.). Pesquisa na formação e no trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 11-42.

FIORENTINI, D. et al. Formação de professores que ensinam matemática: um balanço de 25 anos da pesquisa brasileira. Educação em Revista, Belo Horizonte, UFMG, n. 36, p. 137-160, 2002.

FIORENTINI, D.; SOUZA JR., A.; MELO, G. Saberes docentes: um desafio para acadêmicos e práticos. In: GERALDI, C. M. G;

FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. A. (Org.). Cartografias do trabalho docente. Campinas: Mercado das Letras, 2007. p. 307-335.

GARNICA, A. V. M. História oral em educação matemática: outros usos, outros abusos. Guarapuava: SBHMat, 2007. (Coleção História da Matemática para Professores).

GARNICA, A. V. M; FERNANDES, D. N.; SILVA, H. Entre a amnésia e a vontade de nada esquecer: notas sobre regimes de historicidade e história oral. Bolema, Rio Claro, v. 25, n. 41, p. 213-250, dez. 2011.

GOMES, M. F. C. et al. Eixos metodológicos, estrutura curricular e dinâmica de funcionamento de 12 turmas formadas pelo LASEB. In:

DALBEN, A. I. L. F.; GOMES, M. F. C. (Org.). Formação continuada de docentes da Educação Básica: construindo parcerias (LASEB). Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 19-30.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). Representações sociais. Rio de Janeiro: Eduerj, 2001. p. 17-44.

KINCHELOE, J.; MCLAREN, P. Repensando a teoria crítica e a pesquisa qualitativa. In: DENZIN, N.; LINCOLN, Y. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006.

MAZZOTTI, A. J. A.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 2000.

NACARATO, A. M. A formação matemática das professoras das séries iniciais: a escrita de si como prática de formação. Bolema, Rio Claro, v. 23, n. 37, p. 905-930, 2010.

NACARATO, A. M; MENGALI, B. L. S.; PASSOS, C. L. B. A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

NACARATO, A. M; PAIVA, M. A. V. A formação do professor que ensina matemática: estudos e perspectivas a partir das investigações realizadas pelos pesquisadores do GT7 da SBEM. In: NACARATO, A.

M.; PAIVA, M. A. V. (Org.). A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 7-26.

PIMENTA, S. G. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, S. G.; GHDIN, E. (Org.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2008. p. 17-52.

PONTE, J. P. Concepções dos professores de matemática e processos de formação. In: Educação matemática: temas de investigação. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1992. p. 185-239.

SCHÖN, D. Educando o profissional reflexivo. Porto Alegre: Artmed, 2000.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

ZAIDAN, S. Educação matemática: ampliação e reconstrução do conhecimento escolar. In: DALBEN, A. I. L. F.; GOMES, M. F. C. (Org.). Formação continuada de docentes da Educação Básica: construindo parcerias (LASEB). Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 53-69.

ZAIDAN, S; SOUTO, K. C. N. Ampliando as relações entre teoria e prática na formação docente: a disciplina ACPP como eixo integrador da proposta do LASEB. In: DALBEN, A. I. L. F.; GOMES, M. F. C. (Org.). Formação continuada de docentes da Educação Básica: construindo parcerias (LASEB). Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 211-222.

Publicado
2014-12-16
Como Citar
Gino, A. S., & Gomes, M. L. M. (2014). Professoras dos anos iniciais da educação básica: aproximações e afastamentos em relação à Matemática. Educação, 37(3), 471-481. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2014.3.15202