Cinema e juventude: uma discussão sobre ética das imagens

  • Rosa Maria Bueno Fischer UFRGS
Palavras-chave: Cinema. Imagem. Formação docente. Formação ético-estética.

Resumo

O artigo discute dados de pesquisa recente com jovens estudantes de cursos de Pedagogia, a respeito da sua relação com narrativas da TV, da internet e especialmente do cinema. No tratamento dos dados, debatemos o conceito de imagem, com o objetivo de introduzir nessa discussão a relevante perspectiva do olhar do espectador, dos jogos de olhar que se dão no espaço da cultura, e também dos discursos que circulam, como uma espécie particular de mediação, numa determinada formação social. Com base em Foucault, Didi-Huberman, Badiou e Ismail Xavier, entre outros, e com o recurso a exemplos de narrativas cinematográficas, enfatizamos a “presença ausente” das imagens, uma vez que estas, diferente do que se diz no senso comum, não se apresentam a nós como transparência (pelo contrário, elas sempre carregam forte carga de opacidade). Entendemos que isso tem consequências importantes, dos pontos de vista ético e estético, para a formação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Maria Bueno Fischer, UFRGS
É doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996), mestre em Educação pelo Instituto de Estudos Avançados Em Educação Fundação Getúlio Vargas (1982) e é graduada em Letras pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1971). É Professor Associado nível 04, da UFRGS. Atualmente, é titular do Comitê Assessor (CA) da área de Educação, no CNPq (a partir de outubro de 2012, com mandato de três anos). Foi membro do Comitê Assessor área Educação da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2005-2008). De fevereiro a agosto de 2009 foi Visiting Scholar da New York University (USA) -- onde realizou seu estágio de pós-doutorado. Foi editora da revista Educação & Realidade, da UFRGS, de setembro de 1997 a junho de 2008. Coordenou o GT Educação e Comunicação da ANPED nos anos de 2005 e 2006 e foi membro do Comitê Científico da ANPED em dois períodos; atua no momento como consultora ad hoc do mesmo GT. É editora associada da revista Education Policy Analysis Archives/ Arquivos Analíticos de Políticas Educativas. É membro do Comitê Consultivo do Scielo Educa, gerenciado pela Fundação Carlos Chagas. Tem experiência na área de Educação e da Comunicação, com ênfase em Sociologia e Filosofia da Cultura, estudos foucaultianos e pesquisas sobre mídia, juventude e processos de subjetivação. Coordena o NEMES - Núcleo de Estudos sobre Mídia, Educação e Subjetividade, da UFRGS. Publicou recentemente o livro TRABALHAR COM FOUCAULT. ARQUEOLOGIA DE UMA PAIXÃO.
Publicado
2014-03-19
Como Citar
Bueno Fischer, R. M. (2014). Cinema e juventude: uma discussão sobre ética das imagens. Educação, 37(1), 42-51. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2014.1.15008
Seção
Dossiê - Docência, processos culturais e formação humana