Jornalismo nativo digital brasileiro

Um estudo de caso do Nexo

Palavras-chave: Jornalismo digital, Jornalismo nativo digital, Nexo

Resumo

O artigo apresenta um estudo de caso do jornal nativo digital brasileiro Nexo, fundado em novembro de 2015. Trata-se de uma empresa independente, que produz conteúdo informativo em diferentes formatos. O trabalho parte de uma reflexão teórica envolvendo os conceitos de jornalismo digital e de jornalismo nativo digital para, então, entrar no estudo do jornal. A pesquisa empírica é dividida em duas etapas. A primeira consiste na análise do conteúdo publicado nas 16 distintas seções do Nexo. E a segunda contempla entrevistas com a diretora geral Paula Miraglia e a editora executiva Marina Menezes, que em depoimentos por telefone explicaram um pouco da rotina e dos valores da empresa. Por fim, o perfil elaborado demonstra uma predisposição à experimentação e à inovação na redação do Nexo, valores que merecem ser enaltecidos no contexto contemporâneo das empresas jornalísticas, independentemente da plataforma de publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Lenzi, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campo Grande, MS

Doutor e mestre em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, SC, Brasil. Professor de Jornalismo na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em Tubarão, SC, Brasil. Bolsista Capes de pós-doutorado na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande, MS, Brasil.

Referências

AMERICAN PRESS INSTITUTE. Cutting print: Making it work when publishing days must go, Arlington, 26 ago. 2019. Disponível em: https://www.americanpressinstitute.org/publications/reports/strategy-studies/cutting-print/single-page/. Acesso em: ago. 2019.

BERTOCCHI, Daniela. Dos dados aos formatos: a construção de narrativas no jornalismo digital. Curitiba: Appris, 2016.

CANAVILHAS, João (org.). Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença. Covilhã: LabCom, 2014.

CHRISTOFOLETTI, Rogério. A crise do jornalismo tem solução? Barueri: Estação das Letras e Cores, 2019.

COSTA, Caio Túlio. Appificação do Ciberjornalismo. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIBERJORNALISMO, 7., 6 out. 2016, Campo Grande. Anais [...]. Campo Grande: [s. n.], 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=YeYJU-gnnGg. Acesso em: ago. 2019.

GARCÍA-AVILÉS, Jose A.; CARVAJAL-PRIETO, Miguel; ARIAS-ROBLES, Félix; LARA-GONZÁLEZ, Alicia de. Journalists’ views on innovating in the newsroom: proposing a model of the diffusion of innovations in media outlets. The Journal of Media Innovations, Oslo, v. 5, n. 1, p. 1-16, 2019. Disponível em: https://journals.uio.no/TJMI/article/view/3968/5980. Acesso em: ago. 2019. https://doi.org/10.5617/jomi.v5i1.3968.

GASSER, Urs; PALFREY, John. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Artmed, 2011.

ITO, Liliane de Lucena. A (r)evolução da reportagem: estudo do ciclo da reportagem hipermídia, da produção às respostas sociais. Aveiro: Ria Editorial, 2019.

LENZI, Alexandre. Inversão de papel: prioridade ao digital, um novo ciclo de inovação para jornais impressos. Florianópolis: Editora Insular, 2018.

LENZI, Alexandre. O jornalismo nativo digital do brasileiro Nexo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM JORNALISMO, 17., nov. 2019, Goiânia. Anais eletrônicos [...]. Goiânia: [s. n.], 2019. Disponível em: http://sbpjor.org.br/congresso/index.php/sbpjor/sbpjor2019/paper/viewFile/1857/1016. Acesso em: 20 maio 2020.

MENEZES, Marina. Editora executiva do Nexo. [Entrevista ao autor por telefone]. 1 out. 2019.

MIELNICZUK, Luciana. Jornalismo na web: uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual. 2003. 246f. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) – Faculdade de Comunicação. Universidade Federal da Bahia, UFBA, Salvador, 2003.

MIRAGLIA, Paula. Diretora geral do Nexo. [Entrevista ao autor por telefone]. 23 out. 2019.

NEXO. Padrões editoriais do Nexo. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/about/Padr%C3%B5es-editoriais-do-Nexo. Acesso em: jun. 2019.

PAVLIK, John. Journalism and new media. Nova York: Columbia Press, 2001. https://doi.org/10.7312/pavl11482.

PESQUISA BRASILEIRA DE MÍDIA 2016. Brasília, DF: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, 2016. Disponível em: http://www.secom.gov.br/atuacao/pesquisa/lista-de-pesquisas-quantitativas-e-qualitativas-de-contratos-atuais/pesquisa-brasileira-de-midia-pbm-2016.pdf/view. Acesso em: ago. 2019.

PRENSKY, Marc. Digital natives, digital immigrants. On the horizon, Reino Unido, Emerald Publishing, v. 9, n. 5, 2001. Disponível em: https://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf. Acesso em: jul. 2019.

REDAÇÃO. ‘Por que fazer um gráfico para esse assunto?’: a metodologia do Nexo Jornal. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 26 out. 2017. Disponível em: http://brasil.estadao.com.br/blogs/em-foca/por-que-fazer-um-grafico-para-esse-assunto-a-metodologia-do-nexo-jornal/. Acesso em: jun. 2019.

SALAVERRÍA, Ramón. Multimedialidade: informar para cinco sentidos. In: CANAVILHAS, João (org.). Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença. Covilhã: LabCom, 2014, p. 25-52.

SALAVERRÍA, Ramón. Digital journalism: 25 years of research. El profesional de la información, Barcelona, v. 28, n. 1, p.1-27, 2019. Disponível em: http://www.elprofesionaldelainformacion.com/contenidos/2019/ene/01_es.pdf Acesso em: ago. 2019a. https://doi.org/10.3145/epi.2019.ene.01.

SALAVERRÍA, Ramón. Fluxos comunicacionais e crise da democracia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 42., 5 set. 2019, Belém. Belém: Universidade Federal do Pará, 2019b. Disponível em: https://www.academia.edu/40262141/Fluxos_comunicacionais_e_crise_da_democracia_keynote_at_INTERCOM_2019_42o_Congresso_Brasileiro_de_Ci%C3%AAncias_da_Comunica%C3%A7%C3%A3o. Acesso em: out. 2019. https://doi.org/10.1007/978-3-319-91860-0_14.

SALAVERRÍA, Ramón; SÁBADA, Charo; BREINER, James G; WARNER, Janine C. A brave new digital journalism in Latin America. In: TÚÑEZ-LOPEZ, M.; MARTÍNEZ-FERNÁNDEZ, V. A.; LÓPEZ-GARCÍA, X.; RÚAS-ARAUJO, J.; CAMPOS-FREIRE, F. (org.). Communication: innovation & quality. Berlim: Springer International Publishing, 2019. p. 229-247.

SCHWINGEL, Carla. Ciberjornalismo. São Paulo: Paulinas, 2012.

STEENSEN, Steen; LARSEN, Anna M. Grøndahl; HÅGVAR, Yngve Benestad; FONN, Birgitte Kjos. What does digital journalism studies look like? Digital Journalism, Londres, v. 7, n. 3, p. 320-342, maio 2019. Disponível em: https://tandfonline.com/doi/full/10.1080/21670811.2019.1581071. Acesso em: jul. 2019. https://doi.org/10.1080/21670811.2019.1581071.

VIEIRA, Lívia de Souza. “Trajetória do Nexo Jornal demonstra força do relacionamento com o público e sugere segmentação para o futuro das redações”. Farol Jornalismo, 5 jun. 2019. Disponível em: http://faroljornalismo.cc/blog/miraglia/. Acesso em: jun. 2019.

WITSCHGE, Tamara; DEUZE, Mark; WILLEMSEN, Sofie. Creativity in (digital) journalism studies: broadening our perspective on journalism practice, digital journalism. Digital Journalism, Londres, jun. 2019. Disponível em:

https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/21670811.2019.1609373. Acesso em: jul. 2019. https://doi.org/10.1080/21670811.2019.1609373.

ZELIZER, Barbie. Why journalism is about more than digital technology? Digital Journalism, Londres, v. 7, n. 3, p. 343-350, maio 2019. Disponível em: https://tandfonline.com/doi/full/10.1080/21670811.2019.1571932. Acesso em: jul. 2019. https://doi.org/10.1080/21670811.2019.1571932.

Publicado
2020-09-17
Como Citar
Lenzi, A. (2020). Jornalismo nativo digital brasileiro: Um estudo de caso do Nexo. Revista FAMECOS, 27, e36102. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2020.1.36102
Seção
Jornalismo