O desenvolvimento da pessoa com deficiência na teoria histórico-cultural

Caminhos indiretos e compensação

Palavras-chave: Lev Semionovitch Vigotski (1896-1934), Teoria Histórico-Cultural, Deficiência, Inclusão

Resumo

As discussões sobre o desenvolvimento psicológico da pessoa com deficiência marcam a trajetória intelectual de Lev Semionovitch Vigotski (1896-1934). Ao analisá-la é possível perceber que o autor bielorusso antecipa um olhar para as diferenças muito mais humanizado, ético e com contornos de inclusão e equidade que é percebido apenas no discurso científico do final do século XX e nas políticas públicas do século XXI. Neste artigo, por meio da análise de textos clássicos de Vigotski, buscamos debater os processos mediacionais e escolares destinados às pessoas com deficiências a partir de dois sistemas conceituais que consideramos angulares na discussão sobre a deficiência na Teoria Histórico- Cultural: a) caminhos indiretos de desenvolvimento e b) compensação social. A compreensão desses aspectos teóricos contribui para a consolidação de uma sociedade inclusiva, pois baseia-se na assertiva de que a deficiência não anula o desenvolvimento do ser humano, mas coloca-o em uma posição diferenciada, que necessita de recursos mediacionais distintos para acessar os bens culturais e relacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrício Santos Dias de Abreu, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil. Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), Brasília, DF, Brasil.

Mestre em Psicologia do Desenvolvimento pela Universidade de Brasília (UnB), em Brasília, DF, Brasil; pedagogo pela mesma instituição; doutorando em Educação na UnB, professor da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e do Centro Universitário Estácio de Brasília, DF, Brasil.

Patrícia Lima Martins Pederiva, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), em Brasília, DF, Brasil; Musicista pela mesma instituição. Mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília (UCB), em Brasília, DF, Brasil; professora da Faculdade de Educação (FE) da Universidade de Brasília (UnB), em Brasília, DF, Brasil.

Referências

ABREU, F. S. D A falsa medida do homem. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, Brasília, v. 6, n. 4, p. 102-105, nov. 2019.

ABREU, F. S. D; SILVA, D. N. H. Surdez e homossexualidade: análise de narrativas de jovens a partir da Teoria Histórico-Cultural. Rio de Janeiro: Ape´ku.

ADLER, A. La educación de los niños. Buenos Aires: Editorial Losada, 1960.

ADLER, A. Superioridad y interes social: una coleción de sus últimos escritos. México: Fondo de cultura económica, 1968.

BARROCO, S. M. S. A educação especial do novo homem soviético e a psicologia de L. S. Vigotski: implicações e contribuições para a psicologia e a educação atuais. 2007. Tese [Doutorado em Educação] – Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2007.

DAINEZ, D.; FREITAS, A. P. Concepção de educação social em Vigotski: apontamentos para o processo de escolarização de crianças com deficiência. Horizontes, Itatiba, v. 36, n. 3, p. 145-156, 2018.

DEL RÍO, P.; ÁLVAREZ, A. De la psicología del drama al drama de la psicología: la relación entre la vida y la obra de Lev S. Vygotski. Estudios de Psicología, Reino Unido, v. 28, n. 3, p. 303-331, 2007.

DINIZ, D. O que é deficiência. São Paulo: Brasiliense, 2012.

FERREIRA, L. Por uma gramática de língua de sinais. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2010.

GOULD, S. A falsa medida do homem. São Paulo: WMF Martins Fonte, 1999.

KOZULIN, A. La psicologia de Vygotsky. Espanha: Alizanza, 1991.

KRUPSKAYA, N. K. A construção da pedagogia socialista. São Paulo: Expressão Popular, 2017.

LURIA, A. Vigotskii. In: VIGOTSKI, L. S.; LURIA, A.; LEONTIEV, A. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2012. p. 21-38.

MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. São Paulo: Boitempo, 2009.

NUERNBERG, A. H. Contribuições de Vigotski para a educação de pessoas com deficiência visual. Psicologia em Estudo, v. 13, n. 2, p. 307-316, 2008.

PRESTES, Z. R.; TUNES, E. Lev Vigotski, a Revolução de Outubro e a questão judaica: o nascimento da teoria histórico-cultural no contexto revolucionário. Fractal: Revista de Psicologia, Rio de Janeiro. v. 29, p. 288-290, 2017.

RUDNIOVA, E. I. As falsas ideias de L.S. Vigotski na pedologia. In: VIGOTSKI, L. S. 7 aulas de L. S. Vigotski sobre os fundamentos da pedologia. Rio de Janeiro: e-papers, p.149-176, 2018a.

SACKS, O. Vendo vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

SPINOZA, B. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

TUNES, E. A Defectologia de Vigotski - uma contribuição inédita e revolucionária no campo da educação e da psicologia. In: VERESK - Estudos sobre a perspectiva histórico-cultural de Vigotski. Brasília: UNICEUB. 2017. v. 1, p. 75-84.

VIGOTSKI, L. S. 7 aulas de L. S. Vigotski sobre os fundamentos da pedologia. Rio de Janeiro: e-papers, 2018a.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

VIGOTSKI, L. S. A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 863-869, dez. 2011.

VIGOTSKI, L. S. A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

VIGOTSKI, L. S. Acerca dos processos compensatórios no desenvolvimento da criança mentalmente atrasada. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, 2018b.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2003.

VIGOTSKI, L. S. Sobre a questão da dinâmica do caráter infantil. Linhas Críticas, Brasília, v. 12, n. 23, p. 279-291, julho-dez, 2006.

VYGODSKAIA, G; LIFANOVA, T. Lev Semenovich Vygotsky. Journal of Russian and East European Psychology, [S. I.], v. 2, n. 37, p. 23-81, 1996.

VYGODSKAYA, G. Vygotsky and Problems of Special Education. Remedial and Special Education, [S. I.], v. 20, n. 6, p. 330-332, 1999.

VYGOTSKI, L. S. Obras Escogidas IV – Paidología del adolescente – Problemas de la psicologia infantil. Madrid: Machado Libros, 2012b.

VYGOTSKI, L. S. Vygotsky’s Notebooks: a selection. Singapore: Springer, 2018c.

VYGOTSKI, L. S.; LURIA, A.R. Estudos sobre a história do comportamento: símios, homem primitivo e criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

VYGOTSKY, L. S. Obras Escogidas III – Problemas del desarrollo de la psique. Madrid: Machado Libros, 2012a.

VYGOTSKY, L. S. Obras Escogidas V – Fundamentos de defectologia. Madrid: Visor, 1997.

Publicado
2021-12-23
Como Citar
Abreu, F. S. D. de, & Pederiva, P. L. M. (2021). O desenvolvimento da pessoa com deficiência na teoria histórico-cultural: Caminhos indiretos e compensação. Educação Por Escrito, 12(1), e41900. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2021.1.41900
Seção
Dossiê: A Formação de professores e a educação inclusiva: avanços, desafios