Aluno-trabalhador

Educação, conhecimento, saberes e trabalho

Palavras-chave: Aluno-trabalhador, Saberes., Trabalho., Educação., Capital.

Resumo

O texto apresenta reflexões acerca do aluno-trabalhador e sua relação com o trabalho, com a educação e com os saberes, sobretudo a partir do olhar do conhecimento desenvolvido dentro e fora do ambiente escolar. Faz-se mister ressaltar que o tema sobre trabalho e educação, para ser compreendido de forma mais ampla e dialética, precisa ser visto em um contexto que envolva também as várias situações socioeconômicas que participa. Nesse caso, apresentamos em nossos apontamentos um conjunto de fatores relacionados a diversos contextos. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica no sentido de reunir, a partir de estudos desenvolvidos na área, análises e reflexões que possam contribuir para a ampliação do debate acerca do tema. Ao final faz-se, com base na literatura estudada, algumas considerações sobre a importância que tem os saberes na vida profissional do aluno-trabalhador e como esses saberes são explorados pelo capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimundo Barbosa da Silva Filho, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá, AP, Brasil.

Mestrado Acadêmico em Currículo e Gestão da Escola Básica pela Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, PA, Brasil; professor da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), em Macapá, AP, Brasil.

 

Ronaldo Marcos de Lima Araujo, Universidade Federal do Pará (UFPA), Belém, PA, Brasil.

Pós-doutoramento pela Universidade do Estado do Rio de janeiro (UERJ), no Rio de janeiro, RJ, Brasil; professor titular da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, PA, Brasil.

Ana Maria Raiol da Costa, Secretaria Estadual de Educação do Pará (SEDUC), em Belém, PA, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, PA, Brasil; professora da educação básica pela Secretaria Estadual de Educação do Pará (SEDUC), em Belém, PA, Brasil.

Referências

ABDALA, V. O que pensam os alunos sobre a escola noturna. São Paulo: Cortez Editora, 2004. (Coleção Questões da Nossa Época; vol. 110).

ARANHA, Antônia Vitória S. Trabalho, subjetividade, educação. Outras falas: Educação do Trabalhador, Belo Horizonte, v. 3, p. 55-63, ago. 2000.

ARANHA, Antônia Vitória S. Relação entre o conhecimento escolar e o conhecimento produzido no trabalho: dilemas da educação do adulto trabalhador. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 12, n. 1, p. 103-114, 26 out. 2012.

ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima. As novas “qualidades pessoais” requeridas pelo capital. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, p. 18-34, 1999.

ARROYO, Miguel. Oficio de Mestre: Imagens e auto-imagens. Petrópolis: Vozes, 2001.

ARRUDA, M. A. Articulação trabalho-educação visando a uma democracia integral. ln: GOMEZ, Carlos Minayo et alii. Trabalho e conhecimento: dilemas na educação do trabalhador. São Paulo, Cortez Autores Associados, 1987. p. 61-74.

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e Força de trabalho. In: BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Tradução de Nathanael C. Caixeiro. 3. ed. Rio de Janeiro,1987. p. 49-60.

CANÁRIO, Rui. A escola: das “promessas” às “incertezas”. Educação Unisinos, v.12, n.2, p. 73-81, ago.2008.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Trad. Bruno Magne. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A Educação Básica no Brasil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, p. 168-200, set. 2002. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br Acesso em: 26 dez. 2016. https://doi.org/10.1590/S0101-73302002008000010

DANE, F. Research methods. Brooks/Cole Publishing Company: California, 1990.

DOURADO, L.F.; OLIVEIRA, J. F.; SANTOS, C.A. A qualidade da educação: conceitos e definições. Brasília, DF: Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007. p. 5-34. (Série Documental: Textos para Discussão, v. 24, n. 22).

FÉLIX, Maria de Fátima Costa. Administração escolar: um problema educativo ou empresarial? São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989.

FRANCO, L. A. de C. A escola do trabalho e o trabalho da escola. 3.ª ed. São Paulo: Cortez Editora, 1991. (Coleção Polêmicas do Nosso Tempo; Vol. 22).

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 49. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A dupla face do trabalho: criação e destruição da vida. In: FRIGOTTO, Gaudêncio e CIAVATTA, Maria (org.). A experiência do trabalho e a educação básica. Rio de Janeiro. DP&A, 2002. p. 11-27.

GENTILI, P. Educar para o desemprego: a desintegração da promessa integradora. In: FRIGOTTO, G. (org.). Educação e crise do trabalho: perspectivas de final de século. 9.ª ed. Petrópolis – RJ: Vozes, 2008. p. 76-99. (Coleção Estudos Culturais em Educação).

Gil, A. Como elaborar projetos de pesquisa. Atlas: São Paulo, 2007.

LENIN, V. I. O estado e a revolução. São Paulo, Hucitec, 1986.

LENIN, V. I. A instrução pública. Moscou, Progresso, 1981.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Livro I, v. 1. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos. Tradução de Alex Martins. São Paulo: Martin Claret, 2005.

MOURA, Tânia Maria de Melo. Os alunos jovens e adultos que buscam a Educação de Jovens e Adultos: quem são e o que buscam na escola. [S. l: s. n.], 2007. escolar2007.

KUENZER, Acácia Zeneida. As mudanças no mundo do trabalho e a educação: novos desafios para a gestão. In: FERREIRA, Naura Syria Carapeto (org.). Gestão democrática da educação: atuais tendências, novos desafios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 33-57.

KUENZER, Acácia Zeneida. Exclusão Includente e Inclusão Excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: LOBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval; SANFELICE, José Luís (org.). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, HISTEDBR, 2002, p. 77-95. (Coleção educação contemporânea).

PUCCI, Bruno; OLIVEIRA, Newton Ramos de; SGUISSARDI, Valdemar. O ensino Noturno e os trabalhadores. 2. ed. São Carlos: EDUFSCar, 1995.

SANTOS, Eloísa Helena. Trabalho prescrito e real no atual mundo do trabalho. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, n.1, fev./jul.1997. p. 13-27.

SAVIANI, Dermeval. Educação. Do senso comum à consciência filosófica. 15. ed. Campinas: Autores Associados, 2004.

SCHWARTZ, Yves. Trabalho e saber. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v.12, n.1, p.21-24, jan./jun.2003.

WEBSTER, J.; Watson, J.T. Analyzing the past to prepare for the future: writing a literature review. MIS Quarterly, Minneapolis, Minn., US, v. 26, n. 2, p. xiii-xxiii, June, 2002.

Publicado
2020-11-03
Como Citar
Filho, R. B. da S., Araujo, R. M. de L., & da Costa, A. M. R. (2020). Aluno-trabalhador : Educação, conhecimento, saberes e trabalho. Educação Por Escrito, 11(2), e31005. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2020.2.31005
Seção
Artigos