O ensino com ênfase na aprendizagem colaborativa – reflexão sobre uma experiência na disciplina de teoria do conhecimento

Palavras-chave: Aprendizagem colaborativa., Conhecimento., Educação., Sala de aula invertida

Resumo

O objetivo primordial desse artigo consiste em promover uma reflexão sobre a aprendizagem colaborativa, tendo como motivação uma experiência vivenciada na ação docente, oriunda da aplicação da sala de aula invertida na disciplina de Teoria do Conhecimento. A nossa reflexão é orientada pela seguinte questão: como tornar os estudantes ativos, participativos e responsáveis pela sua aprendizagem do pensamento filosófico? O presente artigo encontra-se estruturado em duas partes. Na primeira, pretendemos fazer uma abordagem sobre os aspectos que caracterizam a aprendizagem colaborativa, bem como explicitar os elementos constitutivos da metodologia sala de aula invertida considerada como uma estratégia para a promoção desse tipo de aprendizagem. Na segunda, o intuito é refletir sobre a referida experiência relacionada à utilização da metodologia sala de aula invertida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Aparecido Pereira, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Paraná, PR, Brasil.

Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), em São Paulo, SP, Brasil; professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em Maringá, PR, Brasil.

Referências

ABREU, Maria Célia de; MASETTO, Marcos Tarcisio. O professor universitário em aula: prática e princípios teóricos. 6. ed. São Paulo: MG Ed. Associados, 1987.

ALCANTRA, Paulo Roberto; Siqueira, Lilia Maria Marques Valaski; Suzana. Vivenciando a aprendizagem colaborativa. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n.12, p.169-188, maio/ago. 2004. https://doi.org/10.7213/rde.v4i12.6986

BERGMANN, Jonathan; SAMS, Aaron. Sala de aula invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. Trad. Afonso Celso da Cunha Serra. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

BERGMANN, Jonathan; BERGMANN, J.; SAMS, A. Flip Your Students’ Learning. Educational Leadership, [s. l.], v. 70, n. 6, p. 16-20, 2013

BORGES, M.; CAMPOS, M. L.; CAVALCANTI, M. C. R. Suporte por computador ao trabalho cooperativo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE COMPUTAÇÃO, 15, e JORNADA DE ATUALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA, 14., Canela, 1995. Anais [. . .]. Canela: [s. n.], 1995. p. 51-68.

GIL, Antonio Carlos. Metodologia do ensino superior. São Paulo, SP: Atlas, 1990.

JOHNSON, D.; JOHNSON R. Learning together and alone: cooperative, competitive, and individualistic learning. Boston, MA: Allyn & Bacon, 1997.

MONROE, C. Vygotsky e o conceito de aprendizagem mediadora. Nova Escola, [São Paulo], ed. 243, jun./ jul. 2011.

PANITZ, T. A definition of collaborative vs cooperative learning. [S. l: s. n.], 1996. Disponível em: http://www.lgu.ac.uk/deliberations/collab.learning/panitz2.html. Acesso em: 9 mar. 2020.

PAVANELO, Elisangela. Sala de Aula Invertida: a análise de uma experiência na disciplina de Cálculo I. Bolema, Rio Claro (SP), v. 31, n. 58, p. 739-759, ago. 2017. https://doi.org/10.1590/1980-4415v31n58a11

REALE, G & ANTISERI, Dario. História da filosofia. São Paulo: Paulinas, 1990. v. 1.

SCHNEIDER, E.; et al. Sala de aula invertida em EAD: uma proposta de blended learning. Revista Intersaberes, [s. l.], v. 8, n. 16, p. 68-81, jul./dez. 2013.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa. 3. ed. Rio: Quartet, 2002.

SPINELLI, Miguel. Filosofia e ciência. São Paulo: Edicon, 1990.

VALENTE, José Armando. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, Edição Especial n. 4, p. 79-97, 2014.

Publicado
2020-11-03
Como Citar
Pereira, J. A. (2020). O ensino com ênfase na aprendizagem colaborativa – reflexão sobre uma experiência na disciplina de teoria do conhecimento. Educação Por Escrito, 11(2), e30993. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2020.2.30993
Seção
Artigos