Uso da Storytelling para a construção e o compartilhamento do conhecimento na educação

Palavras-chave: Narrativas digitais, Ensino, Aprendizagem, Tecnologias

Resumo

O artigo apresenta uma discussão sobre como a storytelling (contar uma história ou uma narrativa) sustentada pelas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), pode contribuir para construção e compartilhamento do conhecimento na educação. No decorrer do artigo é apresentada uma breve fundamentação teórica sobre as TIC, storytelling e digital storytelling (narrativas digitais), discutindo aspectos importantes sobre sua inserção na educação com intuito de ajudar no processo de ensino e aprendizagem, facilitando a construção e o compartilhamento do conhecimento. Em seguida, é proposto o uso de ferramentas de apoio para construção de narrativas visando o desenvolvimento tecnológico e cognitivo dos indivíduos inseridos do contexto da educação. Entende-se, após a análise da literatura, que a storytelling e as ferramentas tecnológicas tornam-se aliadas no processo de criação e compartilhamento do conhecimento, promovendo a autonomia dos aprendizes e o aperfeiçoamento da sala de aula por parte dos professores, favorecendo a inclusão desses atores, com o uso da digital storytelling¸ no contexto do educação do século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelson Tenório, Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI), Maringá, PR, Brasil.

Doutor em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2010) com pós-doutorados na IT University e na University of Copenhagen, ambas na Dinamarca; pesquisador visitante na Université de technologie de Troyes (UTT), França; pesquisador do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Educação (ICETI); docente permanente do Programa de Pós-Graduação Lato sensu em Gestão do Conhecimento nas Organizações da Universidade Cesumar (UniCesumar).

Letícia Fleig Dal Forno, Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI), Maringá, PR, Brasil.

Doutora pelo Programa de Doutoramento em Educação - Psicologia da Educação pela Universidade de Lisboa (2015); colaboradora/pesquisadora da Associação Nacional para o Estudo e Intervenção na Sobredotação; pesquisadora do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Educação (ICETI); docente permanente do Programa de Pós-Graduação Lato sensu em Gestão do Conhecimento nas Organizações da Universidade Cesumar (UniCesumar).

Tatiana Carla Faccin, Universidade Cesumar (UniCesumar), Maringá, PR, Brasil.

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação Lato sensu em Gestão do Conhecimento nas Organizações da Universidade Cesumar (UniCesumar) (2017); especialização em Administração,Supervisão e Orientação Educacional (2012) e Educação Especial (2012) pela Faculdade Do Noroeste Paranaense; graduadação em Ciências Biológicas pela Faculdade Ingá (2011) e em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (2013).

Fernanda Gozzi, Universidade Cesumar (UniCesumar), Maringá, PR, Brasil.

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação Lato sensu em Gestão do Conhecimento nas Organizações da Universidade Cesumar (UniCesumar) (2018); graduação em Pedagogia pela União Educacional Sulmatogrossense (2008); pesquisadora na linha de práticas educacionais, comunidade de prática e em competências educacionais.

Referências

ALLEN, R. B.; ACHESON, J. Browsing the Structure of Multimidea Stories. San Antonio: Digital Libraries Browsing, 2000. https://doi.org/10.1145/336597.336615.

ALMEIDA, M. E. B.; VALENTE. Narrativas digitais e o estudo de contextos de aprendizagem. Em rede: Revista de Educação a Distância, v. 1, n. 1, p. 32-50, 2014.

ASIAN PRODUCTIVITY ORGANIZATION (APO). APO Knowledge Management Tools and Techniques Manual. Tokyo: APO, 2020.

AVELINO, R. S. Design instrucional do “curso virtual cultura digital”. Bragança-SP: [s. n.], 2012.

AYUSTE, A.; GROS, B.; VALDIVIELSO, S. Sociedad del conocimiento: perspectiva Pedagógica. In: MENOYO, Maria Angela; CORBELLA, Marta Ruiz; García AMILBURU, María; GARCÍA BLANCO, Miriam; DIESTRO FERNÁNDEZ, Alfonso. Sociedad del conocimiento y educación. Madrid: Universidad Nacional de Educación a Distancia. 2015. p. 17-40.

BACICH, L.; MORAN, J. Metodologias ativas para uma Educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

BEHAR, P. A.; LEITE, S. M. Criando novos espaços pedagógicos na internet: o ambiente ROODA. In: WWW/Internet 2005. Anais [...]. Lisboa: IADIS, 2005. v. 1. p. 3-10.

BEHRENS, M. A. Projetos de Aprendizagem Colaborativa num paradigma emergente. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21. ed. Campinas: Papirus, 2013. p. 67-132.

BORIN, G. Atividades de estudo mediadas pelas tecnologias digitais da informação e comunicação. 2015. 115 f. Dissertação (Mestrado) - PPG em Tecnologias Educacionais em Rede – UFSM, RS.

BROOKS, R.; BROOKS, S. The application of storytelling and metaphors, including the use. Play Therapy Interventions to Enhance Resilience. New York: Guilford Press, 2015.

BROWN, A. L. Knowing when, where and how to remember: a problem of metacognition. In: R. Glaser R. (ed.) Advances in Instructional Pshychology. Hillsdale, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 1978. p. 77-166.

BRUNER, J. Actos de significado: para uma psicologia cultural. Lisboa: Edições 70, 1990.

CASTELLS, M. A Galáxia da Internet: reflexões sobre internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

CHASELEY, T. Using Scaffolds to Support Preservice Teachers’ Pedagogical Reasoning and Adaptive Metacognition in Reflection. 2019. Tese (Doutorado) - Northern Arizona University, Arizona, EUA, 2015.

CHIANG, M. Exploring the Effects of Digital Storytelling: A Case Study of Adult L2 Writers in Taiwan. IAFOR Journal of Education, [s. l.], v. 8, n. 1, p. 65-82, 2020. https://doi.org/10.22492/ije.8.1.04.

COLL, C.; MONEREO, C. Psicologia da educação virtual: Aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010.

EL AGRAMI, S. J. The Effectiveness of Using Educational Video Clips on YouTube to Develop Digital Storytelling Production Skills among Female Students at the Faculty of Education at Al-Aqsa University and their Attitudes towards Using YouTube. Journal of Educational & Psychological Sciences, [s. l.], v. 20, n. 4, 2019. https://doi.org/10.12785/JEPS/200413.

EMIEUX, A.; ROWSELL, J. Taking a wide-angled view of contemporary digital literacy. In: The Routledge Handbook of Digital Literacies in Early Childhood. [S. l.]: Routledge, 2019. p. 453-463. https://doi.org/10.4324/9780203730638-34.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 49. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

GACHAGO, D.; LIVINGSTON, C. The elephant in the room: Tensions between normative research and an ethics of care for digital storytelling in higher Education. Reading & Writing, Dordrecht, v. 11, n. 1, p. 1-8, 2020. https://doi.org/10.4102/rw.v11i1.242.

HAMERS, J. Counter-narratives vs embodied storytelling: Yellow vests on Youtube. In: NECS ANNUAL CONFERENCE. STRUCTURES AND VOICES: Stortelling in Post-Digital Times. Proceedings [...]. New York: 2019. p. 1-9.

HU, J.; GORDON, C.; YANG, N.; REN, Y. “Once Upon A Star”: A Science Education Program Based on Personification Storytelling in Promoting Preschool Children’s Understanding of Astronomy Concepts. Early Education and Development, [s. l.],p. 1-19, 2020. https://doi.org/10.1080/10409289.2020.1759011

ISIDORO, A.; AMANTE, L. Alunos com necessidades educativas especiais: O Digital Storytelling como estratégia de aprendizagem da Língua Materna. Lisboa: - Instituto de Educação, 2014. p. 1208-1216.

KENSKI, V. M. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2014.

LAMBERT, J. Digital Storytelling Cookbook and Travelling Companion. São Francisco, CA: Digital Diner Press, 2010. Disponível em: https://wrd.as.uky.edu/sites/default/files/cookbook.pdf. Acesso em: 01 jun. 2020.

LAUREN, B. Computers as Theatre. Boston: Addison- Weslwy. 1991.

LELIC, S. Fuel your imagination- KM and the art of storytelling. Inside knowledge, v. 5, issue 4, p. 1-3, 2001.

LIM, P.; NOOR, N. Digital Storytelling as a Creative Teaching Method in Promoting Secondary School Students’ Writing Skills. International Journal of Interactive Mobile Technologies (IJIM), [s. l.], v. 13, n. 07, p. 117-128, 2019. https://doi.org/10.3991/ijim.v13i07.10798.

LOPES, H. Estórias da vida: das páginas pessoais nas redes sociais à criação de narrativas pessoais mediatizadas: reflexão pessoal, agência e desafios. 2009. 86 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, 2009. Disponível em: https://www.iscte-iul.pt/tese/2482.

LUCENA, S. Culturas digitais e tecnologias móveis na educação. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 59, p. 277-290, jan./mar. 2016. https://doi.org/10.1590/0104-4060.43689.

MARTIN-NIEMI, F; GREATBANKS, R. SME knowledge transfer through social networking: Leveraging storytelling for improved communication. In: 1st INTERNATIONAL CONFERENCE ON COMPUTER-MEDIATED SOCIAL NETWORKING, ICCMSN 2008, Dunedin. Proceedings [...]. [S. l.: s. n.]: 2009. p. 86-92. https://doi.org/10.1007/978-3-642-02276-0_9

MATTAR, J. Guia de educação a distância. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

MILLER, C. H. Digital Storytelling: A Creator’s Guide to Interactive Entertainment. New York: Focal Press, 2014. https://doi.org/10.4324/9780203425923.

MORAN, José Manuel et al. Novas tecnologias e mediações pedagógicas. 21. ed. Campinas, SP: Papirus, 2013. 171p. (Coleção Papirus Educação).

REAMY, T. Imparting knowledge through storytelling, Part 1 of a two part article. KMWorld, v. 11, Issue 7, p. [1-11], July/Aug. 2002.

RICE, C.; LA MARRE, A.; CHANGFOOT, N.; DOUGLAS, P. Making spaces: Multimedia storytelling as reflexive, creative praxis. Qualitative Research in Psychology, [s. l.], v. 17, n. 2, p. 222-239, 2020. https://doi.org/10.1080/14780887.2018.1442694.

RODRIGUES; T. C. Compartilhamento de Informações no Processo de Formação de Professores da Educação Básica sobre o uso das TDIC. 2019. Dissertação (Mestrado) - UniCesumar, Maringá, 2019.

SABATÉ, M. C.; SABATÉ, J. A. T. Conocimiento, tecnologia y pedagogia. In: MENOYO, Maria Angela; RUIZ CORBELLA, Marta; GARCÍA AMILBURU, María; GARCÍA BLANCO, Miriam; DIESTRO FERNÁNDEZ, Alfonso. Sociedade del conocimiento y educación. Madrid: Universidad Nacional de Educación a Distancia, 2015. p. 115-122.

SYLLA, C. S. Developing and evaluating pedagogical digital manipulatives for preschool: the case of TOK: Touch, Organize, Create. 2014. Tese (doutoramento em Educação - Especialidade Tecnologia Educativa) – Instituto de Educação, Universidade do Minho, Minho, 2014.

TAVARES, D. P. O storytelling como estratégia na representação do conhecimento: estudo de caso das hipermídias do projeto e-Tec idiomas. 2016. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação e Tecnologia) - IFES Rio-Grandense, Pelotas, RS, 2016.

TRINDADE, R.; COSME, A. Todas as aprendizagens são pessoais, mas ninguém aprende sozinho: Gerir as salas de aula como comunidades de aprendizagens. Curitiba: Editora Melo, 2010.

VALENTE, J. A. A comunicação e a educação baseada no uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Revista UNIFESCO- humanas e sociais. Alto Teresópolis, RJ, v. 1, n. 1, p. 141-166, 2014.

VARGAS, A.; ROCHA, H. V.; FREIRE, F. M. P. Promídia: Produção de Vídeos Digitais no Contexto Educacional. Porto Alegre, RS: Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação. 2017.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

WIJAYA, T. Photo Story Handbook: Panduan Membuat Foto Cerita. [S. l.]: Gramedia Pustaka Utama, 2016.

Publicado
2020-11-03
Como Citar
Tenório, N., Dal Forno, L. F., Faccin, T. C., & Gozzi, F. (2020). Uso da Storytelling para a construção e o compartilhamento do conhecimento na educação. Educação Por Escrito, 11(2), e30601. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2020.2. 30601
Seção
Artigos