A narrativa-contra de Chove nos campos de Cachoeira, de Dalcídio Jurandir

Resumo

---

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Barbosa Rudge Furtado, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, SP
Alcançou o título de Mestre em Estudos Literários na Unesp, no ano de 2017, com a dissertação Rememoração em Graciliano Ramos: do romance à autobiografia. Possuiu, e ainda possui, financiamento da Capes. Está cursando o doutorado na mesma instituição. Especialista em crítica da narrativa e teoria literária. Concentra-se no estudo da Literatura Brasileira, principalmente na prosa do decênio de 30, por meio de investigações da Crítica Dialética. É autor de artigos que versam sobre Graciliano Ramos e Jorge de Lima, principalmente. Publicou, ainda, trabalhos em anais de congressos. Participa de dois grupos de pesquisa: GEN (Grupo de Estudos da Narrativa) e Diálogos Literários e é, atualmente, professor substituto de "Críticas Literárias" no curso de Letras da Unesp de Araraquara.

Referências

BUENO, Luís. Uma história do romance de 30. São Paulo: EDUSP/Campinas: Editora da Unicamp, 2015.

FURTADO, Marlí Tereza. Dalcídio Jurandir e o romance de 30 ou um autor de 30 publicado em 40. Teresa, São Paulo, n. 16, p. 191-204, jun. 2015. https://doi.org/10.11606/issn.24478997.teresa.2015.115425

FURTADO, Pedro Barbosa Rudge. Ideologia, documento, permanência e anti-modismo: os termos valorativos do romance de 30. Revista Odisseia, Natal, v. 4, n. 1, p. 55-74, abr. 2019. https://doi.org/10.21680/1983-2435.2019v4n1id16827

JURANDIR, Dalcídio. Chove nos Campos de Cachoeira. 8. ed. Bragança: Pará grafo Editora, 2019.

LUCAS, Fábio. O caráter social da literatura brasileira. 2. ed. São Paulo: Quirón, 1976.

PANTOJA, Edilson. Por que Chove nos campos de Cachoeira sobrevive ao tempo? In: JURANDIR, Dalcídio. Chove nos Campos de Cachoeira. 8. ed. Bragança: Pará.grafo Editora, 2019. p. 9-19. https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.38366

SÜSSEKIND, Flora. Tal Brasil, qual romance? Uma ideologia estética e sua história: o naturalismo. Rio de Janeiro: Achiamé, 1984.

Publicado
2020-01-06
Como Citar
Furtado, P. B. R. (2020). A narrativa-contra de Chove nos campos de Cachoeira, de Dalcídio Jurandir. Navegações, 12(2), e35534. https://doi.org/10.15448/1983-4276.2019.2.35534
Seção
Resenhas