História pública e ensino de história

convergências entre a escrita da história e o ensino em contexto

Palavras-chave: História pública, Ensino de história, Resenha

Resumo

O texto resenha a obra História pública e ensino de história, reunindo resultados de pesquisa na convergência entre os dois campos, com significativa presença de professores de História que atuam na educação básica, em formação continuada. Argumenta que, se a expansão da história pública vem buscando o diálogo com o ensino de história, não só esse diálogo foi se convertendo recursivamente em um dos principais fios na tecitura da própria rede como também as pesquisas e práticas em ensino de história renovaram seus sentidos no diálogo com a história pública. Nesse sentido, situando-se em uma zona borbulhante de temas, problemas, abordagens, referências e contextos, a obra oferece contribuição importante à configuração de uma linguagem na qual se expressam as possibilidades de articulação e de encontro entre o ensino de história e a história pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Everardo Paiva de Andrade, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, RJ, Brasil; professor do Programa de Pós-Graduação em Educação e do ProfHistória, da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, RJ, Brasil.

Referências

ANDRADE, Everardo Paiva de; ANDRADE, Nívea. História pública e educação: tecendo uma conversa, experimentando uma textura. In: MAUAD, Ana Maria;

ALMEIDA, Juniele Rabêlo de; SANTHIAGO, Ricardo (org.). História pública no Brasil: sentidos e itinerários. São Paulo: Letra e Voz, 2016. p. 175-184.

APPLE, Michael W. A política do conhecimento oficial: faz sentido a ideia de um currículo nacional? In: MOREIRA, Antonio Flavio; SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Currículo, cultura e sociedade. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 71-106.

ARENDT, Hannah. Homens em tempos sombrios. São Paulo: Companhia das Letras, 1978.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. In: Revista Teoria e Educação, n. 2. Porto Alegre: Pannonica, 1990.

GEERTZ, Clifford. Obras e vidas: o antropólogo como autor. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

HERMETO, Miriam; FERREIRA, Rodrigo de Almeida. História pública e ensino de história. São Paulo: Letra e Voz, 2020.

MONTEIRO, Ana Maria Ferreira da Costa; PENNA, Fernando de Araújo. Ensino de História: saberes em lugar de fronteira. Educação e Realidade, Porto Alegre v. 36, n. 1, jan./abr. 2011.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

RANCIÈRE, Jacques. O ódio à democracia. São Paulo: Boitempo, 2014.

RITIVOI, Andreea Deciu. Empatia, intersubjetividade e compreensão narrativa: lendo as histórias, lendo as vidas (dos outros). São Paulo: Letra e Voz, 2018.

SANTOS, Boaventura de Souza. O coronavírus, nosso contemporâneo. Sul21, Porto Alegre, 17 maio 2020. Opinião Pública. Disponível em: https://www.sul21.com.br/opiniaopublica/2020/05/o-coronavirus-nosso-contemporaneo-por-boaventura-de-sousa-santos. Acesso em 20 abr. 2021.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

Publicado
2021-08-31
Como Citar
de Andrade, E. P. (2021). História pública e ensino de história: convergências entre a escrita da história e o ensino em contexto. Estudos Ibero-Americanos, 47(2), e40294. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2021.2.40294
Seção
Resenha