A fotografia e seus significados em O pintor de retratos de Luiz Antonio de Assis Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15448/1984-7726.2022.1.42047

Palavras-chave:

O pintor de retratos, Luiz Antonio de Assis Brasil, Fotografia

Resumo

O presente artigo investiga alguns aspectos da fotografia e da arte fotográfica enquanto articuladoras de sentidos no romance O pintor de retratos, de Luiz Antonio de Assis Brasil, e cogita de como o comentário sobre a evolução das técnicas fotográficas e da postura do personagem frente à fotografia espelha também, de forma metaficcional, a transição do romance, seja enquanto gênero, seja dentro da obra literária de seu autor. Como metodologia, utilizou-se a pesquisa bibliográfica relativa a estudos da fotografia enquanto objeto e meio de expressão, especialmente Roland Barthes (1984), Natalia Brizuela (2014), Susan Sontag (2004) e François Brunet (2009), e também estudos específicos sobre esse romance, principalmente Carlos Reis (2001), Aurora Gedra Ruiz Alvarez (2011) e Nubia Jacques Hanciau (2006), além de entrevistas do autor. Conclui-se que o estatuto artístico da fotografia se entrelaça com a jornada do protagonista Sandro Lanari em busca de afirmação artística e autoral e que o texto promove mais de uma sobreposição dos temas da passagem do tempo, da mortalidade e da arte do retrato; e o texto expressa o percurso de uma profunda transição (cronológica, artística, pessoal), espelhando a eventual intersecção entre literatura e fotografia em um atravessar de fronteiras similar àquele literal e figurativamente presente em O pintor de retratos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Fonseca Wolff, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Mestre em Letras – Escrita Criativa Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Doutoranda em Letras – Escrita Criativa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil. 

Referências

ALVAREZ, Aurora Gedra Ruiz. Uma imagem do homem, uma imagem da arte. In: PEREIRA, Helena Bonito Couto (org.). Novas leituras da ficção brasileira no século XXI. São Paulo: Editora da Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2011. p. 51-77.

ASSIS BRASIL, Luiz Antonio de. [Entrevista cedida a] José Pinheiro Torres. Porto Alegre, [2001]. Disponível em: http://www.laab.com.br/vida.html. Acesso em: 8 dez. 2019.

ASSIS BRASIL, Luiz Antonio de. O pintor de retratos. 6. ed. Porto Alegre: L&PM, 2002.

BARTHES, Roland. A câmara clara: notas sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

BRIZUELA, Natalia. Depois da fotografia: uma literatura fora de si. Rio de Janeiro: Rocco, 2014.

BRUNET, François. Photography and literature. Londres: Reaktion Books, 2009.

CASTELLO, José. O pintor de retratos, O Estado de São Paulo, São Paulo, ano 122, n. 39380, 12 ago. 2001. Segundo Caderno, p. 3. Disponível em: http://www.laab.com.br/referencias.html. Acesso em: 6 jun. 2020.

HANCIAU, Nubia Jacques. Literatura e história em O pintor de retratos, de Luiz Antonio de Assis Brasil. Cadernos Literários, Rio Grande, v. 12, p. 55-59, 2006. Disponível em: http://repositorio.furg.br/handle/1/2321. Acesso em: 6 jun. 2020.

HUTCHEON, Linda. Historiographic metafiction: parody and the intertextuality of history. In: O’DONNELL, Patrick; DAVIS, Robert Con (org.). Intertextuality and contemporary American fiction. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1989. p. 3-32. Disponível em: https://tspace.library.utoronto.ca/handle/1807/10252. Acesso em: 9 dez. 2019.

PAMUK, Orhan. O romancista ingênuo e o sentimental. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

REIS, Carlos. O romance da fotografia, Jornal de Letras, Lisboa, p. 9, 12 dez. 2001. Disponível em: http://www.laab.com.br/referencias.html. Acesso em: 6 jun. 2020.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

Downloads

Publicado

2022-10-21

Como Citar

Wolff, R. F. (2022). A fotografia e seus significados em O pintor de retratos de Luiz Antonio de Assis Brasil. Letras De Hoje, 57(1), e42047. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2022.1.42047