Em outras palavras, o que esse texto quer dizer?

A paráfrase no ensino da compreensão leitora

Palavras-chave: Paráfrase, Leitura, Compreensão leitora, Metacognição, Estratégias de leitura

Resumo

Apresentamos aqui os achados de uma pesquisa cujo objetivo foi de verificar a possibilidade de ensino da paráfrase como uma estratégia potencializadora do desenvolvimento da compreensão leitora, em nível metacognitivo, de alunos de 9° ano do Ensino Fundamental. A metodologia adotada foi composta por três etapas de desenvolvimento, sendo a primeira uma pré-testagem, seguida por uma intervenção didática e, por fim, uma pós-testagem. Os dados coletados não foram suficientes para que pudéssemos atingir o objetivo de forma satisfatória. Entretanto, a partir das análises e discussões, evidenciamos as dificuldades em compreensão leitora dos sujeitos participantes e a necessidade de ampliação de estudos sobre a paráfrase como estratégia metacognitiva no ensino da leitura, uma vez que parafrasear um texto, como evidenciamos em nosso estudo, requer um longo trabalho de intervenção didática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pâmela Lopes Vicari, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES), Lajeado, RS, Brasil

Graduada em Letras Português e Espanhol pela Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES).

Kári Lúcia Forneck, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES), Lajeado, RS, Brasil

Professora no Programa de Pós-Graduação em Ensino (UNIVATES). Professora no curso de Letras (UNIVATES).

Referências

ANTUNES, Irandé. Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 27 mar. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Brasil no PISA 2015: análises e reflexões sobre o desempenho dos estudantes brasileiros. São Paulo: Fundação Santillana, 2016. Disponível em: http://inep.gov.br/web/guest/pisa-no-brasil. Acesso em: 27 mar. 2019.

DONDONI, Angela; SANTOS, Maria Elena Pires dos. Estratégias metacognitivas de leitura na escola. R. Letras, Curitiba, v. 19, n. 26, p. 76-85, set. 2017. Disponível em: https://revistas.utfpr.edu.br/rl/article/view/6060/4901. Acesso em: 29 mai. 2019. DOI: https://doi.org/10.3895/rl.v19n26.6060.

FLORES, Onici. C. Parafrasear: Por quê? Para quê?. Letrônica, Porto Alegre, v. 9, n. 2, p. 253-263, jul./dez. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2016.2.23314.

FLORES, Ônici. C. Quando as crianças passam a entender que dois textos querem dizer o mesmo, ainda que as palavras neles contidas sejam diferentes? Revista da Anpoll, Florianópolis, n. 37, p. 134-144, jul./dez. 2014. DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i37.776.

KATO, M. A. O aprendizado da leitura. São Paulo: Martins Fontes, 1985.

LEFFA, Vilson J. Aspectos da leitura. Porto Alegre: Sagra DC Luzzatto, 1996.

LEFFA, Vilson J. Leitura, Compreensão e Metacognição. In: PEREIRA, Vera Wannmacher et al. (org.). Compreensão e processamento da leitura: uma visão psicolinguística [Audiobook]. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2015. Disponível em: http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/Ebooks/audio/cpl/. Acesso em 26 abr. 2019.

LOPES, Marília Marques. Consciência Metatextual, Compreensão Leitora e Resumo de histórias – possíveis relações em uma perspectiva psicolinguística. 2015. Tese (Doutorado) – Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2015. DOI:https://doi.org/10.17058/signo.v41i71.7195.

PEREIRA, Vera Wannamacher. Compreensão leitora de alunos do ensino médio. ReVEL, [s. l.], v. 6, n. 11, p. 1-15, ago. 2008.

RIBEIRO, Célia. Metacognição: Um Apoio ao Processo de Aprendizagem. Psicologia: Reflexão e Crítica, [s. l.], v. 16, n. 1, p. 109-116, 2003.DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-79722003000100011.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6. ed. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SOUSA, L. B. A relação entre compreensão leitora, conhecimento e integração léxico-semântica. 2015. Tese (Doutorado) – Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

SOUSA, Lucilene Bender; HÜBNER, Lilian Cristine. Diferentes visões e componentes da compreensão leitora. In: GABRIEL, Rosângela; PELOSI, Ana Cristina (org.). Linguagem e cognição - emergência e produção de sentidos. Florianópolis: Insular, 2016. p. 47-66.

Publicado
2020-12-11
Como Citar
Lopes Vicari, P., & Forneck, K. L. (2020). Em outras palavras, o que esse texto quer dizer? A paráfrase no ensino da compreensão leitora. Letras De Hoje, 55(3), e36566. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2020.3.36566
Seção
Seção Livre