A política da OCDE para a educação e a formação docente. A nova regulação?

  • Olgaíses Cabral Maués UFPA
Palavras-chave: organismos internacionais, formação docente, política educacional

Resumo

O texto socializa o resultado da análise de documentos elaborados pela OCDE, buscando identificar as concepções de educação e de formação docente que esta instituição defende. A escolha da OCDE como referência de análise sobre a temática da formação de professores está ligada ao papel que este organismo desempenha em relação à educação, o que tem se manifestado por meio de documentos, da divulgação de relatórios de pesquisa e do “aconselhamento” oferecido aos países membros e a outros. A conclusão a que se chegou a partir das análises é a de que a OCDE sustenta que a educação desempenha um papel-chave para o crescimento econômico, ressaltando a importância do professor para a qualidade do ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olgaíses Cabral Maués, UFPA
Pedagogia, Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Educação. Instituto de Ciências da Educação. Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Professora do Instituto de Ciências da Educação, da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPA.
Publicado
2011-04-14
Como Citar
Maués, O. C. (2011). A política da OCDE para a educação e a formação docente. A nova regulação?. Educação, 34(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/5033